Prudentópolis sofre gol no fim e perde para o São José-RS fora de casa

Prudentópolis quase pontuou fora de casa pelo Grupo A17 da Campeonato Brasileiro da Série D. O Prude foi até Porto Alegre (RS) enfrentar o líder São José-RS pela quarta rodada da primeira fase, mas sofreu um gol já aos 47′ da etapa final e perdeu por 2 a 1. Com a derrota a equipe paranaense segue com três pontos e não consegue mais alcançar o líder que agora tem 12 pontos. Para se classificar, o time precisa vencer os próximos dois jogos, o Brusque perder os dois e ainda contar com combinação de resultados de outros grupos para ter uma das melhores campanhas de segundos colocados.

Na próxima rodada, a penúltima da primeira fase, o Prudentópolis recebe o Brusque-SC no domingo (20) às 20h no Estádio Newton Agibert, em Prudentópolis. Já o São José joga mais uma em casa, encara o Mogi Mirim-SP no sábado (19).

Prude sofre gol no início mas é efetivo para empatar

Jogando em casa e com o apoio da torcida, o São José começou na pressão contra o Prude. Os mandantes apostavam em jogadas laterais, e assim saiu o primeiro gol logo aos 5 minutos. Em jogada pelo lado esquerdo, a bola foi lançada na área e na sobra Márcio Jonatan aproveitou e chutou no canto para abrir o placar. Quatro minutos depois, os gaúchos precisaram fazer a primeira substituição. O lateral-esquerdo Romano sentiu uma lesão e deu lugar à Marcelo.

Atrás no placar, o Prudentópolis aos poucos avançou a marcação e conseguiu equilibrar na posse de bola, porém a maior dificuldade era para finalizar as jogadas. Na melhor chance do Prude no primeiro tempo a bola entrou. Aos 30 minutos, em contra-ataque, Nei lançou Gustavo Índio que driblou o goleiro e marcou um belo gol no Passo D’Areia, deixando tudo igual no marcador.

Gaúchos pressionam marcam no apagar das luzes

O começo da segunda etapa foi como a primeira, com o São José pressionando bastante o Prudentópolis, a diferença é que o domínio do Zeca foi por todo o segundo tempo. Embora tivesse mais presença ofensiva, os mandantes tinham dificuldades de infiltrar na área paranaense, e as principais oportunidades criadas foram na bola parada e em chutes de longa distância.

A primeira grande chance do São José foi aos 18 minutos, Wagner cobrou falta, Doni espalmou e no rebote Márcio Jonatan chutou e Doni praticou uma excelente defesa. Dois minutos depois foi a vez de Clayton tentar em cobrança de falta, mas mandou para fora. Já aos 29′ Fabiano finalizou de fora da área, a bola desviou na zaga e quase surpreendeu o goleiro Doni.

Satisfeito com o empate, o Prudentópolis apenas se defendia e ao longo de todo o segundo tempo não conseguiu ameaçar o gol defendido por Fabio. Já perto dos acréscimos, aos 44 minutos, Kairo recebeu o segundo cartão amarelo, e com um a menos o Prude sofreu o gol aos 47 minutos. Matheuzinho saiu na cara do gol e após lançamento de Anderson Canhoto e fez o segundo para o São José. Sem tempo para reagir, o Prude retorna de Porto Alegre com uma derrota na bagagem.

 

FICHA TÉCNICA
SÃO JOSÉ-RS 2X1 PRUDENTÓPOLIS

São José-RS: Fábio; Márcio Lima, Bruno Jesus, Wagner e Romano (Marcelo); Felipe Guedes, Fabiano, Clayton (Anderson Canhoto) e Kelvin (Janderson); Matheusinho e Márcio Jonatan.
Técnico:
Rafael Jaques.

Prudentópolis: Doni; Nei, Salazar, João Paulo e Renan Macedo (Romeo); Levy, Wélton (Wesley), Marcelo, Kairo e Gustavo Índio (Alan Machado); Gabriel.
Técnico: Paulo Massaro.

Local: Estádio Passo D’Areia, em Porto Alegre (RS)
Data/ Horário: 13/05/2018 às 16h
Árbitro: Emerson Ricardo de Almeida Andrade (BA)
Assistentes: Edevan de Oliveira Pereira (BA) e Claudio Antônio Douglas da Silva (BA)

Cartões amarelos: Felipe Guedes, Fabiano, Márcio Lima (São José). Kairo, Romeo, Nei (Prudentópolis)
Cartão vermelho: Kairo (Prudentópolis)
Gols: Márcio Jonatan aos 5′ do 1º tempo e Matheuzinho aos 47′ do 2º tempo para o São José-RS. Gustavo Índio aos 30′ do 1º tempo para o Prudentópolis

Foto: Lucas Henrique/Prudentópolis Oficial.

Siga em:
Com promoção de Di
Pablo marca, mas Atl

Formado em Jornalismo e Letras, estou no Redação em Campo desde 2013 e atualmente exerço a função de Coordenador de Jornalismo. Também sou professor de Língua Portuguesa.

Classifique este artigo