O sonho, persistência e a classificação do Londrina na Copa do Brasil

Uma noite para ficar na história, com gol de empate nos acréscimos, disputa de pênaltis e a classificação para a 3ª fase da Copa do Brasil, foi assim que o Londrina garantiu sua vaga na próxima etapa da competição nacional ao derrotar o Paraná Clube na marca da cal. O Tubarão não chegava a está fase da competição desde 2014, quando foi derrotado pelo Santos (SP).

Este confronto teve um nome, do meio-campo Luquinha, que entrou na segunda etapa e aos 47 minutos fez um belo gol de falta, que ganhou os contornos de um desenhista da página Faz Meu Gol que em parceria com os organizadores da Copa do Brasil, recriaram o primeiro tento como profissional de Luquinha. A narração ficou por conta de Vanderlei Rodrigues, da Rádio Paiquerê 91,7.

NO ÚLTIMO MINUTO! O Londrina Esporte Clube garantiu a classificação nos pênaltis. Mas, antes, esse golaço de falta do meia Luquinha deixou tudo igual! E o desenhei para eterniza-lo! A narração é de Vanderlei Rodrigues, da Rádio Paiquerê. ✏️⚽️?

Posted by Copa do Brasil on Wednesday, February 20, 2019

O sonho

O meio-campo Luquinha confessou após a partida que sonhou que faria o gol que classificaria o Londrina na Copa do Brasil. “Sinceramente, eu imaginava sim [fazer o gol da classificação], na noite anterior, tive um pensamento que iria fazer o gol e graças a Deus, ele me honrou e consegui fazer meu primeiro gol como profissional”, destacou o meio-campo de 18 anos.

O atleta também falou sobre a personalidade que teve naquele momento, já que tirou a bola das mãos do capitão Germano para cobrar a falta. “Puxei a responsabilidade ali, o Germano, o Sílvio, esses jogadores mais experientes têm me passado confiança e credibilidade, com isso, as coisas só têm a fluir bem”, afirmou Luquinha.

Persistência da equipe até o último minuto

O técnico Alemão destacou entre as características dessa partida, a persistência da equipe, que em nenhum momento desistiu de buscar o resultado. “A equipe do Paraná é uma grande equipe, eles tiveram um proposta de jogo no primeiro tempo de tentar explorar nossos erros, acredito que até uns 30 minutos do primeiro tempo, nós tivemos um domínio total do jogo, dos 30 em diante, o Paraná teve pelo menos três contra-ataques, onde a gente começou a espaçar demais o time. No segundo tempo, nossa equipe também voltou em uma postura ofensiva, sem chances de saída de jogo, dominamos todo o segundo tempo, o Paraná praticamente não passou do meio-campo. Acho que a persistência, organização, trabalhar bem a bola para os lados e tivemos tranquilidade para empatarmos o jogo”, enfatizou o treinador Alviceleste.

O autor do gol no tempo normal, Luquinha disse que costuma treinar cobranças de faltas após o treinamento, já o técnico Alemão disse incentivar os jogadores nessa questão, mas que não prejudique o nível físico do atleta. “Eu incentivo desde que o atleta não exagere, eu não faço dois toques [estilo de treino] em véspera de jogo, faço tático e nesse tático, faço bola parada, escanteio e tudo que o jogo vai pedir no outro dia”, comentou Alemão.

O técnico Alemão disse que o coração está bom após a classificação na Copa do Brasil. Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Com um jogo emocionante, o coração do técnico Alemão foi colocado a teste, no final de 2018, o treinador passou por um procedimento cardíaco e neste momento controla a arritmia com remédios. “Estou com um arritmia, ela está sendo controlada por remédios, mais para frente vou passar por um procedimento de cauterização do descompasso elétrico do coração, mais ou menos como o Renato Gaúcho fez há algum tempo, mas está bom, pois aguentou isso, está inteiro”, finalizou o treinador.

O Tubarão irá enfrentar na 3ª fase da Copa do Brasil, o vencedor entre Tombense (MG) e Botafogo (PB), que irão jogar na quinta-feira (28). Nesta fase, são confrontos de ida e volta. Já pelo estadual, o Londrina volta a campo no dia 10 de março, domingo, às 16h, no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR), para encarar o Operário, na 1ª rodada da Taça Dirceu Krüger.

Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Siga em:
Com boa campanha na
Valendo vaga na Copa

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo