19 de November de 2017 12:58:55

Súmula do clássico é divulgada e Atletiba está marcado para quarta-feira de cinzas

Após o cancelamento feito pelo árbitro Paulo Roberto Alves Junior do Atletiba neste domingo (19) às 17h44, a grande expectativa foi pela divulgação da súmula da partida que não aconteceu. O documento foi publicado pela Federação Paranaense de Futebol (FPF) no início da noite desta segunda-feira (20), onde o árbitro relatou que haviam 18 profissionais não credenciados dentro do gramado.

Essas pessoas seriam da equipe de transmissão do clássico, que seria exibido nas páginas oficiais dos clubes no Youtube e Facebook. Segundo Paulo Roberto, foi realizado diversos pedidos para retirada das pessoas de dentro do gramado, porém, não foram atendidas pelos representantes dos times. Além disso, o árbitro relatou a invasão de dirigentes das duas equipes no campo.

Na súmula também é citado que as pessoas que não estavam credenciadas foram barradas pelos profissionais da Federação, mas, acompanhadas por Mauro Holzmann (diretor de marketing do Atlético) entraram no gramado por um portão alternativo.

Durante o dia, a FPF divulgou uma nota oficial se eximindo de qualquer culpa, enquanto que os clubes publicaram uma nota em conjunto ainda na noite de domingo (19), declarando que foi uma “posição arbitrária e sem qualquer razoabilidade da Federação Paranaense de Futebol”. (Clique aqui e confira a súmula completa)

Nova data

A FPF também divulgou nesta segunda-feira (20) a nova data do clássico, dia 1º de março (quarta-feira de cinzas), às 20h na Arena da Baixada, válido pela quinta rodada. A princípio, a data do jogo é contestada pelo Coritiba, que previa folga aos jogadores no feriado, e que tem o apoio do Atlético em marcar o Atletiba em um novo dia. Em entrevista à Rádio Banda B o presidente da FPF Hélio Cury declarou: “Se os dois clubes quiserem outra data que não atrapalhe o calendário, a Federação não tem problema em alterar”.

Siga em:
Líder do Paranaense
Chicão enaltece fav

Formado em Jornalismo e Letras, estou no Redação em Campo desde 2013 e atualmente exerço a função de Coordenador de Jornalismo. Também sou professor de Língua Portuguesa.

Classifique este artigo