Mesmo folgando na rodada, Nacional AC manterá a liderança da Terceirona

O início do Campeonato Paranaense da Terceira Divisão para o Nacional AC não poderia ser melhor, em quatro partidas, quatro vitórias do NAC. Na 5ª rodada da Terceirona, o clube irá folgar na competição, mas mesmo com triunfo dos clubes mais próximos na tabela, o time de Rolândia não deixará a primeira colocação. Para o treinador, a boa campanha se dá ao fato do planejamento estar sendo feito corretamente.

Com os 100% de aproveitamento na competição, o técnico Índio Ferreira argumentou que o planejamento que foi feito durante a pré-temporada têm saído corretamente. “Todo trabalho feito com planejamento e tempo, a tendência é que as coisas aconteçam como foi planejado, tivemos um ótimo período para montar a equipe e os resultados foram positivos”, falou o treinador do NAC.

Na última rodada, o Nacional AC recebeu o Sport Campo Mourão, em Rolândia e aplicou uma goleada por 5 a 1. Índio disse que o resultado apesar de elástico, não foi a melhor partida da equipe. “Nós não podemos analisar apenas o último jogo como parâmetro pelo resultado. O que estamos analisando é que a equipe vem evoluindo a cada rodada. Pra ter uma ideia, esse jogo foi o que mais nós demos espaço ao adversário, pra mim foi bom, mas não podemos deixar o adversário jogar dentro do nosso campo. Então não foi a melhor partida nossa”, afirmou Índio Ferreira.

Na última rodada, o NAC derrotou o Sport Campo Mourão, em Rolândia (PR) por 5 a 1. Foto: Nacional AC Oficial.

Uma marca do treinador neste início de trabalho é a rotatividade de atletas no time titular e Ferreira garantiu que nas equipes dele não existem só 11 titulares. “Eu quando cheguei ao Nacional AC já fui logo avisando aos atletas que ainda não me conheciam, que não tenho 11 titulares, eu tenho um grupo que todos têm que se preparar pra jogar. Comigo não tem titular absoluto, quem vai se escalar são eles no dia-a-dia dos treinamentos”, esclareceu o técnico do clube de Rolândia.

De folga na próxima rodada, o NAC ficará duas semanas sem uma partida oficial, segundo o treinador está pausa no calendário já estava programada desde a pré-temporada e dará alguns dias de folga aos atletas. “Nós planejamos tudo desde o início da competição, que no período da nossa folga, dentro da tabela, nós iríamos treinar até a sexta-feira (21) e dar uma liberada nos atletas para que eles pudessem ficar mais a vontade. Até porque o descanso faz parte do processo físico de cada atleta, é óbvio que alguns vão se cuidar nesses 2 dias sem treinar, já outros vão aproveitar o espaço para viajar e curtir os familiares, mas todos eles sabem da responsabilidade que tem e na segunda-feira (24), na apresentação, já vão direto para avaliação corporal, para saber como eles voltaram”, explicou Índio Ferreira como será o período sem jogos do NAC.

O treinador se diz surpreendido pela equipe ter alcançado os 100% de aproveitamento até a quarta rodada, mas que estar na primeira colocação estava no planejamento do clube. “Sempre traço metas e nossa meta era acabar os quatro primeiros jogos em 1° lugar, com muito respeito aos adversários, mas nós sabíamos da qualidade do nosso elenco. Então a meta era ficar em 1°, mas não sabíamos que seriam quatro vitórias em quatro jogos. Fico feliz pelo 1° lugar, mas vamos continuar com os pés no chão, porque agora será outra realidade daqui pra frente, assim como nós estamos evoluindo os adversários também estão”, enfatizou o comandante do Nacional AC.

Se os atletas terão o final de semana de folga, não se pode dizer o mesmo do técnico Índio Ferreira, que comentou que irá até Cianorte (PR), acompanhar a partida do próximo adversário, o Grêmio Maringá, que irá enfrentar o Colorado AC. “Eu pretendo ir assistir o jogo do Grêmio Maringá, a gente já tem algumas informações do adversário, mas ir assistir o jogo deles vai ser importante, mas hoje é muito difícil de se jogar do mesmo jeito de um jogo para o outro”, argumentou o treinador em relação ao comportamento ser diferente de uma partida para outra.

Estando a cinco pontos do segundo e a seis do terceiro com uma partida a mais, o comandante do Nacional AC lembrou que a gordura feita pelo clube é válido, mas que não vai adiantar se o elenco não se manter focado nas outras quatro rodadas restantes da primeira fase. “Essa gordura que nós acumulamos dentro da competição foi importante, mas não podemos achar que já foi suficiente, eu cobro muito dos atletas para manterem o foco, essa competição é muito perigosa, então temos que encarar todos os jogos como uma final”, falou Índio Ferreira.

Nas quatro partidas restantes da 1ª fase, o Nacional AC irá encarar as equipes que hoje ocupam a 2ª, 3ª, 4ª e 6ª colocação. Com dois jogos sendo realizados no Estádio Érich George, em Rolândia e dois não muito longe da cidade do norte do Paraná, contra Grêmio Maringá e Apucarana Sports. Índio disse que cobra muito dos atletas comprometimento para esses jogos. “Eu passo pra eles [jogadores] que o próximo adversário é sempre mais difícil, então nós sempre vamos enfrentar o adversário respeitando, mas sempre querendo vencer. É óbvio que nem sempre isso irá acontecer, mas é nossa postura. Na verdade, eu tenho um grupo muito comprometido em todos os sentidos”, finalizou Índio Ferreira.

Na 6ª rodada, o Nacional AC se deslocará até Maringá (PR), no Estádio Willie Davids, no domingo (30), às 15h30, contra o Grêmio Maringá.

Foto: Nacional AC Oficial

Siga em:
Coritiba visita o CR
Com decisão em aber

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo