24 de February de 2018 9:57:36

Goleiro menos vazado e artilheiro do PSTC são premiados pela Federação

Na última quinta-feira (25), dois atletas do PSTC Procopense foram premiados pela Federação Paranaense de Futebol (FPF). Após grandes rendimentos no ataque e também defesa, o goleiro Juan foi premiado como defensor menos vazado do Sub-15. Já o atacante Alex, foi o artilheiro da competição pelo Sub-17, ambas sendo pelo Campeonato Paranaense 2017.

Paredão procopense é premiado
O jovem goleiro Juan, foi promovido após a premiação para atuar em 2018 pelo Sub-17. Com apenas 6 gols sofridos na competição, Juan pode reconhecer pessoas que foram fundamentais para este triunfo. “Essa conquista, logicamente não é somente minha. Mas, de toda a equipe do PSTC, desde o roupeiro até o nosso presidente, se eu fosse dividir esse troféu em porções, ficaria com a parte menor. Esse troféu é resultado de muita dedicação nos treinos, foco, fé e trabalho em equipe” –  contou Juan, de apenas 15 anos.

A família e a fé são inevitáveis na vida do garoto, as lembranças, são como um combustível para seguir em frente. “A grande locomotiva da minha motivação é minha família e muita fé em Deus. Meu pai sempre foi o maior incentivador, ainda me lembro como se fosse hoje, quando ele comprou a primeira luva. Ainda no Sub-11, quando eu chorava de dores ao cair e levantar, ele sempre me consolava com palavras de coragem e conquista: “Vida de goleiro não é fácil, temos que aprender a conviver com dores e sermos muito fortes psicologicamente” – Lembrou, o goleiro.

Determinado, Juan já sabe o que quer conquistar em neste ano. ”A próxima conquista a qual eu quero fazer parte é ajudar minha equipe, ser Campeão Paranaense 2018” – finalizou, Juan.

Passaporte para o Corinthians
O atacante Alex de 16 anos, foi o artilheiro do estadual em 2017 e ganhou novos caminhos em 2018. O atleta fechou contrato com o Corinthians e atuará na base alvinegra.

Premiado com 21 gols marcados na temporada passada, Alex não deixou de agradecer os atletas de campo e seu treinador a quem recebeu ensinamentos. “O significado desse troféu para mim foi que eu e minha equipe fizemos um bom trabalho, porque sem a minha equipe, eu não iria fazer esses 21 gols e nunca que eu ia ser artilheiro, sem eles e os trabalhos do professor Cambé (técnico do Sub-17)” – agradeceu.

O sonho de ser jogador continua sendo sua maior motivação, mas afirmou que a caminhada ainda é difícil e com bons trabalhos é possível vencer. “As dificuldades foram muitas, muita cobrança, tive uma fase ruim, mas com muito esforço conseguir driblar todas elas” – descreveu, o atacante Alex.

Foto: Carol Frezini/PSTC Oficial.

Siga em:
Na lanterna do Grupo
Resultado contra o P

O garoto que narrava os jogos de vídeo game está prestes a se tornar jornalista. Brincalhão, quer fazer do esporte sua profissão.

Classifique este artigo