Operário antecipa pré-temporada por recuperação da condição física dos atletas

Um dos grandes trunfos do Operário Ferroviário na conquista da Série D de 2017 foi a condição física do elenco. Mesmo com um ritmo acelerado na temporada pela disputa de duas competições simultâneas, o Fantasma pouco sofreu com lesões. Ao todo, apenas três jogadores precisaram ficar fora de combate por mais de uma semana. Porém, o preparador físico Jackson Schwengber, grande responsável pelo trabalho neste ano, deixou o clube. Seu sucessor foi anunciado no início do mês: o bola da vez é Eduardo Maus, que pretende trabalhar duro para manter o alto nível no Alvinegro.

O Operário só deve entrar em campo oficialmente a partir de fevereiro. Contudo, a pré-temporada do clube já começou. Ainda que um período longo de trabalho possa parecer estranho, Maus garante que isso faz parte do planejamento de preparação física do Fantasma para 2018. “No futebol, é difícil ter um período longo para trabalhar. Normalmente você tem 30 dias, no máximo 40 dias de pré-temporada. Tivemos que antecipar essa pré-temporada porque os jogadores ficaram 70 dias parados. Para não atropelar o cronograma e corrermos riscos de perder jogadores por lesão, resolvemos trazê-los antes para trabalharmos até o fim de dezembro. Em janeiro, começaremos um processo mais específico”, destacou.

Histórico preocupante

A preocupação com a condição física no Operário tem motivo. Nas temporadas antecedentes ao título do Campeonato Paranaense de 2015, parte da responsabilidade das campanhas oscilantes da equipe pôde ser atribuída à falta de preparo físico. Em 2015, o então técnico Itamar Schülle trouxe sua comissão técnica, e a preparação física ficou por conta de Gamarra. Os resultados foram bastante elogiados em Vila Oficinas. Na temporada seguinte, com a saída de Schülle, quem assumiu foi Picoli. A comissão do novo treinador não conseguiu manter o ritmo, e o time voltou a sofrer com o cansaço na segunda etapa. A campanha, inclusive, culminou no rebaixamento do time à Segundona Paranaense.

Foto: Bianca Machado/Operário Ferroviário Oficial

Siga em:
Fabrício perde pên
Maringá FC contrata

Estudante de Engenharia, fanático por futebol. Encontro nos textos uma forma de desenvolver novas aptidões e acompanhar de perto os bastidores do futebol.

Classifique este artigo