Operário fica no 1 a 1 com o Bragantino no GK

O Operário recebeu o Bragantino na tarde deste domingo (5) em partida válida pela 17ª rodada, primeira fase, do Campeonato Brasileiro da Série C. Já classificado para a próxima fase, o Fantasma fez um bom primeiro tempo e saiu na frente com gol de Bruno Batata, porém, na segunda etapa o Massa Bruta foi para cima e conseguiu o empate com Vitinho. Final em 1 a 1 no Germano Krüger, em Ponta Grossa.

Com o resultado, o Fantasma vai a 35 pontos e segue na liderança do Grupo B. O Bragantino, também classificado para o mata-mata, fica na quarta colocação com 26 pontos.

Na próxima rodada, última da primeira fase, o Operário enfrenta o Luverdense fora de casa. O Bragantino joga em casa recebendo o Cuiabá. Todas as partidas acontecem no sábado (11) às 17h.

Bom jogo e Fantasma na frente

Operário e Bragantino protagonizaram um jogo movimentado e bem disputado desde o começo de jogo. A primeira chance para o Fantasma aconteceu aos 3 minutos com Cleyton chutando forte, mas o goleiro Alex Alves fez a defesa. Dois minutos depois, jogada em velocidade de Raphael Soares, ele tentou o cruzamento, mas a bola parou no adversário.

Aos 8 minutos, o Massa Bruta cruzou para área, a zaga não conseguiu a defesa e a bola acabou com Rafael Chorão, ele soltou o pé e a bola bateu na rede no lado de fora.

O Operário mantinha maior posse de bola, mas a equipe paulista também apostava na marcação e em algumas jogadas. Aos 20′, Cleyton ia ficando em boa posição, mas acabou derrubado pela defesa.

Aos 23′, boa trama entre Cleyton e Índio, bola na área do Massa Bruta com Junior Goiano afastando o perigo. Aos poucos, o Fantasma ia construindo as oportunidades e cada vez mais perto do gol. Aos 26 minutos, jogada em contra-ataque, Cleyton cruza e Bruno Batata desvia de cabeça para abrir o marcador. Operário 1 x 0 Bragantino.

Com a vantagem, o Fantasma seguia dominando a partida, porém, com os visitantes tentando o contra-ataque. Nos instantes finais, o Bragantino pressionava, mas o a vitória parcial ficou com o OFEC.

Bragantino vai para cima e empata

Na segunda etapa, o Bragantino foi para cima do Operário que ficou mais na marcação esperando para dar o bote no adversário. Logo aos 3 minutos, Chorão cobrou falta, mas a zaga conseguiu afastar. Na resposta, Lucas Batatinha saiu rápido no contra-ataque, ele limpou, mas na finalização acabou mandando por cima do gol de Alex Alves.

Aos 9, o Operário perdeu uma grande chance de ampliar. Léo invadiu a área e fez o cruzamento, mas Bruno Batata não conseguiu completar a jogada. Aos 13′ a equipe do Fantasma ficou na bronca com a arbitragem depois de Bruno Batata cair na área. Os jogadores ficaram reclamando de pênalti de Junior Goiano em cima de Batata.

E aos 14 minutos, o Bragantino chegou ao empate. Boa jogada entre Vitinho, Rafael Chorão e Matheus Peixoto que resultou em gol de Vitinho. 1 a 1.

Com o passar do tempo, o Operário começou a cair de produção e, naturalmente, o Massa Bruta cresceu oferecendo muito perigo. Aos 24′ Marquinhos tentou, mas a defesa do OFEC conseguiu evitar a jogada.

Depois das substituições, o Operário voltou a ter mais movimentação e aos 33 minutos Dione bateu de longe, mas o arqueiro Alex Alves defendeu. No minuto seguinte, grande chance, Cleyton foi para finalização, mas a bola acabou ficando com o goleiro.

Nos últimos minutos, o OFEC até tentou, e o Massa Bruta chegou a balançar as redes aos 43 minutos, mas o árbitro invalidou o gol por falta do ataque. O jogo seguiu até os 50 minutos e o resultado final ficou mesmo no 1 a 1.

FICHA TÉCNICA
OPERÁRIO 1 X 1 BRAGANTINO

Operário: Simão; Léo, Peixoto, Sosa e Raphael Soares; Índio, Erick, Xuxa (Robinho) e Cleyton; Lucas Batatinha (Dione) e Bruno Batata (Schumacher).
Técnico: Gerson Gusmão.

Bragantino: Alex Alves; Buiú, Júnior Goiano, Juliano e Marlon (Marquinhos); Adenilson, Magno, Fabiano, Rafael Chorão e Vitinho (Fernandinho); Matheus Peixoto (Gustavo Vintecinco).
Técnico: Marcelo Veiga.

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR).
Data/Horário: 05/08/2018, às 15h30
Árbitro: Dyorgines José Padovani de Andrade (ES).
Assistentes: Fabiano da Silva Ramires (ES) e Vanderson Antonio Zanotti (ES).

Público/Renda: 3.459 pagantes/ 3.931 total/ R$ 54.430,00
Cartões Amarelos: Peixoto, Robinho, Simão, Rafael Soares (Operário). Adenilson, Rafael Chorão, Junior Goiano (Bragantino).
Gols: Bruno Batata aos 26′ do 1º tempo para o Operário. Vitinho aos 14′ do 2º tempo para o Bragantino.

Foto: Operário Ferroviário Oficial
Siga em:
Fora de casa, Atlét
Paraná Clube perde

O Redação em Campo é um portal de notícias voltado aos assuntos do futebol paranaense. É produzido por jornalistas, estudantes e profissionais da área de comunicação. Porque o Futebol Paranaense é a nossa paixão!

Classifique este artigo