Tirando lições dos erros do ano passado, Arapongas EC planeja um time forte para a Terceirona

Hoje pode-se dizer que o ano de 2017 foi para se esquecer no Arapongas EC, com vários problemas durante o planejamento e competição no ano passado, o Arapongão decepcionou, ficou na sétima colocação da Terceirona do Campeonato Paranaense, jogou longe dos seus torcedores e espera ter tirado lições para que em 2018 consiga o tão sonhado acesso a Segunda Divisão estadual.

Diante deste cenário, a diretoria do clube da Cidade dos Pássaros iniciou o planejamento em 2018 com bastante antecedência para buscar a ascensão de divisão. “Bom diferente do ano anterior, planejamos a escolha dos atletas para montarmos a equipe com bastante antecedência. Já se definiu o treinador que entrou nesse processo, nos próximos dias iremos divulgar toda a comissão técnica. Isso como primeiro passo, segundo passo foi consolidar a parceria com o poder público municipal”, enfatizou o gerente de futebol do clube Alviverde, Adinan Roger de Oliveira.

Se existe algo positivo no ano de 2017, foi poder analisar tudo que errou e que deu errado na temporada passada e fazer o melhor neste atual momento. Para Adinan, existem muitas lições para se tirar, mas principalmente trabalhar com pessoas que possam ajudar o Arapongas EC. “Lições se tem em tudo na vida e uma das coisas principais que nos deixou bem claro é trazer para junto de nós pessoas de caráter e que venham para somar e não dividir. Então iniciamos cedo analisando e conhecendo bem antes de contratar, seja comissão, atletas ou funcionários”, descreveu o gestor do futebol.

Para o comando da equipe, o experiente e conhecido treinador do futebol paranaense, Itamar Bernardes já está no clube e dentro do processo de contratação dos atletas. “Estamos juntos, analisando atletas, perfilando e buscando jogadores que virão e farão a diferença. Em outras palavras ‘um time para subir'”, analisou Adinan sobre a contratação do treinador para o clube araponguense.

Um dos problemas de 2017, foi a não liberação do Estádio dos Pássaros para os jogos da Terceirona, onde fez três das quatro partidas em casa no mínimo 140 km de Arapongas. Com isso, o clube se antecipou junto a Prefeitura da cidade para ter a casa do Arapongas em condições para a estreia na competição, ainda sem data confirmada. Os laudos do estádio estão em dia, mas com vistorias agendadas para aumentar o prazo dos laudos.

Tendo sua casa em condições, a diretoria do Arapongas EC conta com o torcedor para empurrar o time rumo ao acesso. “A participação da torcida é imprescindível e em Arapongas temos torcedores fiéis. Uma das paixões da cidade é o futebol. Conforme a equipe for ganhando confiança na competição ganha também a confiança do torcedor”, categorizou Adinan Roger de Oliveira.

O arbitral para a Terceirona desde ano irá acontecer no próximo dia 15 de junho, lá serão conhecidos os clubes e a fórmula de disputa. Como disputou o ano passado, o gerente Adinan comentou que a fórmula do campeonato não é ruim, mas que poderiam ser feitas melhorias para diminuir os custos da competição. “A forma de disputa não é ruim. Se fosse possível regionalizar, seria ótimo em questão de custo, porém, se confirmar a quantidade de equipes e a mesma forma de disputa dos anos anteriores, aí não se regionaliza. Essa forma ela é rápida e não te chances ao erro e também de se recuperar dos pontos perdidos. Então precisa começar bem e se manter bem, sem oscilações”, finalizou Adinan.

As equipes tem até a próxima sexta-feira (8) para fazer a inscrição junto a Federação Paranaense de Futebol, o arbitral ocorrerá no dia 15 e possivelmente a disputa comece no mês de agosto.

Foto: Robson Vilela/ Redação em Campo.

Siga em:
Com final agitado, P
Copa Danilo Avelar d

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo