Paraná Clube e Atlético-PR empatam sem gols na Vila Capanema pela Série A

Na manhã desse domingo (27), o Paraná Clube recebeu o Atlético-PR na Vila Capanema em partida válida pela sétima rodada do Brasileiro Série A, e as equipes empataram pelo placar de 0 a 0. O Tricolor vai a três pontos na classificação e o Furacão com seis.

Na próxima rodada o Paraná viaja até o Rio de Janeiro para enfrentar o Vasco em São Januário, na quarta-feira (30), às 19h30. Já o Atlético recebe o Santos na Arena da Baixada na quinta-feira (31), às 21h.

Paraná Clube finaliza mais e primeiro tempo termina sem gols

A primeira chance do jogo veio com o Atlético, após trocas de passe no ataque, Camacho chutou rasteiro e a bola passou próxima a trave. Aos nove, o Paraná construiu um bom contra ataque, com o Furacão tocando a bola no campo de ataque para achar espaços, Carlos recuperou, passou pelos marcadores no meio campo, porém a bola foi recuperada na defesa pelo Atlético.

O jogo passou a ter várias faltas, com Leandro Vilela levando cartão amarelo para o lado paranista e Guilherme pelo lado atleticano, antes dos 15 minutos. O Paraná tentou ameaçar o gol de Santos aos 17’, mas no cruzamento o goleiro interceptou. Aos 22’, Santos segurou firme o cabeceio de Mansur, que apareceu após cruzamento da direita. Aos 27’, foi a vez de Thiago Rodrigues defender: após Cleber Reis perder a bola no meio campo, Guilherme recebeu pela direita e tentou o cruzamento, interceptado pelo goleiro.

Aos 28’, Torito recebeu na entrada da área após o goleiro Santos soltar a bola, mas mandou para cima, longe do gol. Aos 31’, um perigoso escanteio cobrado por Caio Henrique e desviado por Neris passou a direita do goleiro atleticano. Aos 33’, com o Paraná ainda no ataque, Vilela desviou o escanteio e mandou no travessão. Aos 39’, o Atlético voltou a ter chance, com falta cobrada por Carleto, a bola foi para escanteio e em seguida rechaçada pela defesa adversária.

No final do primeiro tempo, com o Furacão com posse de bola e procurando espaços na defesa, Carlos puxou contra ataque para o Tricolor, Caio tentou cruzamento e a bola foi para escanteio, que a defesa tirou. Na sequencia quem tentou o contra ataque foi o Atlético, mas sem sucesso.

Jogo termina como começou e Paraná e Atlético seguem sem vencer

O segundo voltou quente, com o Paraná tendo uma falta marcada no ataque após Carlos recuperar a bola, porém Caio Henrique continuou com a bola e o árbitro não deu a vantagem. Na sequência o Atlético teve uma boa chance no cabeceio de Pablo, que mandou por cima do gol.

As duas equipes erravam muitos passes quando estavam no ataque. Aos 18’, Caio Henrique recebeu livre, de frente para o gol e mandou para fora, na melhor chance de gol da segunda etapa. Aos 20’, foi a vez do Atlético chegar bem ao ataque, mas a defesa paranista conseguiu antecipar. Aos 23’, Nikão ficou cara a cara com o goleiro Thiago Rodrigues, que fechou o ângulo e fez grande defesa, na sequencia com o escanteio Pablo cabeceou para fora.

O panorama do jogo continuava o mesmo, com o Atlético com a posse de bola e tocando no meio de campo, o Paraná tentava sair nos contra ataques. Aos 35’, o Furacão teve escanteio, José Ivaldo tentou, mas Thiago Rodrigues defendeu. Aos 36’, o Tricolor reclamou de um pênalti não marcado em Léo Itaperuna.

Aos 44’, Caio Henrique teve mais uma boa chance após recuperação de bola por parte do Paraná, na hora do chute Thiago Heleno desviou para escanteio, nesse momento o Tricolor teve uma sequencia de escanteios, exercendo uma certa pressão no final.

FICHA TÉCNICA
PARANÁ  0x0 ATLÉTICO-PR

Paraná: Thiago Rodrigues; Junior, Neris, Cleber Reis e Mansur; Leandro Vilela (Carlos Eduardo), Jhonny Lucas, Torito (Léo Itaperuna) e Caio Henrique; Silvinh)o (Guilherme Biteco) e Carlos
Técnico:
 Rogério Micale

Atlético-PR: Santos; Thiago Heleno, Zé Ivaldo e Wanderson; Matheus Rossetto, Camacho, Lucho González (Bruno Guimarães) e Carleto; Guilherme (Raphael Veiga), Nikão e Pablo.
Técnico: Fernando Diniz

Local: Vila Capanema, em Curitiba
Data/Horário: 27/05/2018 às 11h
Árbitro: Vinicius Gonçalves Dias Araujo  (SP)
Assistentes:  Emerson Augusto de Carvalho (FIFA – SP) e Alex Ang Ribeiro (SP)

Público/Renda: 6446 pagantes / 7450 total / R$ 146.405,00
Cartões amarelos: Vilela, Júnior, Neris (Paraná); Guilherme (Atlético)

Foto: Patricia Zeni / Redação em Campo

Siga em:
Com torcida única,
Operário derruba in

Estudante de jornalismo. Apaixonada por futebol, principalmente o feminino, motovelocidade e rugby.

Classifique este artigo