“Não é terra arrasada”, avalia o zagueiro Dirceu sobre a derrota para o Juventude

O Londrina voltou a jogar mal dentro de casa e saiu derrotado pelo Juventude na última sexta-feira (8), no Estádio do Café. A equipe saiu para intervalo e ao final de partida vaiados pela torcida que compareceu ao local da partida. O zagueiro Dirceu concordou com a cobrança da torcida e técnico, mas deixou claro que está derrota não deixou uma “terra arrasada” dentro do elenco Alviceleste.

Capitão da equipe na partida diante do Juventude, Dirceu deixou claro que foi muito bem estudada a força da jogada aérea do clube gaúcho e que a equipe falhou no lance do gol. “Um jogo típico de Série B, onde a equipe que está fora de casa vem fechadinha, buscando aquela famosa ‘uma bola’ e hoje infelizmente nós acabamos cedendo a essa bola no final do primeiro tempo, a quem diga que eles tiveram uma superioridade, na minha visão apenas de posse de bola, onde não criaram nenhuma chance efetiva de gol e fomos nós que criamos, infelizmente não conseguimos concretizar em gol”, afirmou o zagueiro do Tubarão.

Após o fim da partida, se ouviu uma cobrança grande por parte do técnico Marquinhos Santos ao grupo de jogadores e Dirceu disse que é normal depois de resultados negativos. “É normal essa cobrança, porque tudo que aconteceu no jogo, foi falado. E não conseguimos colocar em pratica o que nós treinamos, poucos dias, mas foi muito conversado em relação a equipe do Juventude. Pois o trabalho que eles fazem de pré-jogo é minucioso, vários detalhes que eles nos passam e todos sabiam do poder ofensivo da bola parada do Juventude, nós [jogadores] também, infelizmente falhamos e os responsáveis dentro de campo, temos que assumir”, relatou Dirceu sobre a conversa após a partida, dentro dos vestiários.

O zagueiro também deixou claro que não é uma derrota dentro de casa que vai fazer o clube tomar atitudes de mudança total. “Uma equipe como a nossa que almeja coisa grande dentro do campeonato não pode perder pontos dessa maneira dentro da casa, porém não é terra arrasada, nós conseguimos mostrar principalmente na primeira parte uma criação melhor que dos outros jogos, infelizmente não fizemos o gol”, finalizou o zagueiro Alviceleste.

O Londrina já volta a campo nesta terça-feira (12), novamente no Estádio do Café, às 18h, contra o Goiás, pela 11ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B.

Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Siga em:
Paraná joga mal e p
Para se afastar da p

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo