17 de December de 2017 5:43:18

São Joseense vence REC fora de casa e fica a um empate do título da Terceirona

Na partida de ida da grande final da Terceirona Paranaense, o REC e Independente São Joseense duelaram no Estádio Érich Georg, em Rolândia (PR). A partida teve bons momentos, mas poucas chances claras de gol, melhor para o time de São José que foi preciso na grande oportunidade que teve, vencendo por 1 a 0. O tento foi marcado por Willian aos 41 minutos da primeira etapa.

Com o resultado, o Independente São Joseense dá um grande passo para a conquista do Estadual, onde poderá joga pelo resultado de empate, na partida de volta que será realizada no próximo domingo (26), em São José dos Pinhais (PR). Já o REC terá que vencer por dois gols de diferença para conquistar o título.

São Joseense é cirúrgico e sai com a vitória

A grande final da Terceirona Paranaense teve um bom início, no qual o REC partiu para cima jogando em seu estádio e logo aos 3 minutos boa chance com Vieira que quase completou o cruzamento, mas a zaga afastou o perigo e o goleiro atento defendeu. Com 10 minutos, o time do São Joseense equilibrou as ações, passando a ter o maior volume de jogo, criando perigo a meta de Julio Cesar.

Passados 15 minutos a partida era bastante movimentada, porém sem grandes oportunidades de gol. O time de Rolândia criava suas chances nos pés de Rhuan e Vieira, enquanto a equipe de São José tinha seus contra golpes realizados por Lucy e Willian. Aos 18 minutos Rhuan quase marcou após cobrança de escanteio, porém o goleiro do REC estava atento e antecipou o atleta, fazendo boa defesa.

Depois de 30 minutos, o duelo desta final caiu um pouco de ritmo, ficando preso no meio, no qual os times faziam muitas faltas. A grande oportunidade veio somente aos 31 minutos com Rhuan que recebeu na entrada da área e chute forte para Juninho espalmar para longe. Parecia que o jogo não sairia do zero nesta primeira etapa, mas aos 41 minutos o São Joseense que não tinha conquistado nenhuma boa oportunidade, em sua primeira foi fatal. Willian recebeu bela bola e de frente do gol e não desperdiçou, fazendo 1 a 0 e dando números finais neste 1º tempo.

REC tenta, mas perde jogando em casa

Precisando do tento, o REC foi pra cima nesta segunda etapa tendo boas chances, sendo há melhor aos 8 minutos com Bruninho que cabeceou sozinho, mas mandou por cima de gol. Aos 10 minutos, após cobrança de escanteio, Spice tenta de cabeça, mas manda muito longe do gol.

Com 15 minutos, o São Joseense ainda não tinha chego com perigo ao gol e apostava nos contra-ataques para definir o duelo, já o time de Rolândia seguia na sua pressão, porém a equipe já sentia o resultado adverso e atacava desordenadamente. Aos 23 minutos, Evertinho recebeu driblou o goleiro umas 3x até cruzar para Willian perder o gol sem goleiro e liquidar o confronto.

Passados 30 minutos, já não havia mais técnica e sem vontade de ambas as equipes. A chuva que começava a cair também atrapalhava as ações dos atletas, e assim o duelo era feito por meio de ligações diretas. Nos últimos 10 minutos, pouca coisa se viu, onde o REC só alçava bolas na área e o São Joseense administrava a partida e aguardava pelo apito final do árbitro. Sem oportunidades neste fim, o placar ficou em 1 a 0.

FICHA TÉCNICA
REC 0 X 1 INDEPENDENTE SÃO JOSEENSE

REC: Julio Cesar; Leandro (Tony), Spice, João Pedro e Weslen; Bruno Alemão, Rhuan, Bruninho (Paulinho) e Michel (Matosinho); Tharlles e Vieira.
Técnico: Rubens Sanches.

Independente: Juninho; Jader, Caio, João e Evandro (Lapa); Marcelo, Evertinho (John), Sotto e Lucy; Robinho e Willian.
Técnico: Ageu.

Local: Estádio Érich Georg, em Rolândia (PR).
Data/Horário: 19/11/2017, às 16h30.
Árbitro: Rogerio Menon da Silva.
Assistentes: Vinicius Leandro Moreira Martins e Cesar da Silva Nogueira.

Público/Renda: 374 pagantes/ 448 total/ R$ 4.230,00.
Cartões Amarelos: Bruno Alemão (REC). João (São Joseense).
Gols: Willian 41’ do 1º tempo pelo São Joseense.

Siga em:
Em Curitiba, Imperia
Coritiba joga mal e

<p>Comunicação e Marketing. Apaixonado por futebol, xícaras e camisas de clubes. Em busca dos sonhos e objetivos que a vida proporciona.</p>

Classifique este artigo