18 de November de 2017 10:04:20

Próximo de fazer história, Operário recebe Maranhão no Germano Krüger

A próxima segunda-feira (14) promete ser um dia histórico em Vila Oficinas. No último final de semana, o Operário Ferroviário fez sua parte ao vencer o Maranhão fora de casa pelas quartas de final da Série D. E a torcida correspondeu: esgotou os ingressos colocados à venda para a partida de volta e forçou a diretoria do Fantasma a liberar espaço no setor visitante. Por conta disso, a previsão de público no Germano Krüger é de 8832 pessoas – capacidade atual do estádio.

Em campo, a equipe comandada por Gerson Gusmão deve ser a mesma das demais partidas. O goleiro Simão foi o único atleta a ficar de fora dos treinamentos durante a semana. No entanto, em entrevista coletiva realizada na última sexta-feira (11), Gusmão confirmou a titularidade de Simão. Quem tem problemas, na verdade, é o adversário. Chico Bala e Curuca receberam o terceiro cartão amarelo e estão suspensos. Sendo assim, o Maranhão deve entrar em campo com Rômulo Ferreira e Adauto na equipe titular.

A vantagem construída no jogo de ida tem sido bem vista pela torcida do Operário. Os jogadores e a comissão técnica, porém, têm evitado pensar desta forma. Para conter os ânimos, o discurso adotado na sala de imprensa do Estádio Germano Krüger é na maioria das vezes cauteloso. “Precisamos ser ofensivos como fomos nos outros jogos, não podemos ficar agarrados nesta vantagem. Temos que jogar o jogo como se precisássemos ganhar, tomando os cuidados para não ficarmos expostos”, afirmou o técnico Gersinho.

Caso garanta o acesso à Série C, o Alvinegro será apenas o segundo clube paranaense a conseguir tal feito. Em 2014, o Londrina conquistou o acesso diante do Anapolina (GO). Em 2010 e 2015, o Fantasma bateu na trave na Série D, sendo eliminado nas quartas de final por Madureira (RJ) e Remo (PA) respectivamente. Em 2012, o Cianorte perdeu a vaga para o Mogi Mirim (SP) nos pênaltis.

FICHA TÉCNICA
OPERÁRIO X MARANHÃO (MA)

Operário: Simão; Danilo Baia, Sosa, Alisson e Peixoto; Chicão, Índio, Athos e Washington; Quirino e Lucas Batatinha.
Técnico: Gerson Gusmão.

Maranhão (MA): Rodrigo Ramos; Michel, Ramon, Yuri e Rômulo Ferreira; Claison, Sandro, Eloir e Adauto; Naoh e Jonas Alves.
Técnico: Ruy Scarpino.

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR).
Data/Horário:
14/08/2017, às 21h
Árbitro:
Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)
Assistentes:
Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

Foto: Bianca Machado/Operário Ferroviário Oficial

Siga em:
Londrina falha nas b
No 300º jogo de Wev

Estudante de Engenharia, fanático por futebol. Encontro nos textos uma forma de desenvolver novas aptidões e acompanhar de perto os bastidores do futebol.

Classifique este artigo