Estreando na Arena, Atlético-PR de Fernando Diniz encara Tubarão pela Copa do Brasil

Após a semifinal do primeiro turno do Paranaense, as atenções do Atlético-PR se voltam para o elenco principal. A equipe comandada por Fernando Diniz, entra em campo nesta quarta (21) na Arena, para enfrentar o Tubarão de Santa Catarina, pela Copa do Brasil. Quem avançar nesta segunda fase, encara o vencedor de Londrina e Ceará, que também jogam amanhã.

Para enfrentar a equipe catarinense, o Rubro-negro venceu o Caixas fora de casa. Este foi o único jogo oficial que o elenco principal do Furacão realizou no ano. Para se preparar para o jogo desta quarta, o time foi a São Paulo enfrentar em um jogo treino a equipe do Corinthians. A atividade no CT Joaquim Grava, terminou 1 a 0 para o Atlético-PR e Diniz pode testar todo seu elenco, com exceção de Paulo André, que recuperado de uma lesão, está disponível para a partida.

No amistoso contra o time paulista, Diniz utilizou o volante Pavez como terceiro zagueiro, esta é a única dúvida com relação à provável escalação da equipe. Atuando no 3-4-3 o Furacão deverá entrar em campo com Santos; Wanderson, Pavez ou Paulo André e Thiago Heleno. No meio campo Jonathan e Carleto jogarão nas alas e Rossetto e Viga centralizados. A trinca de ataque deverá ser formada por Guilherme, Nikão e Ribamar.

Capitão confia na força da Arena

Responsável por levar a braçadeira de capitão, Thiago Heleno, em entrevista ao site oficial do clube, destacou os pontos chaves de um campeonato como a Copa do Brasil. “Precisamos ter ainda mais concentração. Essas primeiras fases são mais difíceis. Quanto tem dois jogos, ainda é possível recuperar. Nesta fase, não tem segunda chance. Então, precisamos fazer o nosso melhor para passar de fase. Lá em Caxias conseguimos passar, que era nosso principal objetivo. Suportamos bem uma equipe que vinha de uma sequência positiva. Agora, dentro de casa e diante do nosso torcedor, temos plenas condições de fazer um bom jogo e avançar”, disse o zagueiro.

Com relação à postura do adversário, Thiago Heleno acredita que a equipe venha fechada e apostando nos contra ataques. “Deverão atuar um pouco mais atrás. Mas não temos que esperar para ver e sim começar o jogo com muita vontade. Não vamos nos preocupar como eles vão entrar. Temos que pensar na nossa equipe e como vamos nos portar. Fizemos vários trabalhos neste início de ano e precisamos colocar em prática contra o Tubarão. Todo mundo quer jogar. O Clube tem um projeto e nós estamos atuando na Copa do Brasil, então será nosso primeiro jogo em casa. Tem essa ansiedade para voltar ao gramado do nosso estádio, mas já mostramos que estamos bem e temos que ter tranquilidade”, analisou o General.

O Tubarão, que disputará a Série D em 2018, está na oitava colocação no Campeonato Catarinense. Para enfrentar o Furacão, o Peixe derrotou o América-RN por 2 a 0. Em comparação com o Atlético-PR, a equipe do sul de Santa Catarina, entrou em campo dez vezes. Além da vitória na primeira fase da Copa do Brasil, foram  duas vitórias, três empates e quatro derrotas no estadual. Já o rubro negro entrou em campo apenas uma vez, no empate sem gols em Caxias do Sul.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR X TUBARÃO-SC

Atlético-PR: Santos; Wanderson, Pavez (Paulo André), Thiago Heleno; Jonathan, Matheus Rossetto, Raphael Veiga, Carleto; Guilherme, Nikão e Ribamar.
Técnico: Fernando Diniz

Tubarão: Belliato; Marcos Vinicius, Jailton, Petterson e Jean; Matheus Barbosa, Guilherme Amorim, Everton Dias e Daniel Costa; Marcus Índio e Batista.
Técnico: Waguinho Dias.

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data/Horário: 21/02/2018, às 19h30
Árbitro: Eduardo Tomaz de Aquino Valadão (GO)
Assistentes: Bruno Raphael Pires (FIFA – GO) e Marcio Soares Maciel (GO)

Foto: Miguel Locatelli/ Atlético Paranaense

Siga em:
Foz Cataratas Coriti
Coritiba apresenta r

Jornalista, aficionado por esportes, encontrei na profissão um meio de estar mais próximo deste universo.

Classifique este artigo