25 de February de 2018 1:15:10

Na lanterna do Grupo B, Prudentópolis perde em casa para o Foz do Iguaçu

Na tarde deste domingo (28), o Prudentópolis recebeu em casa o Foz do Iguaçu pela terceira rodada da Taça Dionísio Filho do Campeonato Paranaense. Com um primeiro tempo dominado pelo time da casa, o Foz foi efetivo na etapa final e venceu por 1 a 0, gol foi marcado por André Oliveira.

Com a derrota o Prude fecha a rodada na última posição com um ponto no Grupo B. No próximo domingo (4), enfrenta o Maringá no Estádio Newton Agibert, às 17hr. Já o Foz do Iguaçu, ocupa a segunda posição com cinco pontos do Grupo A. No mesmo dia e horário, pega o Rio Branco na Estradinha.

Prude pressiona, mas não marca

O primeiro tempo começou com o time da casa fazendo o seu papel pressionando o time das Cataratas. Aos 9, Edu Pina passou por dois adversários, e sofreu falta, Nei foi para a cobrança de pé esquerdo e assustou o goleiro Júlio César. O Foz do Iguaçu apareceu aos 10 minutos, quando Anderson Tasca fez jogada com Mateus, mas cruzou mal e perdeu o lance.

Aos 15, Mateus Olavo avistou uma grande oportunidade, de fora da área ele soltou uma bomba, a bola passou por cima do gol. Após dois minutos, Nei fez um belíssimo domínio de bola, mas é atropelado. Com a falta, ele cruzou na cabeça de Salazar que jogou nas mãos do goleiro Júlio César. Aos 27, Mathiola cruzou alto na grande área e Douglas passou por trás do goleiro, mas cabeceou para fora.

O Foz do Iguaçu respondeu em campo e equilibrou a partida, mas não conseguiu nenhum ataque perigoso. O Prudentópolis pressionou, mas não efetuou os ataques com precisão. Nos minutos finais, Robinho se esticou no lance, Alex Maranhão roubou a bola e o desarmou.

Foz balança as redes em belo gol

No segundo tempo, o Prudentópolis continuou ligeiro, mas bobeou e não marcou. Os técnicos utilizaram todas alterações, mas um time apenas surtiu efeito. Após um lance duvidoso de pênalti o árbitro deu falta, aos 3 minutos, Nei vai para cobrança e jogou por cima de todos e a bola vai para lateral.

Aos 5, o Foz assustou com perigo quando na cobrança de escanteio Leandro Silva teve a oportunidade de sozinho marcar, mas jogou para o goleiro. Aos 7, Edu Pina pela lateral cruzou para Robinho sem coordenação lançou para fora. Em uma jogada criada pela lateral esquerda, no lançamento da bola Safira tocou de cabeça para Mateus, que apareceu por trás do defensor e perdeu o lance. Aos 23, Safira recebeu dentro da grande área com pouca agilidade, os zagueiros do Foz chegaram e roubaram a bola.

Nos minutos finais quando tudo aparecia encaminhado, André Oliveira recebeu na intermediaria perto da meia-lua e mandou uma bomba que nem o goleiro se mexeu,  abrindo o placar e selando o resultado final da partida.

FICHA TÉCNICA
PRUDENTÓPOLIS 0X1 FOZ DO IGUAÇU

Prudentópolis: Adilson Júnior; Nei, Salazar, Edu Pina e João Paulo; Fernando Gomes (Victor), Levi, Jefferson Paulista e Safira; Mateus (Bilel) e Robinho (Danilo Medeiros).
Técnico: Júlio Sérgio.

Foz do Iguaçu: Júlio César, Paulinho, Alex Maranhão, Leandro Silva, e Maycon Canário; Anderson Tasca (Luís Beltrame), André Oliveira, Matheus Olavo e Luccas Brasil; Douglas (Lucas Garcia) e Mathiola (Raphael Alemão).
Técnico: Allan Aal.

Local: Estádio Newton Agibert, em Prudentópolis.
Data/Horário: 28/01/18 às 17h
Árbitro: Osvaldo Massafera Jr.
Assistentes: Christyan Henrique Zwicker de Paula e Marco Antônio dos Santos Pepe.

Público/Renda: 708 pagantes | 775 total | R$ 19.275,00.
Cartões Amarelos: Robinho (Prudentópolis)
Cartões Vermelho: Luccas Brasil (Foz do Iguaçu)
Gols: André Oliveira aos 37’ do 2° tempo para o Foz do Iguaçu

Foto: Robson Vilela/Redação em Campo.

Siga em:
Rio Branco e FC Casc
Goleiro menos vazado

O garoto que narrava os jogos de vídeo game está prestes a se tornar jornalista. Brincalhão, quer fazer do esporte sua profissão.

Classifique este artigo