Ouro Verde/Toledo se prepara para disputa do Brasileiro Feminino A2

A equipe do Ouro Verde/Toledo, que garantiu classificação para a segunda divisão do Campeonato Brasileiro Feminino ficando com o vice campeonato no estadual ano passado, está treinando desde o dia oito de janeiro visando a disputa da competição nacional.

Desde dezembro do ano passado, o clube recebe jogadoras para a realização de testes para as categorias de base e time principal e mais de 60 atletas já foram observadas.

O primeiro reforço anunciado foi o retorno da zagueira Nathyelle Santos, de 18 anos, que no início de 2017 foi convocada para a seleção Sub-20. A atacante Ketlin, de 14 anos, vai reforçar o Sub-17, assim como a meio campista Andressa Martins, que também vai participar do time principal. Edimara Capanema, ponta direita, Maria Luiza Brandelero, atacante, também foram aprovadas para a equipe principal.

As atletas Zanotti, Negrini e Meira, destaques do elenco Sub-17 renovaram os contratos e seguem com a equipe para 2018. O desfalque fica por conta da atacante Agostini, que se lesionou, passou por cirugia e ficará oito meses parada.

Alguns jogos treinos também foram realizados, um contra a equipe do Philadalphia FC, ainda em 2017, e contra o time masculino de São José das Palmeiras e serviram para o técnico Jaime Lira avaliar as atletas da equipe principal, base e em testes. A fase preliminar do Brasileiro A2 está marcada para o dia 18 de março.

Foto: Ouro Verde Futebol Feminino / divulgação

Siga em:
ACP vence jogo-trein
Atlético-PR empata

Estudante de jornalismo. Apaixonada por futebol feminino e cultura italiana.

Classifique este artigo