17 de October de 2017 3:11:55

Londrina é campeão da Copa da Primeira Liga 2017

A Taça da Copa da Primeira Liga 2017 é do Londrina Esporte Clube. O Tubarão recebeu o Atlético-MG na noite desta quarta-feira (4) no Estádio do Café em Londrina na final da competição nacional. Com um jogo bastante movimentado, porém, com placar fechado no tempo regulamentar, o LEC foi para a decisão nos pênaltis e se consagrou campeão por 4 a 2, com destaque para o goleiro César que defendeu duas cobranças do Galo.

O Londrina EC é campeão da Primeira Liga em uma campanha invicta obtendo quatro vitórias e dois empates na competição, terminando como primeiro colocado do Grupo D, eliminando Fluminense, Cruzeiro e Atlético-MG na fase mata-mata.

Mais de 15 mil pessoas estiveram no Café. Foto: Robson Vilela/Redação em Campo

Londrina na pressão, mas nada de gols

A bola rolou e a torcida do Tubarão cantou das arquibancadas impondo pressão. No gramado, o Londrina iniciou com bastante marcação não dando espaços para o Atlético-MG. Apesar da movimentação, os primeiros minutos foram de certo equilíbrio. Aos 7 minutos, boa chegada do Galo com Alex Silva. Ele conseguiu levar até a linha de fundo, tentou o cruzamento e a bola acabou com o goleiro César.

O jogo seguia em bom ritmo e aos 13′ mais uma boa chegada dos visitantes. Cazares lançou para Fred, Edson Silva tirou de cabeça, no rebote Elias chutou em cima de frente, num bate e rebate, mas a defesa do Londrina afastou o perigo. Na sequência, Ayrton foi tocado por Felipe Santana e caiu na área, mas a arbitragem entendeu como lance normal de jogo. A torcida ficou na bronca pedindo pênalti.

Com o passar dos minutos, o Londrina foi crescendo na partida e teve duas boas oportunidades de abrir o marcador. Aos 18′, Rômulo ajeitou e bateu cruzado num belo lance, mas a bola acabou saindo à esquerda do goleiro Victor. Já aos 25 minutos, Negueba soltou a bomba de fora da área e Victor espalmou para escanteio em outro lance bonito para a alegria da torcida que não parava de incentivar o Tubarão.

O jogo diminuiu o ritmo naturalmente, porém o Londrina teve mais presença, arriscando mais. O Atlético-MG teve uma tentativa aos 41′ com Valdívia chutando forte de fora da área, mas a bola saiu em linha de fundo. Aos 43′, mais uma vez Valdívia ia ficando com chance de finalização, mas o jogador caiu na área na disputa da bola. Muita reclamação por pênalti pelos atletas do Galo. Final de primeiro tempo sem gols no Café.

Atlético-MG volta melhor, mas decisão do título segue para os pênaltis

As equipes voltaram do intervalo sem alterações. E logo nos minutos iniciais, os visitantes demonstraram uma nova postura em campo. Aos 5 minutos, contra-ataque rápido do Galo com Robinho descendo pela esquerda, cruzamento para área, mas a defesa do Londrina conseguiu tirar para escanteio. Por alguns minutos o Atlético insistiu no ataque e teve ainda cobrança de escanteio com Valdívia arriscando um gol olímpico.

Com o Atlético-MG construindo mais oportunidades, o Londrina só voltou a assustar aos 20 minutos. Após lançamento, Arthur dominou no peito, girou e foi para a finalização, mas a bola acabou batendo no adversário e saiu em linha de fundo.

Depois de alguns minutos sem grandes emoções, o LEC voltou ao ataque aos 34 minutos com Jardel tentando para Carlos Henrique, mas o goleiro Victor conseguiu afastar o perigo. Sem mais tentativas e com as equipes também já demonstrando desgaste, a decisão do título seguiu para a cobrança de penalidade máxima.

Londrina é campeão!

Na cobrança de pênaltis, o Londrina venceu por 4 a 2, com destaque para o goleiro César que defendeu as cobranças de Clayton e de Rafael Moura. O Tubarão anotou com Jumar, Edson Silva, Ayrton e Dirceu.

FICHA TÉCNICA
LONDRINA (4) 0 X 0 (2) ATLÉTICO-MG

Londrina: César; Lucas Ramon, Dirceu, Edson Silva e Ayrton; Jumar, Rômulo (Marcinho) e Jardel; Negueba, Artur e Carlos Henrique (Safira).
Técnico: Cláudio Tencati.

Atlético Mineiro: Victor; Alex Silva, Gabriel, Felipe Santana e Fábio Santos; Adilson, Elias, Valdívia (Clayton), Robinho e Cazares (Marlone); Fred (Rafael Moura).
Técnico: Oswaldo de Oliveira.

Local: Estádio do Café, em Londrina (PR)
Data/ Horário: 04/10/2017, às 21h45
Árbitro: Bráulio da Silva Machado (SC)
Assistentes: Carlos Berckenbrok (SC) e Rafael da Silva Alves (RS).

Público/Renda: 15.735 pagantes/17.003 total/R$ 383.920,00
Cartões amarelos: Ayrton, Negueba, Jardel (Londrina). Adilson (Atlético-MG).

Foto: Robson Vilela/Redação em Campo

 

Siga em:
Equipes paranaenses
De mero convidado à

CEO & Founder do Redação em Campo. Jornalista, formada pela Universidade Tuiuti do Paraná (UTP) e pós-graduada em Marketing pela PUC-PR. Internet Journalism (London School of Journalism). Atualmente, professora dos cursos de Comunicação da Universidade Tuiuti do Paraná. Curitibana, rock n' roll, viciada em futebol de segunda divisão e tecnologia e fã do Millonarios FC.

Classifique este artigo