28 de June de 2017 12:08:05

Paraná fica no zero com Figueirense na Copa da Primeira Liga

Paraná Clube e Figueirense se enfrentaram nesta noite (02) pela Copa da Primeira Liga no Estádio da Vila Capanema, e apesar de boas chances para os dois lados ao longo da partida, as duas equipes não saíram do zero, em Curitiba. Com o resultado, o Tricolor chegou a 4 pontos na classificação mantendo a vice liderança do Grupo D e torce agora para o tropeço do Figueira no dia 22 de março no clássico catarinense diante do Avaí, em Florianópolis (SC), para avançar ás quartas-de-final da competição.

Tricolor sofre pressão do Figueirense

O jogo na Vila Capanema começou truncado, tanto que o Figueirense teve que forçar sua primeira substituição logo aos 5 minutos. O lateral-esquerdo Juliano sentiu uma lesão no campo de defesa e teve que deixar o gramado dando lugar a Guilherme Morassi. Mas a equipe catarinense e esteve perto de abrir o placar aos 25, após escanteio, Dirceu subiu mais alto que os marcadores, fazendo a bola tirar tinta da trave direita.

Já o Paraná tinha dificuldades de sair jogando e tomou um contra-ataque, que quase acabou em gol aos 26 minutos. O zagueiro Airton errou o passe e Yago ficou com a bola, invadiu a área e bateu cruzado rasteiro a direita de Léo, o goleiro paranista teve sorte no lance vendo a bola ir para fora. Um pouco depois, aos 30, nova chegada do time de Floripa, desta vez no chute de fora da área de Helder, mandando para a linha de fundo, assustando o arqueiro do Tricolor.

Só dava Figueirense no jogo e aos 37 minutos nova investida dos catarinenses. O lateral Dudu fez boa jogada pela direita, passou como quis pele defesa trazendo para a esquerda e mandou de canhota com direção ao gol, mas Léo caiu bem no lado direito e espalmou para fora. Aos 41, o Paraná finalmente deu seu primeiro chute com Leandro Vilela, que soltou a bomba do meio da rua, mas a bola passou longe da meta.

Time paranista melhora, mas para na defensiva catarinense

Na volta do intervalo, o Paraná foi quem teve a primeira chance do segundo tempo. Aos 3 minutos, após falta cobrada na área, o zagueiro Airton escorou de cabeça entre os marcadores, mas o goleiro Thiago Rodrigues segurou firme. E parecia que o Tricolor voltou com mais vontade e aos 8 minutos chegou perto de tirar o zero do marcador. Após cruzamento de Diego Tavares, Renatinho apareceu para o cabeceio, só que acabou mandando por cima do travessão.

Renatinho novamente apareceu um pouco depois. Aos 13 minutos, o meia paranista soltou o canudo de canhota de fora da área, e Thiago Rodrigues fez a defesa. O Figueirense tentava surpreender os donos da casa no toque de bola, e assim criou uma boa jogada para marcar. Aos 24, Bill recebeu livre e na hora de finalizar preferiu dar o passe de letra para Hélder na grande área, mas a zaga paranista chegou na hora certa para o bote e afastou o perigo.

O Tricolor respondeu aos 32 minutos com Bruno Cantanhede, o atacante paranista passou por dois defensores na área, só que foi travado na hora do chute no momento certo para marcar.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ CLUBE X FIGUEIRENSE

Paraná: Léo; Diego Tavares, Airton, Eduardo Brock e Igor; Leandro Vilela (Alex Santana), Gabriel Dias, Matheus Carvalho (Nathan) e Renatinho; Ítalo (Felipe Alves) e Bruno Cantanhede.
Técnico: Wagner Lopes.

Figueirense: Thiago Rodrigues; Dudu, Dirceu, Bruno Alves e Juliano (Guilherme Morassi); Josa, Yago, Helder e João Pedro; Marcus Índio (Elias) e Bill (Everton).
Técnico: Márcio Goiano.

Local: Estádio Durival de Britto e Silva (Vila Capanema), em Curitiba.
Data/Horário: 02/03/2017, às 19h15.
Árbitro: Renato Cardoso da Conceição (MG).
Assistentes: Magno Arantes Lira (MG) e Leonardo Henrique Pereira (MG).

Público/Renda: 2.694 pagantes / 2.746 total / R$ 33.601,00.
Cartões amarelos: Aírton, Felipe Alves e Bruno Cantanhede (Paraná). Bill e Guilherme Morassi (Figueirense).

Siga em:
Estatísticas e arti
Lucas Leme comenta s

Jornalista formado pela na Universidade Tuiuti do Paraná. Começou como estagiário em 2005 no jornal Folha de Guaratuba, onde atuou até 2007. Desde 2012 no Redação em Campo. Em 2013 passou a cobrir o Paraná Clube. Além de ser apaixonado por futebol, também acompanha vôlei, basquete, tênis e automobilismo. Voluntário da FIFA na Copa 2014.

Classifique este artigo