Operário empata com Botafogo-SP e continua na liderança da Série C

O Operário Ferroviário segue como líder de seu grupo da Série C do Campeonato Brasileiro. Neste sábado, o Fantasma chegou a estar a frente do placar em duas oportunidades, mas terminou a partida empatado em dois gols com o Botafogo-SP. Os gols do time da casa foram marcados por Caio Dantas, enquanto o Operário anotou com Xuxa e Lucas Batatinha.

O Alvinegro mantém a distância de três pontos para o próprio Botafogo, que começou a rodada na vice-liderança. Contudo, o time de Ribeirão Preto pode ser ultrapassado pelo Cuiabá no fim da rodada – e a folga do Fantasma, neste caso, passa a ser de dois pontos. Na próxima rodada, o Operário enfrenta outro adversário paulista. Jogando no Estádio Germano Krüger, o Fantasma encara o Bragantino no domingo (5).

Fantasma abre o placar com belo gol, mas sofre o empate no fim

O Operário teve mudanças significativas em relação às demais partidas. Com Danilo Baia e Léo machucados, a solução encontrada para a lateral direita foi a improvisação do volante do Chicão. O zagueiro Sosa até viajou com a equipe, mas sentiu um desconforto às vésperas da partida e deu lugar a Rodrigo. Na frente, o técnico Gerson Gusmão preferiu não começar com Lucas Batatinha, que vinha de lesão. O escolhido para a equipe titular foi o meia Xuxa.

As mudanças parecem não ter afetado o desempenho do time. O Operário se manteve tranquilo no início, com grande partida do setor de marcação. O problema era a saída de bola, que apresentava muitos erros de passe e quebrava a maior parte das chances do Alvinegro.

Nenhuma das equipes conseguiu transformar os ataques em finalizações até a metade da primeira etapa. Mas o Fantasma foi eficiente. Logo na segunda chance criada, o time conseguiu encaixar uma grande jogada. Após contra-ataque rápido, Chicão recebeu em profundidade e cruzou rasteiro para a entrada da área. Xuxa, bem posicionado, colocou de primeira no canto e abriu o placar para o Operário.

O Alvinegro cresceu com o gol e no lance seguinte quase ampliou. Bruno Batata dominou com liberdade na direita e tentou cruzamento rasteiro, mas desta vez o goleiro Tiago Cardoso foi rápido e chegou antes do complemento de Robinho. O Fantasma travou o confronto e quase saiu vencedor da primeira etapa. Isso porque o Botafogo também conseguiu construir uma jogada com velocidade perto do fim dos 45 minutos iniciais. Aos 44, Peri atacou pela esquerda, cruzou rasteiro para o meio e Caio Dantas bateu no canto para sacramentar o empate na primeira etapa.

Lucas Batatinha entra e marca, mas Botafogo conquista novo empate tardio

O Botafogo voltou animado para a segunda etapa. Os mandantes seguravam a bola e tentavam aproveitar algum espaço na defesa do Fantasma. Mesmo assim, a atuação da dupla de zaga do Operário continuou impecável. O Tricolor de Ribeirão Preto rodava a bola, mas não encontrava o caminho do gol.

O time da casa conseguiu atacar com perigo perto dos 15 minutos. Robinho errou passe no ataque e o Botafogo partiu com velocidade. A jogada seguiu com Pimentinha, que rolou para Caio Dantas no meio, mas o atacante isolou. Aos 18, foi a vez de Pimentinha finalizar no canto, obrigando Simão a fazer um milagre para salvar o Operário.

O Alvinegro tentou encontrar brechas a partir da metade da segunda etapa. Aos 21 minutos, Peixoto chegou a balançar as redes em cabeçada, mas o juiz viu falta no lance e anulou. A partir disso, o técnico Gerson Gusmão buscou promover entradas de jogadores rápidos no time. Lucas Batatinha entrou no lugar de Robinho, enquanto Xuxa deu lugar a Dione.

A estratégia deu certo. O Fantasma passou a atacar mais e conseguiu tomar a frente no placar novamente. Aos 37 minutos, Lucas Batatinha recebeu com liberdade no meio e arriscou de longe. A bola bateu no travessão, pingou dentro do gol e saiu. O juiz, atento no lance, confirmou o segundo gol do Operário.

Mas quase nem deu tempo de comemorar. Aos 43 minutos, Marcelino cobrou falta na cabeça de Caio Dantas, que mandou no canto para marcar seu segundo gol no jogo. O Botafogo tentou pressionar o Alvinegro até o fim da partida, mas não conseguiu virar o placar.

FICHA TÉCNICA
BOTAFOGO-SP 2 X 2 OPERÁRIO

Botafogo-SP: Tiago Cardoso; Marcos Martins, Carlos Henrique, Plínio e Peri (Daniel Vançan); Matheus Jussa (Leandro Salino), Yuri (Marcelino), Felipe Augusto e Everton Santos; Pimentinha e Caio Dantas.
Técnico: 
Léo Condé.

Operário: Simão; Chicão, Alisson, Rodrigo e Peixoto; Erick, Índio, Xuxa (Dione) e Robinho (Lucas Batatinha); Cleyton (Serginho Paulista) e Bruno Batata.
Técnico: Gerson Gusmão.

Local: Estádio Santa Cruz, em Ribeirão Preto (SP).
Data/Horário: 28/07/2018, às 16h.
Árbitro: Denis da Silva Ribeiro Serafim (AL).
Assistentes: Rondinelle dos Santos Tavares (AL) e Maxwell Rocha da Silva  (AL).

Público/Renda: não divulgado.
Cartões Amarelos:
Peixoto, Rodrigo, Chicão e Dione (Operário).
Gols:
Caio Dantas, aos 44′ do 1º tempo e aos 43′ do 2º tempo para o Botafogo-SP. Xuxa, aos 24′ do 1º tempo e Lucas Batatinha, aos 37′ do 2º tempo para o Operário.

Foto: Raul Ramos/Agência Botafogo

Siga em:
De olho no G-4, Cori
Dagoberto marca, Vag

Estudante de Engenharia, fanático por futebol. Encontro nos textos uma forma de desenvolver novas aptidões e acompanhar de perto os bastidores do futebol.

Classifique este artigo