Simão brilha nos pênaltis, e Operário está na final da Série C

O Operário está na final do Campeonato Brasileiro Série C. Nos pênaltis,  o goleiro Simão brilhou, e o Fantasma venceu o Bragantino por 4 a 2 e garantiu sua vaga na grande final. Agora, o time Paranaense irá encarar o Cuiabá, que superou o Botafogo-SP na semifinal da competição.

Jogo nervoso

A partida começou com as duas equipes se estudando. Ambos os times buscavam controlar as ações do meio de campo, mas tinham dificuldades. A primeira grande chance foi do Bragantino. Aos 10′, o time paulista chegou com perigo após cobrança de escanteio, mas parou no goleiro Simão, que fez uma bonita defesa.

O Operário respondeu  aos 16 minutos. Após a bola sobrar na área, Quirino recebeu e arriscou, mas o goleiro Alex Alves fez firme defesa.  Enquanto o Operário tinha a bola, o Bragantino ficava recuado e esperava um erro do time da casa para sair no contra-ataque. Nenhum dos dois times conseguiu chegar com grande perigo.

Decisão nos pênaltis

O segundo tempo começou bastante nervoso, com os dois times errando muitos passes.  Aos 19′, o Bragantino chegou a marcar, mas a bandeira marcou o impedimento. O Fantasma respondeu com Dione, que fez bonita jogada e arriscou da entrada da grande área, mas parou na boa defesa do goleiro Alex Alves.

Operário  pressionou no segundo tempo. Aos 27′, Dione fez bela jogada individual e bateu cruzado, a bola passou muito perto do gol do Bragantino. Erick também teve a oportunidade de colocar o Fantasma em vantagem, mas desperdiçou. Com o empate nos dois jogos, a partida se encaminhou para os pênaltis.

Nos pênaltis, o goleiro Simão, do Operário, brilhou, pegou dois pênaltis, e garantiu o Fantasma na grande final do Campeonato Brasileiro Série C, contra o Cuiabá.

José Tramontin/ OFEC

FICHA TÉCNICA
OPERÁRIO 0 (4) X (2) 0 BRAGANTINO

Operário: Simão; Léo, Alisson, Sosa e Peixoto; Serginho Paulista, Erick (Xuxa) e Robinho (Dione); Quirino (Schumacher), Cleyton e Bruno Batata.
Técnico: Gerson Gusmão.

Bragantino: Alex Alves; Buiu, Juliano, Guilherme e Júnior Goiano; Magno, Danilo Bueno (Robertinho), Jonathan Costa (Marlom) e Rafael Chorão; Adriano Paulista (Marcel) e Marquinhos.
Técnico: Marcelo Veiga.

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR)
Data/Horário: 09/09/2018, às 15h30.
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC).
Assistentes: Kléber Lúcio Gil (FIFA-SC) e Neuza Ines Back (FIFA-SC).

Cartão amarelo: Léo e Erick (Operário) Jonathan Costa, Guilherme e Juliano(Bragantino)
Cartão vermelho:
  Léo (Operário)
Gols:
 Bruno Batata, Schumacher, Clayton e Dione (Operário). Robertinho e Marquinhos (Bragantino).

Siga em:
Segunda fase do Bras
Paraná perde para o

Jornalista em formação. Repórter do Redação em Campo.

Classifique este artigo