18 de November de 2017 10:20:39

Primeiro geral da Série D, Operário tem problemas para a volta das semifinais

No último domingo (20), o Operário Ferroviário teve um compromisso difícil pela Série D do Campeonato Brasileiro. Jogando no Estádio Florestão, em Rio Branco (AC), o Fantasma passou sufoco na segunda etapa da partida contra o Atlético-AC. Apesar disso, a equipe segurou o empate em 0 a 0 e alcançou a liderança geral do nacional. Mas nem tudo está bem: o Alvinegro precisará de alterações no esquema para a partida de volta.

Até a última partida, o Operário tinha perdido jogadores por suspensão em apenas duas ocasiões na Série D. Agora, o problema é em dose dupla: o zagueiro Alisson e o atacante Lucas Batatinha levaram o terceiro cartão amarelo. Na zaga, nada grave. As opções ficam entre Diego Macedo e Tiago Alencar. No ataque, porém, o técnico Gerson Gusmão precisará mexer na característica da equipe. O atleta mais parecido com Lucas Batatinha é o também centroavante Vandinho, que está machucado. A tendência é que adaptações sejam feitas para permitir a entrada de Jean Carlo, Robinho ou Schumacher.

Em coletiva de imprensa realizada na tarde desta terça-feira (22), Gersinho deixou a questão em aberto. Como os trabalhos do Alvinegro ainda não retornaram, a escolha para a parte ofensiva deverá ser moldada com base nos treinamentos futuros da equipe. “Podemos jogar com qualquer característica. É uma escolha que vou ter que fazer. Temos uma semana inteira para trabalhar, não iniciamos os trabalhos ainda. Vamos pensar bem, porque vai mudar um pouco do nosso posicionamento. Primeiro precisamos ver os treinamentos, ver como a equipe vai se adaptar à essas mudanças, para então optar pela melhor escolha”, avaliou o treinador.

Outro ponto comentado pelo técnico foi o resultado de domingo. Para Gusmão, o ideal era que a equipe marcasse gols na partida, mas pelas circunstâncias da segunda etapa, o empate sem gols foi um grande resultado. “O resultado foi bom. No segundo tempo, nossa equipe não jogou como esperávamos e o adversário foi superior. Quando você não joga bem, seu adversário é superior e mesmo assim você não perde o jogo, é sinal de que o resultado foi bom”.

Quase lá

O Estádio Germano Krüger vai ferver na próxima segunda-feira (28). Às 21h15, o Fantasma encara o Atlético-AC pela partida de volta das semifinais da Série D. Qualquer vitória coloca o Operário na final da competição. Um novo empate sem gols leva a decisão para os pênaltis. Os demais resultados classificam o Atlético-AC.

Foto: José Tramontin/Operário Ferroviário Oficial

Siga em:
Diretoria do REC apr
Atlético-PR tem seq

Estudante de Engenharia, fanático por futebol. Encontro nos textos uma forma de desenvolver novas aptidões e acompanhar de perto os bastidores do futebol.

Classifique este artigo