Londrina esbarra em goleiro inspirado e empata sem gols com Oeste

Neste sábado (10), o Londrina esteve próximo de alcançar o G4 da Série B. Só faltou avisar o goleiro Tadeu, do Oeste. Dominante no segundo tempo, o Tubarão teve grandes chances, chegou a ter um pênalti assinalado a seu favor, mas parou nas grandes intervenções do arqueiro adversário, que segurou o 0 a 0 e deixou o Alviceleste mais longe do acesso.

O resultado coloca o Tubarão na sexta colocação, com 55 pontos – 2 atrás do Goiás, o quarto colocado. Na próxima rodada, o Londrina encara o CRB. A partida está marcada para às 21h30, no Estádio do Café.

Vágner brilha e evita os gols do adversário

O jogo era decisivo para o Londrina. O Tubarão sabia que podia se aproximar da elite caso vencesse o Oeste. Mesmo assim, nos primeiros minutos o Alviceleste procurou esperar o Oeste, que queria eliminar de vez as chances de rebaixamento.

A primeira oportunidade foi dos mandantes. Aos 8 minutos, Mazinho ganhou dividida de Lucas Ramon na direita e arriscou o chute, mas Vágner fechou o ângulo e evitou o gol. A resposta do Londrina veio logo no lance seguinte, quando Lucas Ramon encontrou Higor Leite livre na área. Precipitado, o meia tentou a finalização de primeira, mas pegou mal e não chegou a levar perigo para Tadeu.

Os times erravam passes com bastante frequência, e a marcação forte do Oeste impedia a maioria dos ataques do Tubarão. Quem sofreu com a proximidade da zaga do time da casa foi Dagoberto, que foi caçado no primeiro tempo. Os marcadores do Rubrão abusaram das faltas durante toda a partida e levaram uma série de cartões amarelos.

O Oeste voltou a ter outra grande oportunidade aos 34 minutos. Bruno Lopes, que substituiu o amarelado Lídio, fez grande jogada na intermediária e mandou um chute forte, no ângulo. O goleiro Vágner estava esperto, se esticou todo e conseguiu espalmar. Dois minutos mais tarde, o Tubarão também teve boa chance. Lucas Ramon escapou em profundidade pela direta e cruzou rasteiro, mas Adriano Alves cortou no momento em que Felipe Marques chegava para marcar o gol.

Nos minutos finais, o Londrina até tentou criar outras oportunidades, mas o Oeste conseguia evitar as descidas com faltas. Na bola parada, o Tubarão não conseguiu ter sucesso, e os 45 minutos iniciais foram finalizados com o placar em 0 a 0.

Tubarão pressiona, mas Tadeu cresce no jogo; Dagoberto perde pênalti

Os primeiros minutos da segunda etapa não passaram grande emoção aos torcedores. A escassez de chances dava a entender que o panorama não iria mudar, mas não foi isso que aconteceu. A partida pegou fogo a partir dos 12 minutos, quando Dagoberto recebeu uma bola alçada e tentou uma batida rápida, obrigando um milagre por parte de Tadeu.

O Tubarão aproveitava a lentidão da recomposição da defesa adversária para atacar. Aos 20 minutos, Felipe Marques recebeu com espaço, cortou a marcação e arriscou o chute cruzado. Tadeu, batido na jogada, apenas observou a bola passar a centímetros da trave.

Aos 26 minutos, o Londrina novamente parou na muralha armada pelo goleiro do Rubrão. Em transição rápida, Vágner encontrou Paulinho Moccelin em profundidade, que driblou o marcador e tentou o chute da entrada da pequena área. Com os pés, Tadeu novamente fez a intervenção, impedindo o gol do Alviceleste.

A boa sequência de chances mostrava que o Londrina estava no caminho certo. Faltava apenas o gol. A felicidade veio aos 34 minutos, quando Paulinho Moccelin encaixou outra jogada de velocidade na área e precisou ser parado com uma penalidade marcada por Patrick. Dagoberto, artilheiro da Série B, ficou responsável pela cobrança. Na batida, Tadeu fez a defesa, mas o juiz alegou que o goleiro se adiantou e obrigou uma nova tentativa. Dagoberto fez o que pôde, trocando o canto, mas o goleiro do Oeste estava inspirado e conseguiu encaixar a bola.

O Tubarão foi para o tudo ou nada e até teve a chance de marcar aos 47, com Dagoberto. O atacante finalizou com força, mas o nome da tarde era outro: Tadeu, que efetuou a defesa e acabou com as chances de vitória por parte do Londrina.

FICHA TÉCNICA
OESTE 0 X 0 LONDRINA

Oeste: Tadeu; Adriano Alves, Joílson, Patrick e Conrado; Lídio (Bruno Lopes), Rodrigo Souza, Betinho e Ceará; Raphael Luz e Mazinho (Pedrinho).
Técnico: Roberto Cavalo.

Londrina: Vágner; Lucas Ramon, Dirceu, Leandro Almeida e Sávio; João Paulo, Germano (Carlos Henrique) e Higor Leite (Dudu); Paulinho Moccelin, Dagoberto e Felipe Marques (Thiago Ribeiro).
Técnico: Roberto Fonseca.

Local: Arena Barueri, em Barueri (SP).
Data/Horário: 10/11/2018, às 17h.
Árbitro: Alexandre Vargas Tavares de Jesus (RJ).
Assistentes: Thiago Henrique Neto Correa Farinha (RJ) e Daniel do Espírito Santo Parro (RJ).

Público/Renda: 1.002 pagantes | R$ 14170,00. 
Cartões Amarelos:
Lídio, Mazinho, Adriano Alves, Rodrigo Souza, Betinho, Patrick e Tadeu (Oeste). João Paulo (Londrina).

Foto: Jefferson Vieira/Oeste Oficial

Siga em:
Mais dois reforços
Paraná Clube vence

Estudante de Engenharia, fanático por futebol. Encontro nos textos uma forma de desenvolver novas aptidões e acompanhar de perto os bastidores do futebol.

Classifique este artigo