De volta a Série C, Operário vence o Volta Redonda-RJ, no Germano Krüger

Na tarde deste domingo (15), o Operário venceu o Volta Redonda (RJ), no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, na estreia do Campeonato Brasileiro da Série C. O meio-campo Gil Paraíba marcou o gol da vitória. Com a vitória, o Fantasma consegue três pontos e no momento, está na primeira colocação junto com o Tupi (MG), mas ainda tem duas partidas para serem finalizadas. Já o clube carioca fica sem pontuação e no momento ocupa a última colocação, esperando os demais resultados. O Alvinegro volta a campo na próxima quarta-feira (18), às 15h30, em Guarapuava (PR), pela Segunda Divisão do Campeonato Paranaense, contra o Batel, no Estádio Waldomiro Gelinski, pela Série C, o Fantasma volta a campo no domingo (22), em Erechim (RS), contra o Ypiranga, às 15h, no Estádio Colosso da Lagoa. Já o Voltaço, entra em campo no próximo sábado (21), às 16h, em Volta Redonda (RJ), contra o Cuiabá, no Estádio Raulino de Oliveira.

Operário domina a primeira etapa e abre o placar, apesar da forte marcação do Voltaço

A primeira chegada foi aos 5 minutos, pela equipe da casa, o capitão Chicão chutou de longe, frontal ao gol e a bola passou com perigo ao gol de Douglas. Após a primeira chance, o jogo ficou brigado e sem chances. Aos 22′, Jullian ficou de frente para o gol e bateu forte, o goleiro Simão espalmou para escanteio. Com 30 minutos, após bom passe, Cleyton tentou o chute dentro da área, mas foi travado, na sobra, Schumacher cortou da marcação, porém, também teve seu chute travado pela marcação.

Aos 32′, Jean Carlo desceu pela direita, cortou do marcador e bateu para o gol, o goleiro Douglas espalmou e Gil Paraíba no rebote, balançou as redes do Voltaço, 1 a 0 para o Fantasma. Quatro minutos depois, Schumacher acionou Cleyton, que tirou o marcador para dançar e bateu cruzado com muita força, não dando chances de Schumacher chegar nela de carrinho.

Com 42 minutos, o Fantasma armou um grande contra-ataque, com três jogadores atacando contra apenas um defensor, a bola foi tocada para Schumacher, que não conseguiu dominar frente a frente com o goleiro do Volta Redonda.

Operário controla a partida e ambas as equipes tem gols anulados por impedimento

A primeira chegada com perigo do segundo tempo, aconteceu apenas aos 15 minutos, em cobrança de falta direta, Dija Baiano chutou e a bola passou por cima da meta do Operário. No lance seguinte, Marcelo achou espaço entre a defesa do Fantasma e chutou com muito perigo, a bola balançou as redes pelo lado de fora. Com 22 minutos, Léo entrou em diagonal pela lado direito e de perna esquerda, chutou forte para o gol e o goleiro Douglas fez linda defesa, afastando para escanteio.

Aos 24′, depois de escanteio, Erick tentou o chute, que desviou nas costas da marcação e voltou para o próprio Erick, que bateu firme e Douglas fez outra boa defesa. Com 39 minutos, Gil Paraíba fez boa jogada, driblou o goleiro e rolou para o fundo do gol, mas a arbitragem já havia marcado impedimento do jogador Alvinegro. No lance seguinte, Marcelo armou contra-ataque e na hora do chute, foi travado por Sosa.

Com 41 minutos, um lance que chamou a atenção, o árbitro deu cartão amarelo para Jean Carlo, que já havia recebido durante o segundo tempo, um dos assistentes e o quarto árbitro chamaram o árbitro avisando que o jogador já tinha cartão amarelo, mas mesmo assim, o árbitro não expulsou o jogador do Fantasma. Com 47′, após bate-rebate dentro da área, Jullian bateu para o gol e chegou a balançar as redes para o Volta Redonda, mas a arbitragem marcou impedimento do atacante do Voltaço.

FICHA TÉCNICA
OPERÁRIO X VOLTA REDONDA

Operário: Simão; Léo, Alisson, Sosa e Raphael Soares; Chicão, Gil Paraíba, Índio (Erick) e Cleyton (Athos); Jean Carlo e Schumacher (Quirino).
Técnico: Gerson Gusmão.

Volta Redonda: Douglas; Luiz Gustavo (João Cleriston), Bruno Costa, João e Diego Maia; Bruno Barra, Dija Baiano, Pablo (Vinícius Pacheco) e Marcelo; Luã Lúcio (Ángel) e Jullian.
Técnico: Marcelo Salles.

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR).
Data/ Horário: 15/04/2018
Árbitro: Marcos Mateus Pereira (MS)
Assistentes: Marcos dos Santos Brito (MS) e Ruy César Lavarda Ferreira (MS).

Público/ Renda: 2.553 pagantes/ 2.983 total/ R$ 40.930,00.
Cartão amarelo: Índio, Alisson, Jean Carlo e Gil Paraíba (Operário); Luiz Gustavo, Bruno Costa e Bruno Barra (Volta Redonda)
Gols: Gil Paraíba aos 32′ do 1º tempo (Operário); (Volta Redonda).

Foto: José Tramontin/ Operário Oficial.

 

Siga em:
Com mistério na esc
Operário e Cascavel

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo