18 de November de 2017 2:44:45

Londrina gigante! Tubarão sai perdendo por 2 a 0, empata aos 51′ e está na final da Primeira Liga

Londrina

Em um jogo épico, o Londrina se classificou à final da Primeira Liga. O Tubarão saiu perdendo por 2 a 0, mas exerceu uma pressão enorme sobre o Cruzeiro ainda no primeiro tempo, mas os gols só saíram na segunda etapa. O segundo deles teve requintes de crueldade, foi de pênalti, marcado aos 50 minutos! Germano converteu a cobrança aos 51. A decisão foi para as penalidades e aí brilhou o gigante César, que defendeu três cobranças do Cruzeiro e levou o Tubarão à final da competição contra o Atlético-MG. 

 

Londrina sai atrás e pressiona no final 

Jogando em casa e com a melhor campanha da competição, o Londrina tentou se impor desde o início do jogo sobre o Cruzeiro. A primeira chegada foi do Tubarão, na qual conseguiu um escanteio. Os primeiros 15 minutos tiveram maior iniciativa e domínio do Londrina, que foi para cima da Raposa. 

Mas, a partir dos 17′, o Cruzeiro decidiu parar de esperar e saiu para o jogo e criou três grandes chances seguidas. Na primeira, Bryan levantou na área para Élber, que ficou sozinho, mas demorou para finalizar. Na sequência, Bryan, de novo, mandou um chutaço, mas César, que estava adiantado, se recuperou a tempo. Na terceira oportunidade, aos 19′, Lucas Silva apareceu livre na área após cobrança de escanteio e abriu o placar para o Cruzeiro.  

O Londrina reagiu aos 26′, Carlos Henrique cobrou uma falta com muita força e a bola raspou o travessão. Essa foi a única chance criada até os 40′. Somente na reta final do primeiro tempo é que o Tubarão aplicou uma blitz sobre o Cruzeiro, na primeira chance Rômulo mandou uma bomba de longe e obrigou o goleiro Rafael a fazer uma difícil defesa. No minuto seguinte, Edson Silva mandou de cabeça e a bola passou raspando a trave. Aos 43′, Artur arrancou pelo meio e deixou três adversários para trás. Ele entrou na área, mas esticou demais o último passe. Foi a última oportunidade da  primeira etapa, que foi até os 49′. 

 

Tubarão sufocou até o fim e foi recompensado
Na volta do intervalo, o Cruzeiro que havia sofrido uma pressão no final do primeiro tempo, voltou mais seguro e jogando melhor. A prova disso é que logo aos 8′ o time mineiro ampliou o placar. Em um contra-ataque matador, a bola chegou para Élber, que mandou na trave, a sobra ficou com Sassá, livre, mandar para o fundo do gol. 

O segundo gol do Cruzeiro obrigou o Londrina a sair mais para o jogo para tentar pelo menos diminuir o placar. Isso fez com que o Tubarão começasse a exercer pressão, aos 19′ Carlos Henrique recebeu a bola e chutou para o gol, o goleiro Rafael teve que dividir a bola com Safira e acabou sofrendo um corte na boca. Isso fez com que o jogo ficasse paralisado por quatro minutos. 

A paralisação não fez o ritmo do Londrina cair. Aos 30′, Carlos Henrique recebeu cruzamento e finalizou, mas Rafael fez boa defesa. Com 34′, o mesmo Carlos Henrique chutou da meia-lua e a bola explodiu na trave. Mas, aos 36′ não teve jeito! Em bola sob medida de Marcinho pela esquerda, ela chegou para Safira mandar de cabeça para as redes e diminuir o placar. 

O gol incendiou o jogo de vez e levou o Tubarão ainda mais para cima do Cruzeiro. Aos 38′, Germano mandou o chute e a bola explodiu mais uma vez na forquilha. O empate do Londrina não acontecia por capricho.  

Devido à paralisação o jogo teve seis minutos de acréscimo. E aos 50′ foi marcado pênalti para o Londrina, Safira entrou na área e foi derrubado. Germano foi para a cobrança e mandou no canto esquerdo de Rafael, aos 51′. A decisão foi para os pênaltis. 

 

FICHA TÉCNICA
LONDRINA 2 (3) X (1) 2 CRUZEIRO

Londrina: César; Reginaldo, Dirceu, Edson Silva e Ayrton; Germano, Jardel (Marcinho), Rômulo (Patrick Vieira) e Celsinho (Safira); Artur e Carlos Henrique.
Técnico: Cláudio Tencati

Cruzeiro: Rafael; Lennon, Digão, Arthur e Bryan; Nonoca, Lucas Silva e Rafinha; Messidoro (Alex) e Elber (Nickson); Sassá (Vander).
Técnico: Sidnei Lobo

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data/ Horário: 03/09/2017, às 11h
Árbitro: Leandro Pedro Vuaden (RS)
Assistentes: Jorge Eduardo Bernardi (RS) e Lúcio Beiersdorf Flor (RS).  

Público/Renda: 15.420 pagantes/17.061 total/R$ 150.183,00
Cartões Amarelos: Germano (Londrina). Lucas Silva (Cruzeiro)
Gols: Safira, aos 36′ e Germano, de pênalti, aos 51′ do 2º tempo para o Londrina. Lucas Silva, aos 20′ do 1º tempo e Sassá, aos 8′ do 2º tempo para o Cruzeiro.

 

Foto: Gustavo Oliveira/Londrina Oficial

.

Siga em:
Pela Primeira Liga,
Operário tem atuaç
Classifique este artigo