De virada, Atlético-PR goleia Chape na estreia do Brasileirão 2018

Na noite gelada deste domingo (15), o Atlético-PR estreou pela Série A do Campeonato Brasileiro. O Furacão recebeu a Chapecoense na Arena da Baixada e conquistou uma importante vitória de virada. Com seis partidas disputadas até aqui, entre Copa do Brasil e Sul-Americana, a equipe de Fernando Diniz iniciou sua longa jornada na competição de pontos corridos. Com mudanças na trinca de zaga, Bruno Guimarães e José Ivaldo se juntaram a Pavez. No ataque, o rubro negro contou com o retorno do centroavante Ribamar na equipe titular.

A Chape saiu na frente com gol de Wellington Paulista, mas com gols de Pablo, Nikão, Carleto, Rossetto e Ederson o Atlético-PR conseguiu a virada e com a goleada largou com três pontos no Brasileirão 2018.

Placar fechado

Com a posse de bola e no seu estilo de passes curtos e rodagem das posições o Atlético-PR dominou o primeiro tempo de jogo, mas voltou a pecar nas finalizações. A equipe de Santa Catarina não conseguiu construir nenhuma jogada nos primeiros minutos de partida. A primeira chance de tirar o zero do placar foi com ribamar. O camisa 9 não conseguiu aproveitar o rebote na cobrança de falta de Carleto.

A segunda oportunidade do Furacão sair na frente foi aos 22 minutos. Na bola levantada na área, Pablo e Ribamar não se entendem e não finalizam a jogada. A Chape só foi chegar perto do gol de Santos sete minutos depois. Wellington Paulista recebeu bola escorada e mandou por cima da meta.

Mas a chance mais clara de sair o gol atleticano foi novamente com Ribamar. Bom cruzamento de Carleto e Ribamar de cara para o goleiro Jandrei mandou a esquerda do gol.  A segunda chegada da Chapecoense foi sair somente aos 41 minutos. Lançamento para Wellington Paulista e na hora que o atacante arrumava para o chute, Jonathan chegou para desarmar o ataque catarinense.  No fim do primeiro tempo, boa jogada individual de Arthur Kayke para cima de Pavez, e no cruzamento a zaga atleticana desviou o arremate de Wellington Paulista.

Virada rubro negra

Logo aos dois minutos, cobrança de falta para a Chapecoense, Santos saiu mal do gol e Wellington Paulista desviou para abir o placar na Arena. A resposta do Furacão veio quatro minutos depois. Cruzamento de Carleto para Pablo e o camisa 92 de cabeça manda no angulo de Jandrey, empatando a partida.

A virada atleticana saiu ainda no primeiro terço da etapa final. Nikão aproveitou rebote da zaga catarinense e aos 12′ colocou o Atlético-PR à frente. O rubro negro ampliou a vantagem no placar com Thiago Carleto aos 22 minutos. O ala cobrou falta com categoria sem chances para Jandrey, Furacão não desanimou com o gol sofrido no inicio do segundo tempo e conseguiu buscar o resultado.

Nos minutos finais de jogo o Atlético-PR corou a virada com uma senhora goleada. Rossetto recebeu aos 43 cruzamento de Jonathan na pequena área, desloca o zagueiro e finaliza para fazer o quarto. Ainda teve tempo para o quinto gol, Ederson recebe passe de Rafael Veiga e concretiza a vitoria atleticana.

Com a vitória por 5 a 1 o Furacão está momentaneamente na liderança do Brasileirão. Na próxima rodada o Atlético-PR enfrentará no domingo (22), também as 19;00 h o Grêmio em Porto Alegre. Já a Chape receberá na Arena Condá o Vasco da Gama.

Foto: Miguel Locatelli/ Atlético Paranaense

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 5X1 CHAPECOENSE

Atlético-PR: Santos; Bruno Guimarães, Pavez, e José Ivaldo; Jonathan, Camacho (Deivid), Rossetto e Carleto; Nikão (Raphael Veiga), Pablo e Ribamar (Ederson).
Técnico: Fernando Diniz

Chapecoense: Jandrei; Apodi (Eduardo), Rafael Thyere, Douglas, Bruno Pacheco; Amaral, Márcio Araújo (Guilherme), Canteros; Arthur, Vinicius (Nadson), Wellington Paulista.
Técnico: Gilson Kleina

Local: Arena da Baixada, em Curitiba (PR)
Data/Horário: 15/04/2018 às 19h00
Árbitro: Dewson Fernando Freitas da Silva (FIFA – PA)
Assistentes: Hélcio Araújo Neves (PA) e Heronildo Sebastião Freitas da Silva (PA)

Público|Renda: 9258 (total) 8395 (pagantes)|R$130.015,00
Cartão amarelo: José Ivaldo (Atlético-PR); Marcio Araujo, Rafael Thyere e Wellington Paulista (Chapecoense)
Gol: Pablo aos 6′, Nikão aos 12′, Thiago Carleto aos 22′,  Matheus Rossetto aos 43′ e Ederson aos 47′ do 2º tempo para o Atlético-PR; Wellington Paulista aos 2′ do 2º tempo para a Chapecoense

Siga em:
Operário e Cascavel
Dagoberto mostra que

Jornalista, aficionado por esportes, encontrei na profissão um meio de estar mais próximo deste universo.

Classifique este artigo