Em jogo brigado, Prudentópolis e Cianorte empatam no Newton Agibert

É difícil dizer qual das equipes saiu mais prejudicada com o empate em 1 a 1 no Estádio Newton Agibert. Em partida válida pela última rodada da Taça Dionísio Filho, o Prudentópolis ia conquistando sua primeira vitória no Campeonato Paranaense até os 50 minutos do 2º tempo, com gol de Nei. Porém, no último lance, o Cianorte aproveitou a bola aérea para empatar com Feliphe Gabriel. O Prude continua sem vencer no estadual, e o resultado acabou com o sonho do Leão do Vale de disputar as semifinais.

O Prudentópolis volta a campo apenas no dia 4 de março, pela primeira rodada da Taça Caio Júnior. A partida é contra o Londrina, no Estádio do Café. Sem vaga nas semifinais, o Cianorte terá a mesma espera de seu adversário. O Leão do Vale recebe o Paraná Clube no mesmo dia 4 de março, em Cianorte.

Bruxa solta

O Cianorte precisava apenas fazer sua parte para avançar às semifinais do Paranaense. Por conta disso, o Leão do Vale foi guerreiro desde o apito inicial. A defesa do Prudentópolis começou bastante organizada e tentou dificultar a tarefa dos visitantes. Mesmo assim, a equipe do norte do Paraná começou no ataque. Aos 9 minutos, Arroyo avançou e chutou com força no canto. O goleiro Adilson precisou ser rápido para evitar o primeiro gol do jogo.

Dois minutos depois foi a vez do Prude atacar. Depois de boa trama ofensiva em contra-ataque, a bola caiu nos pés de Lucas Machado. O meia arriscou chute da entrada da área, mas não pegou bem e mandou por cima do gol. O que se viu na sequência foi um lance duro. Robinho avançou com a bola, mas Jovany conseguiu cortar e tentou sair jogando. Porém, o atacante do Prudentópolis fez falta feia e levou cartão amarelo. O zagueiro do Cianorte precisou ser substituído por Montoya e, depois de alguns minutos, deixou o estádio de ambulância.

Em seguida, quem sentiu foi o volante Alan Machado, do Prudentópolis. Com isso, o técnico Júlio Sérgio também precisou mudar sua equipe, colocando Pedro na partida. Apesar disso, o time da casa continuou em cima e conseguiu criar mais chances. Aos 29 minutos, Nei cruzou na área, a zaga cortou mal e a bola sobrou limpa para Robinho. O atacante chutou forte, mas João Gabriel espalmou para salvar o Cianorte. O Leão do Vale buscou alguns ataques até o fim da primeira etapa, mas parou na defesa adversária. O Prude também diminuiu o ritmo, chegou com perigo em alguns escanteios, mas ninguém tirou o zero do placar na primeira etapa.

Prudentópolis anota de pênalti, mas Cianorte busca empate no último lance

O Cianorte voltou com tudo do intervalo. Logo no primeiro minuto, Neto Costa escapou com velocidade e lançou bola para André Luís, que apareceu na cara do gol. O atacante escolheu o canto direito, mas Adilson fez milagre para salvar o Prudentópolis. Aos 11 minutos, Morelli apareceu na intermediária e arriscou a finalização, mas o goleiro do Prudentópolis novamente fez excelente defesa e impediu o gol.

Aos 15 minutos, as leis do futebol foram bastante rígidas com o Cianorte. Depois de todas as chances desperdiçadas, quem alcançou o gol foi o Prude. Em lançamento da defesa, Lucas Machado apareceu de frente com João Gabriel. O goleiro não teve outra alternativa e cometeu a penalidade. Na cobrança, Nei chutou forte e abriu o placar para os donos da casa.

O gol colocou os jogadores do Leão do Vale em alerta, mas o time continuava pecando nas finalizações. Perto dos 20 minutos, Richarlyson teve grande chance ao sair de frente para Adilson, mas tentou o cruzamento ao invés do chute e perdeu a oportunidade. Esse lance fez o técnico Marcelo Caranhato colocar Eduardinho no lugar de Richarlyson.

Mesmo com as substituições no adversário, o Prudentópolis continuava com maior posse de bola. O volante Lucas Machado era quem mais aparecia no jogo. Contudo, o time da casa optou por uma mentalidade mais tranquila e buscou gastar tempo para tentar segurar sua primeira vitória no estadual. Perto do fim da partida, os dois times foram mais agressivos. Ao todo, quatro cartões amarelos foram distribuídos nos últimos dez minutos. As faltas deram mais resultado para a equipe visitante. Aos 50 minutos, em falta cobrada na área, Feliphe Gabriel testou para o fundo das redes e garantiu o empate para o Cianorte.

FICHA TÉCNICA
PRUDENTÓPOLIS 1 X 1 CIANORTE

Prudentópolis: Adilson; Nei, João Paulo, Salazar e Renan Macedo (Jefferson Paulista); Welton, Alan Machado (Pedro), Lucas Machado e Cícero; Robinho (Danilo Medeiros) e Gil Bahia.
Técnico: Júlio Sérgio.

Cianorte: João Gabriel; Gerônimo, Jovany (Montoya), Feliphe Gabriel e Arroyo; Morelli, Sidnei e Richarlyson (Eduardinho) (Murilo); Maikinho, André Luis e Neto Costa.
Técnico: Marcelo Caranhato.

Local: Estádio Newton Agibert, em Prudentópolis
Data/Horário: 14/02/2018 às 21h45
Árbitro: Felipe Gomes da Silva
Assistentes: Eduardo Luis Teixeira Furiatti e Fernando César Tobias

Público/Renda: 222 pagantes | 262 total | R$ 4.700,00
Cartões Amarelos: Robinho, Cícero e Danilo Medeiros (Prudentópolis). Arroyo, Feliphe Gabriel, Sidnei e Morelli (Cianorte).
Gols: Nei, aos 15′ do 2º tempo para o Prudentópolis. Feliphe Gabriel, aos 50′ do 2º tempo para o Cianorte.

Foto: Prudentópolis Oficial

Siga em:
Atlético e Foz empa
Rio Branco derrota P

Estudante de Engenharia, fanático por futebol. Encontro nos textos uma forma de desenvolver novas aptidões e acompanhar de perto os bastidores do futebol.

Classifique este artigo