Paranaense Feminino começa domingo; conheça os participantes

A edição 2018 do Campeonato Paranaense Feminino tem início neste domingo (2), desta vez com quatro equipes: Foz Cataratas, Grecal, Imperial e Toledo.

O Paranaense Feminino tem registro desde 1998 e teve como primeiro bicampeão o União Ahú, de Curitiba. Em 2000, o título foi para o interior, com o Grêmio Maringá, e em 2001 para o Gresfi, time de Foz do Iguaçu. Entre 2002 e 2004, quem levou a taça foi o tradicional Novo Mundo, da capital. Nos próximos três anos o título ficou com a cidade de São José dos Pinhais: São José ganhou em 2006 e 2006 e o Jaborá em 2007. O Novo Mundo retomou o troféu em 2008. A partir de 2010, a taça ficou com o Foz Cataratas.

Nas temporadas de 2015 e 2016, a competição ficou paralisada, sendo retomada em 2017, com o Foz Cataratas conquistando o título.

Jogo entre Imperial e Foz Cataratas, no Estadual de 2017. Foto: Patricia Zeni / Redação em Campo

Foz Cataratas
Atual campeão, o Foz Cataratas entra no estadual também como o maior vencedor da competição: conquistou os títulos entre 2010 e 2014. Único representante do estado no Brasileiro, as Poderosas foram eliminadas na primeira fase, colocando todas as atenções no Paranaense Feminino. Neste ano, elas jogam a primeira fase inteira dentro de casa.
Quem comanda a equipe é o técnico Ivan Mororo.
Provável escalação: Jessica; Bruna, Tahyla e Bruna Amarante; Tatá, Vero, Rocha, Thaynara, Pelé, Katielle e Jaqueline.

Grecal
Estreante no Estadual, o Grecal, de Campo Largo, tem uma parceira com o Inter Amigos, clube de futebol 7 que disputa campeonatos como a Delas Cup, Copa Show de Bola e Campeonato Paranaense Fut7. As meninas buscam uma vaga para a seletiva do Brasileiro Série A2, caso sejam campeãs ou vice com o Foz Cataratas em primeiro.
Elas estreiam fora de casa, e assim farão todo o primeiro turno, jogando em seus domínios apenas no returno.
Quem comandará a equipe é o técnico Mozer.

Imperial
No segundo estadual seguido, o Imperial está se consolidando no futebol feminino paranaense. No ano passado, o único representante da capital ficou com a terceira posição no Paranaense Feminino e neste ano briga novamente pela vaga na seletiva do Brasileiro Série A2.
O técnico Diego Borges é o comandante da equipe.

Toledo
Com parceira pelo segundo ano seguido com a equipe de Ouro Verde, o Toledo foi quem conquistou a vaga para a seletiva da Série A2 no ano passado. Para esta temporada, o elenco também disputa o campeonato da Secretaria de Esportes pela categoria Sub-17.
A equipe é comandada, novamente, pelo técnico Jaime Lira.

Partida entre Imperial e Toledo, em 2017. Foto: Patricia Zeni / Redação em Campo

1ª rodada – 02/09 – 15h30

Foz Cataratas x Toledo
Local: Estádio Pedro Basso, em Foz do Iguaçu
Árbitro: Felipe Gomes da Silva
Assistentes: Ronald Germano Welter e Luiz Eduardo Soares

Imperial x Grecal
Local: Estádio Octávio Silvio Nicco, em Curitiba
Árbitro: Marco Antônio dos Santos Travessolo
Assistentes: Ariana Aline Floriano e Raphaela dos Santos Vieira

2ª rodada – 07/09 – 15h30

Foz Cataratas x Grecal
Local: Estádio Pedro Basso, em Foz do Iguaçu

Toledo x Imperial
Local: Estádio 14 de Dezembro, em Toledo

3ª rodada – 09/09 – 15h30

Foz Cataratas x Imperial
Local: Estádio Pedro Basso, em Foz do Iguaçu

Toledo x Grecal
Local: Estádio 14 de Dezembro, em Toledo

4ª rodada – 06/10 – 15h30

Toledo x Foz Cataratas
Local: Estádio 14 de Dezembro, em Toledo

Grecal x Imperial
Local: Estádio Monte Bérico, em Curitiba

5ª rodada – 12/10 – 15h30

Imperial x Toledo
Local: Estádio Octavio Silvio Nicco, em Curitiba

Grecal x Foz Cataratas
Local: Estádio Atílio Gionedis, em Campo Largo

6ª rodada – 14/10 – 15h30

Grecal x Toledo
Local: Estádio Atílio Gionedis, em Campo Largo

Imperial x Foz Cataratas
Local: Estádio Octavio Silvio Nicco, em Curitiba

Foto: Christian Rizzi / Foz Cataratas

Siga em:
Com reforços dentro
Na primeira rodada d

Estudante de jornalismo. Apaixonada por futebol feminino e cultura italiana.

Classifique este artigo