Operário derruba invencibilidade do Botafogo-SP e assume vice-liderança do grupo na Série C

O Operário recebeu a equipe do Botafogo-SP em partida válida pela sétima rodada do Campeonato Brasileiro da Série C. Num jogo bem movimentado no Germano Krüger, a Pantera saiu na frente com gol de Jhemy, de pênalti, logo aos seis minutos da primeira etapa, porém, o Fantasma conseguiu a virada com gols de Lucas Batatinha e Schumacher, duas vezes. Final em 3 a 1, derrubando a invencibilidade do Botafogo na competição.

Com o resultado, o Operário vai a 13 pontos e assume a segunda colocação do Grupo B. A equipe paulista fica com 12 pontos na terceira posição.

Na próxima rodada, o Operário enfrenta o Bragantino no Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista no sábado (2), às 16h, enquanto o Botafogo-SP encara o Ypiranga no Estádio Colosso da Lagoa em Erechim-RS, no domingo (3) às 15h.

Botafogo marca, mas Operário vira-vira

A bola rolou no Estádio Germano Krüger e as equipes buscavam movimentação, aos 3 minutos, o Operário chegou com Robinho e Léo, mas a defesa paulista conseguiu desarmar. Na sequência, o Botafogo respondeu com muito perigo ao gol de Simão. Porém, aos 6 minutos, a arbitragem sinalizou pênalti a favor da Pantera. Jhemy foi para a cobrança e colocou o Botafogo em vantagem.

O gol deu ainda mais movimentação ao jogo. O Operário tentava o empate trabalhando as jogadas, mas o Botafogo também vinha bem postado. Aos 21′, boa trama entre Schumacher e Lucas Batatinha que vai para a finalização, mas acabou se perdendo no arremate final. O Fantasma insistia e logo veio o empate. Aos 24′, cobrança de falta, jogada ensaiada e Lucas Batatinha mandou para as redes deixando tudo igual.

Neste momento, o Operário já vinha superior na partida. A equipe paulista voltou a ter uma chance aos 28′ em bola parada, mas desperdiçou a cobrança de falta. Aos 30′, Lucas Batatinha tentou o drible, a bola ficou com Robinho que finalizou, mas a bola bateu no adversário. Aos 32 minutos, foi a vez de Cleyton, ele se livrou do marcador, invadiu a área, mas a zaga cortou a jogada. O Fantasma dominava as ações e dando um verdadeiro sufoco na Pantera, desenhando o gol da virada.

Aos 38 minutos, Schumacher teve ótima oportunidade na pequena área, mas acabou perdendo o tempo da bola na hora do domínio. Três minutos depois, mais uma cobrança de bola parada. Schumacher subiu e de cabeça, marcou o segundo gol do Fantasma. Vira-vira no GK, Operário 2 a 1.

Schumacher marca o segundo e amplia vantagem

Para a segunda etapa, o técnico Léo Condé fez uma alteração sacando Lucas Mendes para a entrada de Marcos Martins, lateral por lateral. O Operário voltou com a mesma formação. Aos três minutos, a primeira tentativa foi do Fantasma, mas Cleyton, Schumacher e Léo estavam impedidos no lance. A equipe da casa seguia tentando, mas encontrou um adversário melhor postado na segunda etapa, não sendo tão fácil a articulação de jogadas.

Aos 11 minutos, tentativa de Jheimy pelo Botafogo. O goleiro Simão não tinha tido muito trabalho nos primeiros minutos. Aos 17 minutos, boa jogada entre Schumacher e Cleyton tentando Robinho, mas a bola desviou indo em escanteio.

O Operário estava mais perto de marcar o gol e aos 25 minutos, cobrança de falta de Cleyton, houve desviu e Schumacher subiu, mais uma vez de cabeça, mandando para o gol ampliando a vantagem em 3 a 1.

Com o placar liquidado, o Fantasma comandou as principais ações até os instantes finais, com o Botafogo-SP não esboçando mais poder de reação.

FICHA TÉCNICA
OPERÁRIO 3 X 1 BOTAFOGO-SP

Operário: Simão; Léo, Sosa, Alisson e Peixoto; Chicão, Erick, Robinho e Cleyton (Serginho Paulista); Lucas Batatinha (Xuxa) e Schumacher (Vinícius).
Técnico: Gerson Gusmão.

Botafogo-SP: João Lucas; Lucas Mendes (Marcos Martins), Carlos Henrique, Gilberto e Peri; Yuri, Serginho, Guilherme Garré (Pimentinha) e Felipe Augusto; Élder Santana (Tchô) e Jheimy.
Técnico: Léo Condé.

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR)
Data/Horário: 27/05/2018, às 15h30
Árbitro: Andrey da Silva e Silva (PA).
Assistentes: Marcio Gleidson Correia Dias (PA) e José Ricardo Guimarães Coimba (PA).

Público/Renda: 2.922 pagantes/ 3.266 total/ R$ 39.890,00
Cartões Amarelos: Sosa, Chicão (Operário). Guilherme Garré, Jheimy, Marcos Martins, Tchô (Botafogo-SP)
Gols: Lucas Batatinha, aos 24′ do 1º tempo, Schumacher aos 40′ do 1º tempo e aos 25′ do 2º tempo para o Operário. Jheimy, de pênalti, aos 8′ do 1º tempo para o Botafogo-SP.

Foto: José Tramontin/Operário Oficial

Siga em:
Maringá empata com

O Redação em Campo é um portal de notícias voltado aos assuntos do futebol paranaense. É produzido por jornalistas, estudantes e profissionais da área de comunicação. Porque o Futebol Paranaense é a nossa paixão!

Classifique este artigo