Sequência de resultados ruins elimina qualquer aspiração do Rio Branco no Paranaense

A assombrosa sequência de resultados negativos do Rio Branco eliminou qualquer sonho que o clube tinha de conseguir objetivos maiores no Campeonato Paranaense. Após a derrota contra o Coritiba na final da Taça Dionísio Filho, poucos acreditavam que o alvirrubro conseguiria repetir o feito histórico. O que se esperava, porém, era que o clube voltasse à briga por vagas em competições nacionais. Não foi o que aconteceu. Sem chances de alcançar as semifinais da Taça Caio Júnior, o Leão da Estradinha também não tem mais possibilidades matemáticas de conquistar uma vaga na Série D de 2019 pelo estadual.

Para se ter uma ideia da gravidade da situação, o time que menos somou pontos até agora no Paranaense foi o Prudentópolis. Mesmo assim, o Tigre ainda tem chances matemáticas de avançar às semifinais. Portanto, o Rio Branco é o único clube que passa a focar exclusivamente na luta contra o rebaixamento. Os adversários diretos são o próprio Prudentópolis e o CE União. Com duas partidas restantes, o Leão da Estradinha precisa se recuperar o quanto antes possível para não depender dos outros resultados.

Ainda há esperanças?

A luta no Campeonato Paranaense é realmente pela manutenção da vaga na primeira divisão. Contudo, o Rio Branco ainda pode conquistar uma vaga na Série D pela Taça FPF. A competição é sub-23 e ocorre no segundo semestre do ano. No ano passado, o alvirrubro parou nas semifinais, quando foi eliminado nos pênaltis pelo Cascavel. Entretanto, o caminho na Taça FPF é difícil, visto que apenas o campeão do torneio se classifica para a quarta divisão nacional.

Calendário e outros problemas

A próxima rodada reserva um confronto direto para o Rio Branco. O jogo é contra o Prudentópolis, na Estradinha. Caso seja derrotado, o Leão da Estradinha vê o adversário ultrapassar chegar aos oito pontos na classificação geral. Isso significaria a entrada do time do litoral na zona de descenso.

Para deixar a situação ainda mais tensa, informações de bastidores revelam que o goleiro Jhones se desligou do clube. A iniciativa  não teria sido da diretoria. A princípio, o arqueiro teria sido multado pelos dirigentes por conta da má atuação contra o Atlético-PR. Revoltado com a decisão, Jhones teria deixado o clube e não deve mais vestir a camisa do Rio Branco.

Foto: Martins Neto/Cianorte Oficial

Siga em:
Portuguesa perde par
Coritiba só empata

Estudante de Engenharia, fanático por futebol. Encontro nos textos uma forma de desenvolver novas aptidões e acompanhar de perto os bastidores do futebol.

Classifique este artigo