22 de May de 2017 1:39:55

Em jogo eletrizante, estrela de Autuori brilha, Atlético vence Católica no Chile e está nas oitavas da Libertadores

Foi de arrepiar a classificação do Atlético-PR em Santiago-CHI. O time paranaense precisava vencer o Universidad Católica-CHI nesta noite (17) para não precisar de outro resultado para avançar as oitavas de final da Copa Libertadores. A vitória veio no segundo tempo com gols de três jogadores que saíram do banco de reservas para ajudar o Furacão se classificar para a próxima fase da principal competição das américas.

Com o 3 a 2 sobre a equipe chilena, o Rubro-Negro ficou em segundo lugar no Grupo 4, tendo a mesma pontuação do San Lorenzo-ARG, que ficou com a mesma pontuação com a vitória sobre o Flamengo, mas acabou ficando em primeiro na chave pelo saldo de gols.

Atlético sai atrás no marcador

Precisando demais da vitória, para só depender de si visando a classificação para às oitavas de final da Copa Libertadores, o Atlético-PR foi para cima do Universidad Católica e teve sua primeira boa chegada logo aos 2 minutos. Matheus Rossetto rola para Grafite, o atacante tenta o arremate, mas foi travado na hora do chute na entrada da área. Aos 13, após cruzamento na área, Pablo ajeitou para Sidcley, que tentou de primeira, mas mandou em cima do defensor adversário, que desviou para a linha de fundo.

A equipe chilena assustou somente aos 20 minutos. Santiago Silva recebeu na área, passou por Paulo André e mandou por cima da meta, levando perigo a defesa atleticana. Aos 33, a melhor chance do primeiro tempo do Furacão. Sidcley fez bela jogada pela esquerda e cruzou rasteiro para Nikão, que quase na marca do pênalti mandou de canhota, mas Toselli foi bem no lance e com os pés fez grande defesa, salvando o time da casa.

No momento em que o Atlético-PR era melhor em campo, a equipe brasileira acabou levando a pior, e o Universidad Católica abriu o placar aos 35 minutos. Santiago Silva recebeu da entrada da área, dominou e chutou com o peito do pé no canto direito do goleiro Weverton, que viu a bola morrer no fundo do gol, para a festa da torcida chilena. No prejuízo, o Rubro-Negro teve uma boa chance para deixar tudo igual novamente num lance de bola parada. Aos 42, Nikão cobrou a falta tentando por cima da barreira, mas pegou muito em baixo e a bola subiu demais.

Estrela de Autuori brilha e Furacão vence

Na volta do intervalo, o Universidad Católica foi com apetite atrás do seu segundo gol, e quase conseguir aos 7 minutos com Fuenzalida, que chutou da entrada da área, a bola desviou em Wanderson e acertou o travessão, para a sorte do goleiro Weverton, que já estava batido no lance. Aos 24, a defensiva atleticana viu o time chileno trocar passes no campo de ataque e Buonanotte ficou com a sobra após furo de Fuenzalida, mandou de primeira, mas o arqueiro do Rubro-Negro caiu bem para fazer a defesa.

Atrás no placar, o técnico Paulo Autuori mexeu no time atleticano colocando Eduardo Da Silva, Douglas Coutinho e Carlos Alberto nos lugares de Grafite, Lucho González e Pablo. As mudanças surtiram efeito e os três que entraram marcaram para o Furacão. O primeiro deles foi Eduardo Da Silva, que aos 30 minutos, quando recebeu o cruzamento na área e subiu mais alto que seus marcadores para mandar de cabeça no fundo das redes, deixando tudo igual no placar.

Aos 37 minutos, Douglas Coutinho numa arrancada desde o meio-campo marcou na saída do goleiro, virando a partida no Chile. Um pouco depois, aos 39, veio o inesperado empate do Católica no belo chute de Noir, mandando no ângulo esquerdo de Weverton. Mas aos 41, Carlos Alberto tratou de colocar o Furacão novamente na frente arrematando na gaveta, fazendo o gol da vitória e da classificação Rubro-Negra para as oitavas de final da Copa Libertadores.

FICHA TÉCNICA
UNIVERSIDAD CATÓLICA-CHI 2 X 3 ATLÉTICO PARANAENSE

Universidad Católica: Toselli; Magnasco, Kuscevic, Marípan e Parot; Manzano (Gutiérrez), Carlos Espinosa, Fuenzalida (Cordero), Buonanotte e Noir; Santiago Silva.
Técnico: Mario Salas.

Atlético-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Otávio, Matheus Rossetto, Lucho González (Carlos Alberto), Pablo (Douglas Coutinho) e Nikão; Grafite (Eduardo Da Silva).
Técnico: Paulo Autuori.

Local: Estádio San Carlos de Apoquindo, em Santiago (CHI).
Data/Horário: 17/05/2017, às 21h45 (horário de Brasília).
Árbitro: Jonhatan Fuentes (URU).
Assistentes: Miguel Nievas (URU) e Gabriel Popovits (URU).

Cartões amarelos: Santiago Silva, Espinosa e Buonanotte (Universidad Católica-CHI). Nikão, Paulo André e Wanderson (Atlético-PR).
Cartão vermelho: Wanderson (Atlético-PR).
Gols: Santiago Silva, aos 35’ do 1° tempo e Noir aos 39’ do 2º tempo para o Universidad Católica-CHI. Eduardo Da Silva aos 30’, Douglas Coutinho aos 37’ e Carlos Alberto aos 41’ do 2º tempo para o Atlético-PR.

Siga em:
Em goleada alviverde
Atletas do Londrina

Jornalista formado pela na Universidade Tuiuti do Paraná. Começou como estagiário em 2005 no jornal Folha de Guaratuba, onde atuou até 2007. Desde 2012 no Redação em Campo. Em 2013 passou a cobrir o Paraná Clube. Além de ser apaixonado por futebol, também acompanha vôlei, basquete, tênis e automobilismo. Voluntário da FIFA na Copa 2014.

Classifique este artigo