Operário goleia Independente em último teste antes da Segundona

Na manhã deste sábado (3), duas equipes da Segundona Paranaense estiveram frente a frente em jogo-treino. Jogando no Estádio Germano Krüger, o Operário Ferroviário aproveitou a força da bola parada para golear o Independente São Joseense: 4 a 1.

O Fantasma teve dois destaques. O lateral-direito Danilo Báia reviveu os bons momentos de 2015 e foi o principal garçom do time da casa. O artilheiro do jogo foi o volante Erick, com dois gols. Com a boa atuação, o jogador cresceu na disputa por uma vaga no time que iniciará a partida contra o Andraus no próximo sábado (10).

Bola parada venenosa

Mesmo jogando fora de casa, o Independente São Joseense começou a partida pressionando o Operário. Aos cinco minutos, o goleiro Simão já havia realizado duas defesas difíceis para o Fantasma. Mas não tardou para o Alvinegro tomar o domínio do jogo.

Aos dez minutos, Danilo Báia cobrou escanteio na cabeça de Erick. O volante testou firme para o gol e abriu o placar para o Operário. Dois minutos depois, o próprio Erick roubou bola no meio, puxou contra-ataque e bateu forte de fora da área, obrigando o goleiro Carlinhos a fazer boa defesa para evitar o gol.

O Fantasma continuou em cima do adversário, mas o segredo do gol estava mesmo nos pés de Danilo Báia. Aos 46 minutos, o lateral cobrou novo escanteio, e Alisson marcou de cabeça para dar boa vantagem ao Alvinegro no intervalo.

Fantasma mantém controle das ações e define resultado

O Operário voltou para a segunda etapa com duas mudanças. Robinho e Anderson Paraíba entraram nos lugares de Athos e Cleyton. Com isso, o Fantasma passou a imprimir maior velocidade no jogo. O Independente, por sua vez, teve dificuldades para manter a forte marcação que colocou na primeira etapa.

Aos cinco minutos, Danilo Báia colocou falta na área, a zaga do Independente tirou mal, e Sosa completou para o gol. A bola parada do Alvinegro continuou  funcionando. Aos 14 minutos, Robinho bateu falta com jeito, e Erick, de cabeça, fez seu segundo gol no jogo.

O técnico Gerson Gusmão aproveitou o restante do jogo-treino para testar outros jogadores. Com isso, o Operário diminuiu o ímpeto, e o Independente passou a chegar mais ao ataque. O time de São José dos Pinhais melhorou na transição para o ataque, mas pecou nas finalizações até os 46 minutos da segunda etapa. No apagar das luzes, em jogada de pivô, a bola sobrou para Willian marcar o gol de honra dos visitantes.

Foto: José Tramontin/Operário Ferroviário Oficial

Siga em:
Londrina anuncia par
De volta ao Campeona

Estudante de Engenharia, fanático por futebol. Encontro nos textos uma forma de desenvolver novas aptidões e acompanhar de perto os bastidores do futebol.

Classifique este artigo