24 de June de 2017 3:22:02

A temporada do Prudentópolis: Projeção, salários e objetivos alcançados

Prudentópolis

O Prudentópolis encerrou a participação no Campeonato Paranaense 2017. Com a derrota do FC Cascavel e do Rio Branco, o Prude garantiu vaga para disputar a Série D do Brasileiro no ano que vem.

Não foi nada fácil, a projeção feita pelo clube era de permanecer na Primeira Divisão, mas acabou conquistando muito mais. O Redação em Campo apurou informações sobre como foi feito o planejamento do Prude para essa temporada, projeção de resultados, salários, pontos positivos e como o clube fica para a próxima temporada.

O resultado aconteceu devido a um bom planejamento por parte do Tigre. Com o preparador físico Edmilson Cordeiro coordenando a preparação do elenco, o Prude realizou um total de 107 sessões de treinamentos durante esse semestre.

Definições para a Projeção de Pontuação

A comissão técnica montou uma projeção com os resultados que o Prude precisava conquistar em cada jogo para alcançar a sua meta, como mostra a imagem abaixo. O começo foi melhor do que o esperado, além da vitória contra o Atlético-PR que foi fundamental para sua permanência.

Não perder na estreia contra o Londrina; Oportunidade de “acumular gordura” no três primeiros jogos; Provável sequência de resultados ruins na segunda meta estabelecida. Tranquilidade! Atenção para terceira meta, não desperdiçar a “gordura acumulada”! Chegar na última meta com a permanência garantida;

Um dos aspectos que mais chamaram atenção foi a folha salarial do clube. Com um orçamento limitado, o Prudentópolis conseguiu cumprir todos esses objetivos com um elenco de 31 jogadores e uma folha de 53 mil reais. Um número baixo perto de outros clubes que disputaram o Paranaense.

O Redação em Campo conversou com o gestor técnico do Prude Marcelo do Ó, que falou sobre a temporada do Prude. “Foi um período bem difícil que eu passei aqui, fiquei 100% focado no Prudentópolis, deixamos o Prude em uma situação bem confortável, lançamos uma semente e esperamos que seja bem cultivada”, falou Marcelo.

Na quinta-feira (13) Marcelo encerrou seu trabalho como gestor do Prudentópolis. “Ontem dei por encerrado meu trabalho no Prudentópolis FC após a confirmação da vaga na Série D em 2018. Quero agradecer a todos os jogadores, diretoria, imprensa e comunidade de Prudentópolis pelo apoio. Minha desculpas pelas falhas que tive na trajetória”, finalizou.

O técnico Milton do Ó também conversou com o Redação em Campo, falando dos objetivos e sobre a sua continuidade ou não no clube. “É um ciclo que se encerra, fizemos (comissão técnica) um balanço muito positivo de todo o semestre, deixando o clube em ótimas condições. Agora é descansar um pouco e pensar em novos projetos, ver quais propostas se encaixam dentro do nosso projeto” analisou Milton.

Para o ano de 2017,  resta ao Prudentópolis o  Campeonato Paranaense Sub-17 e Sub-23, para no segundo semestre começar o planejamento para o ano de 2018.

Tentamos contato com a diretoria do Prudentópolis para falar sobre a temporada, mas não tivemos resposta.

Foto: Lucas Henrique/Prudentópolis Oficial.

Siga em:
Vitória contra Irat
Atlético-PR aposta

Estudante de jornalismo na Faculdade Opet. Apaixonado por esportes, goleiro nos finais de semana e Setorista do Iraty no @redacaoemcampo.

Classifique este artigo