Tendo identificação com o clube, Roberto Fonseca é apresentado no Londrina

Depois de mandar embora Sérgio Soares, o Londrina apresentou nesta segunda-feira (6), um velho conhecido do torcedor Alviceleste, o técnico Roberto Fonseca, o quarto da equipe em 2018. Fonseca iniciou sua carreira futebolística no Tubarão em 1981 e teve mais duas passagens pelo clube. Como treinador, Roberto comandou o time na Série C de 2005 e no Campeonato Paranaense de 2007. Por último, Fonseca trabalhou no Sampaio Corrêa.

Em sua apresentação, Roberto Fonseca falou sobre a sua volta ao clube. “Nós temos um momento de urgência, um momento de trabalho, um momento de juntar todas as forças, principalmente não poderia deixar de dizer que a gente tem uma história bonita aqui dentro do Londrina, que é onde eu comecei, praticamente onde parei, passei em uma outra situação dentro do Londrina e o que me trouxe aqui foi tudo isso, a estrutura, a seriedade do Sérgio Malucelli e toda sua equipe e a direção que se encontra dentro do Londrina, isso que me motivou”, afirmou Roberto Fonseca.

Durante sua carreira, Roberto obteve muitos sucessos em clubes que viviam situações parecidas com a do Londrina, em um momento ruim e na parte de baixo da tabela, para o treinador, isso foi apenas a exposição por trabalhos bem feitos. “São coisas que vão acontecendo na carreira de um treinador, em 2008 eu acabei com um acesso da Série A2 do Paulista, acabei indo para o Botafogo (SP) em 2009, eles em um sufoco muito grande e quando você principalmente em São Paulo tira um time do rebaixamento, você começa a ser requisitado para este tipo de trabalho, você ganha para isso e assim eu fiz, no São Bernardo, Botafogo (SP), Ituano, ABC e algumas outras”, declarou o novo treinador do Londrina.

Está é a terceira passagem de Roberto Fonseca pelo comando técnico do Londrina. Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Necessidade de reforços

O técnico anterior, Sérgio Soares declarou em sua última coletiva uma necessidade do Tubarão em precisar de reforços, para Fonseca, a afirmação dele está certa e ele estará trabalhando junto com a diretoria para poder acertar nas contratações que forem feitas. “A resposta dele é uma verdade, geralmente você tem na transição ou nas temporadas você tem atletas que você conhece e que trabalhou. Aqui dentro do próprio Londrina tenho atletas que já trabalharam comigo. Agora é claro que teremos de procurar [reforços], as opções são menores e você não pode ter margem de erro, temos que trabalhar mais em busca, achar em alguns lugares e equipes, atletas que querem estar dispostos a estar em uma outra vitrine, mas nós temos que achar, não tem outra solução”, argumentou Fonseca.

O novo treinador Alviceleste não quis revelar em quais posições está procurando reforços, para não afetar os atletas que já estão no clube e acredita que chegando de cinco a seis reforços pode fechar a equipe até o final da Série B.

Identificação com o Londrina

O técnico comentou que foi diferente vestir novamente a camisa do Londrina nessa terceira passagem pelo clube como treinador. “É diferente pelos momentos, eu passei muitas vezes no Londrina, esse para mim está sendo mais um retorno, eu passei pelo Londrina quatro ou cinco vezes como atleta e tudo isso tem um peso, identidade, a gente se identifica por uma equipe, tanto é que em outros lugares o pessoal gosta muito de perguntar para quem você torce, todo mundo gosta de saber para quem o treinador torce, eu costumo dizer que torço para aquele time que comecei e parei, que é o Londrina”, finalizou Roberto Fonseca.

Treinador não foi o único que saiu, lista de jogadores deve sair

Além de Sérgio Soares que foi demitido no último sábado (4), o gestor do Londrina, Sérgio Malucelli deixou claro que uma lista de dispensa com quatro ou cinco nomes devem ser apresentada até está terça-feira (7). “Algumas mudanças nós vamos fazer ainda, alguns jogadores devem sair do elenco, o errado não era só o treinador, o time também está errado, alguma coisa vai acontecer, só vamos dar um tempo para o Roberto Fonseca trabalhar”, afirmou o gestor de futebol do Londrina.

Na próxima rodada, o Tubarão irá até Verginha (MG), enfrentar o Boa Esporte, pela 20ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B, no Estádio Dilzon Melo, às 20h30. O Londrina não terá o zagueiro Lucas Costa que recebeu o terceiro cartão amarelo, mas contará com a volta do atacante Paulinho Moccelin.

Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Siga em:
Paraná Clube perde
"Temos que entrar fo

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo