Seleção Brasileira enfrenta El Salvador nesta terça (11)

A Seleção Brasileira voltou a campo após a Copa do Mundo da Rússia 2018. Depois da eliminação nas quartas de final para a Bélgica, o time brasileiro deu início aos amistosos de preparação para a Copa América que acontecem nos meses de junho e julho do ano que vem no Brasil.

O primeiro adversário nesta fase preparatória foram os Estados Unidos e a equipe brasileira fez seu dever de casa vencendo os norte-americanos pelo placar de 2 a 0 em jogo realizado em Nova Jersey na última sexta-feira (7). Os gols foram marcados na primeira etapa por Roberto Firmino aos 10′ e Neymar, de pênalti, aos 42′. O Brasil foi a campo com Alisson; Fabinho, Marquinhos, Thiago Silva (Dedé) e Filipe Luís; Casemiro, Fred (Arthur) e Coutinho (Lucas Paquetá); Neymar (Éverton), Douglas Costa (Willian) e Roberto Firmino (Richarlison).

Nesta terça-feira (11), às 21h30 [horário de Brasília] a seleção do técnico Tite tem outro compromisso. Jogando em Washington, o adversário será a equipe de El Salvador, fechando os dois amistosos programados para este mês de setembro.

O retorno aos gramados da Seleção Brasileira foi de bastante apreensão e expectativa. Em especial, a torcida estava na espreita pelas possíveis “novas caras” e também sobre como seria o comportamento da equipe em campo depois da indigesta eliminação no Mundial para a seleção belga.

Na convocação para os amistosos do mês de setembro nos Estados Unidos, o técnico Tite fez jus a um novo ciclo e colocou na lista nomes como Lucas Paquetá, Andreas Pereira, Fabinho, Hugo, Dedé, Felipe, e Everton que apareceram pela primeira vez. Os nomes convocados foram Goleiros: Alisson (Liverpool), Hugo (Flamengo), Neto (Valencia). Defensores: Alex Sandro (Juventus), Dedé (Cruzeiro), Fabinho (Liverpool), Fagner (Corinthians), Felipe (Porto), Filipe Luís (Atlético de Madrid), Marquinhos (PSG), Thiago Silva (PSG). Meio-campistas: Andreas Pereira (Manchester United), Arthur (Barcelona), Casemiro (Real Madrid), Fred (Manchester United), Lucas Paquetá (Flamengo), Philippe Coutinho (Barcelona), Renato Augusto (Beijing Guoan). Atacantes: Douglas Costa (Juventus), Everton (Grêmio), Roberto Firmino (Liverpool), Neymar (PSG), Pedro (Fluminense), Willian (Chelsea).

Dentre outras novidades foi a opção de Tite em dar a Neymar a braçadeira de capitão fixo da equipe. O atual camisa 10 da Seleção Brasileira sofreu duras críticas por parte da imprensa e torcida brasileira durante sua atuação na Copa do Mundo da Rússia e foi por muitas vezes, apontado, como culpado para eliminação no Mundial, chegando a virar meme nas redes sociais numa alusão ao popular “cai cai” no futebol. Este viés psicológico da Seleção Brasileira também entrou na pauta das discussões da torcida e dos programas esportivos em argumentos relacionados a incapacidade do jogador brasileiro a lidar com críticas e o famoso choro, interpretado por muitos, como um sinal de fraqueza.

No jogo diante dos Estados Unidos na última sexta-feira (7), o capitão Neymar se mostrou sereno e com um comportamento distante daquele registrado na Rússia para afastar de vez as críticas e selar um novo ciclo para o time brasileiro.

A Seleção Brasileira já tem outros amistosos confirmados para o mês de outubro. No dia 12, a equipe enfrenta a Arábia Saudita e no dia 16, o adversário será a Argentina. Os jogos serão realizados na Arábia Saudita. O técnico Tite fará novas convocações nos dias 21 de setembro e 26 de outubro.

Foto: Lucas Figueiredo/CBF Oficial

Siga em:
Atlético-PR perde d
Nacional e Grêmio M

O Redação em Campo é um portal de notícias voltado aos assuntos do futebol paranaense. É produzido por jornalistas, estudantes e profissionais da área de comunicação. Porque o Futebol Paranaense é a nossa paixão!

Classifique este artigo