17 de December de 2017 3:46:27

Na preparação para o início da Taça FPF, Operário enfrenta Prudentópolis em jogo-treino

A última semana foi de muito trabalho no Operário Ferroviário. Às vésperas da decisão das oitavas de final da Série D, a torcida alvinegra tem se esforçado para atrair mais espectadores ao confronto. Porém, um grupo de jogadores está com pensamento em outro campeonato. É o caso dos atletas sub-23 da equipe, que têm a partida de estreia da Taça FPF diante da Portuguesa Londrinense no próximo domingo (6).

Apesar disso, os treinamentos começaram apenas na segunda-feira (24). Na busca pelo entrosamento adequado para a partida inicial, o Fantasma agendou um jogo-treino para às 10h deste sábado (29). O duelo será contra o Prudentópolis, no Estádio Miró de Freitas, do América Pontagrossense.

O técnico Joel Preisner reconheceu que a preparação do time está longe da ideal, mas prega a importância do amistoso para o auto-conhecimento da equipe. “Fizemos alguns treinos com movimentações e com jogadas ensaiadas. Espero que dê tudo certo e que a gente possa fazer um bom jogo. Claro, longe daquilo que esperamos. Mas para conhecer os jogadores melhor, para ver até que ponto podemos forçar mais, é bem proveitoso este amistoso de amanhã”.

O ponto positivo, no entanto, é justamente o entrosamento entre os jogadores que já estavam no clube. Desta forma, os trabalhos específicos podem ser focados para um grupo menor de atletas. Porém, Preisner reforça que o diagnóstico passa pelo desempenho da partida deste sábado. “A metade do elenco se conhece e está bem fisicamente. A outra metade não se conhece tanto e não está tão bem fisicamente. Espero que dê tudo certo, que eles possam fazer um bom treino e que a gente possa analisar da melhor forma possível”, finalizou.

Olhar dividido

Atual campeão da Taça FPF, o Operário divide atenções entre a competição estadual e a Série D. No panorama presente do clube, o torneio sub-23 é visto como alternativa caso a equipe não consiga o acesso à Série C do Campeonato Brasileiro. Por conta disso, o Fantasma não investiu tanto nas contratações de jogadores sub-23. Contudo, a diretoria deve contratar mais jogadores caso a equipe principal não consiga o acesso no nacional.

Foto: Bianca Machado/Operário Ferroviário Oficial

Siga em:
Tricolor busca vitó
Após eliminação d

<p>Estudante de Engenharia, fanático por futebol. Encontro nos textos uma forma de desenvolver novas aptidões e acompanhar de perto os bastidores do futebol.</p>

Classifique este artigo