Londrina domina primeiro teste sob o comando do técnico Alemão

O Londrina dominou e goleou por 6 a 1 o CA Cambé, no primeiro teste do técnico Alemão na equipe principal do Tubarão, em preparação para o Campeonato Paranaense. Em um jogo-treino um pouco diferente, com três tempos de 30 minutos cada, o Alviceleste utilizou ao todo 25 atletas, sendo que alguns não foram oficializados pelo clube ainda, mas até a próxima semana devem ser apresentados.

Primeiro tempo aberto para imprensa

Na primeira parte da atividade contra o CA Cambé, a imprensa pôde acompanhar a escalação, movimentação e estrutura da equipe de Alemão contra o clube da cidade vizinha. Dos 11 titulares neste confronto, apenas dois ainda não foram apresentados, o lateral-esquerdo César, que vem por empréstimo do Atlético Mineiro e o atacante Luidy, que vem por empréstimo do Corinthians.

Nas demais posições, jogadores que já fazem parte do grupo e que conhecem a dinâmica do treinador, quem se destacou foi o atacante Uelber, que aproveitou a chance e marcou duas vezes, o experiente volante Germano, fez o outro tento da primeira etapa. Rafael, meio-campo do CA Cambé, descontou para o Galo.

O atacante Uelber foi um dos destaques da vitória sobre o CA Cambé, em jogo-treino no Estádio do Café. Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Como falou antes do confronto, Alemão escalou uma equipe que utiliza muito a velocidade e os chamados “pontas”, principalmente na jogada individual. “É um estilo de jogo que gosto muito [três atacantes], gosto muito desse estilo de jogo com atacantes de beirada, atacantes de velocidade, no meu modo de entender são esses jogadores que resolvem o jogo, os demais fazem parte de um contexto de trabalho, mas os jogadores de beirada se tiverem bem mesmo é quem resolve o jogo e pretendo trabalhar o campeonato inteiro desta forma”, destacou Alemão.

O Tubarão venceu o primeiro teste do ano e do técnico Alemão no comando da equipe principal. Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

No primeiro tempo, Alemão colocou em campo: Alan; Matheuzinho, Marcondes, Sílvio e César; Rômulo, Germano e Marcinho; Marcelinho, Luidy e Uelber.

Segunda e terceira etapa, time amplia e fecha o placar, mas fechado para a imprensa

A partir da segunda etapa, a imprensa não pôde mais acompanhar o trabalho, porém, o Tubarão aumentou o placar. No segundo tempo, em chute de fora da área, Marcinho fez o quarto gol. Já no tempo final, o volante Júnior Ramos, que estava no Bahia, marcou os outros dois gols, que fecharam o placar em 6 a 1.

O técnico Alemão considerou um bom teste para o pouco período de trabalho e além de estar trabalhando a parte física e tática ao mesmo tempo. “O domínio do treino foi todo nosso. Tivemos uma posse de bola muito grande, inúmeras chances criadas, além de gols. A equipe também mostrou uma organização tática muito boa. Os jogadores são de qualidade e mostraram que estão entendendo aquilo que está sendo pedido”, afirmou o treinador para a assessoria do clube após o jogo-treino.

Nos demais períodos, foram utilizados os seguintes atletas:
Goleiros: Emerson e Matheus Albino
Laterais: Raí Ramos e Felipe
Zagueiros: Augusto e Luizão
Volantes: Anderson Leite, Júnior Ramos e Matheus Bertotto
Meio-campo: Igor Miranda e Matheus Bianqui
Atacantes: Anderson Oliveira, Lucas Machado e Miullen.

Contratações ainda não oficializadas pelo clube

Neste jogo-treino, o Londrina utilizou cinco atletas que ainda não foram oficializados pelo clube, mas que devem fazer parte do elenco neste Campeonato Paranaense. O zagueiro Augusto, o lateral-esquerdo César, os volantes Júnior Ramos e Matheus Bertotto e o atacante Luidy.

De volta para a casa, goleiro volta a atuar em um clube da cidade onde reside

O goleiro Emerson, que tem residência fixa em Londrina, foi apresentado antes do jogo-treino diante do CA Cambé, na tarde desta terça-feira (8). O atleta iniciou sua carreira na Portuguesa Londrinense, rodou o Brasil, com ótimas passagens por Guarani e Paysandu, estava no Joinville em 2018 e acertou com o Tubarão.

Morador de Londrina, o arqueiro chega para brigar pela camisa número 1 do clube. Foto: Jefferson Bachega/ Redação em Campo.

O arqueiro comentou que é bom estar de volta a sua terra. “Essa é um oportunidade que para mim é única, confesso sem demagogia, única porque vou jogar na cidade que resido, tem minha família aqui, tem muitas pessoas que torcem por mim, sempre trabalhando fora e queriam que trabalhasse aqui, e hoje tendo esse relacionamento já de alguma data com o Sérgio Malucelli, hoje me oferece essa oportunidade, vou procurar da melhor maneira possível honrar da melhor maneira possível essa camisa, a história que esse clube têm, vou me dedicar como sempre tenho me dedicado, para conseguir o que é o objetivo de todos, os títulos”, afirmou o arqueiro de 36 anos.

Caso Sávio

O lateral-esquerdo Sávio, que trabalhou no Londrina na Série B de 2018, tinha contrato com o clube por empréstimo até novembro de 2020, mas recebeu uma proposta do América Mineiro e não voltou para trabalhar no CT da SM Sports. Segundo o gerente de futebol, Ocimar Bolicenho, o atleta não quer mais vestir a camisa do Tubarão, mas o clube entrou judicialmente para não ficar no prejuízo.

O lateral-esquerdo Sávio não quer mais vestir a camisa Alviceleste, mas a diretoria do Londrina já acionou judicialmente para não ficar no prejuízo. Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

“Para que fique bem claro, o Sávio veio emprestado do Ferroviário (CE) ano passado, com o compromisso assinado pelo próprio jogador de renovar seu contrato de empréstimo até novembro de 2020 aqui com o Londrina, mas o jogador fez uma declaração de próprio punho que não quer voltar a jogar pelo Londrina. Então coube ao Londrina tomar as providências jurídicas a respeito, para que pelo menos aquela taxa de vitrine que o levou a conseguir um novo contrato seja respeitada e é isso que o Londrina e o Ferroviário (CE) estão fazendo em conjunto”, destacou Ocimar.

“O jogador não vem mais porque não quer vir e é até importante que vocês saibam que na semana do último jogo [Série B], ele teve alguns problemas extra-campo e nos incomodou bastante, isso é importante frisar e isso fez com que ele também pedisse para não voltar”, finalizou o gerente de futebol.

Foto: Gustavo Oliveira/ Londrina EC Oficial.

Siga em:
Maringá FC inicia a
Paraná Clube tem ma

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo