Coritiba sofre virada nos instantes finais em Chapecó e é rebaixado para a Série B

O Coritiba entrou em campo na tarde deste domingo (3) precisando de uma vitória nesta 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro da Série A para permanecer na elite do futebol brasileiro. O Coxa enfrentou a Chapecoense que tinha como objetivo a pré-Libertadores. Num jogo que reservou emoções para o final na Arena Condá em Chapecó, o Coritiba saiu na frente com gol de Kleber, mas sofreu a virada no apagar das luzes, aos 49 minutos do 2º tempo com gol de Tulio de Melo. Final 2 a 1.

O Verdão do oeste catarinense cumpriu seu objetivo, terminando em 8º lugar com 54 pontos, enquanto o Coxa, na 17ª colocação com 43 pontos está rebaixado para a Série B.

Equilíbrio e tudo igual no placar

A bola rolou na Arena Condá e aos 3 minutos, o Coritiba teve oportunidade em cobrança de falta. Após a cobrança, o ataque coxa-branca desviou, mas a arbitragem sinalizou posição irregular. Na sequência, a equipe catarinense desceu em velocidade com Apodi. Ele acabou derrubado por Thiago Carleto. Falta cobrada por Reinaldo e a primeira grande defesa do goleiro Wilson que se esticou todo para afastar o perigo.

Nos primeiros minutos, as equipes partiram pro ataque, mas logo o jogo ficou concentrado no meio de campo, sem muitas opções. Foi quando aos 13 minutos, Kleber recebeu, dominou, mandou pro gol e a bola foi parar no fundo das redes. Coritiba em vantagem, com um belo gol na Arena Condá.

A Chapecoense chegou com perigo aos 17 minutos após escanteio cobrado fechado, o goleiro Wilson mais uma vez se esticou para a defesa afastando o perigo. Aos 23 minutos, falta frontal para a Chape. Artur cobrou com chute forte e o arqueiro Wilson tirou com a ponta do dedo para escanteio. Quatro minutos depois, Reinaldo arriscou de fora da área e a bola passou raspando o travessão. O jogo seguia com movimentação. E aos 39 minutos, Elicarlos talvez, numa tentativa de cruzamento, acabou pegando o goleiro Wilson adiantado e a bola pegou um efeito e foi pra dentro do gol. Tudo igual, 1 a 1.

Ao final do primeiro tempo houve ainda uma chance para cada lado, mas o placar ficou em igualdade.

Chapecoense vira e rebaixa o Coritiba

Para a segunda etapa apenas uma substituição. O técnico Marcelo Oliveira sacou Daniel para entrada de Iago Dias. E no apito do árbitro, o Coritiba foi rápido, Rildo passou para Kleber, porém, os jogadores não conseguiram dar sequência na jogada. Aos 5 minutos, boa chegada coxa-branca, Kleber arrisca de dentro da área, mas a bola explode na defesa da Chape.

O resultado de empate neste momento já não servia para ambas as equipes e quando o Sport abriu o placar com o Corinthians, a situação para o Coritiba ficou ruim, pois estava sendo rebaixado. Para a Chape, o sonho da Libertadores também ficava distante com o resultado.

Aos 12 minutos boa tentativa da Chapecoense. João Pedro sai pela direita, arriscou o cruzamento, mas a defesa do Coxa cortou, Apodi apareceu para tentar mandar novamente pra área, mas não conseguiu concluir. Mas foi aos 25 minutos que a equipe da casa começou a exercer pressão. E o goleiro Wilson teve papel fundamental na defesa de três escanteios seguidos.

O tempo ia passando, a tensão aumentando e também o cansaço. Mesmo com as substituições o panorama do jogo não mudou e eram poucas as oportunidades criadas. Com cinco minutos de acréscimos, a Chapecoense quase ampliou com Apodi. Ele chutou de longe, a bola bateu no travessão e foi quase pra dentro do gol. E aos 49 minutos, a Chape conquistou a virada, após jogada entre Apodi e Tulio de Melo, a zaga do Coritiba deu bobeira, e a bola foi para o gol. Final em 2 a 1 para a Chapecoense garantindo a equipe catarinense na fase pré-Libertadores e decretando o rebaixamento do Coxa.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 2 X 1 CORITIBA

Chapecoense: Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; João Pedro (Nadson), Moisés Ribeiro, Elicarlos (Rodrigo Pelezinho) e Canteros; Arthur Caike e Wellington Paulista (Tulio de Melo).
Técnico: Gilson Kleina.

Coritiba: Wilson; Léo (Keirrison), Thalisson Kelven, Cléber Reis e Thiago Carleto; Jonas, Vitor Carvalho (Anderson), Tiago Real e Daniel (Iago Dias); Rildo e Kleber.
Técnico: Marcelo Oliveira.

Local: Arena Condá, em Chapecó-SC.
Data/Horário: 03/12/2017, às 17h.
Arbitro: Luís Flávio de Oliveira (FIFA-SP).
Assistentes: Danilo Ricado Simon Manos (FIFA-SP) e Alex Ang Ribeiro (SP).

Público/Renda: 12.913 total/ R$ 346.930,00
Cartões Amarelos: João Pedro, Fabrício Bruno, Reinaldo (Chapecoense). Thiago Carleto, Jonas (Coritiba).
Gols: Elicarlos aos 39′ do 1º tempo, Tulio de Melo aos 49′ do 2º tempo para a Chapecoense. Kleber aos 13′ do 1º tempo para o Coritiba.

Foto: Coritiba Oficial

Siga em:
Sem Weverton, Atlét
Campeonato Regional

CEO & Founder do Redação em Campo. Jornalista pela Universidade Tuiuti do Paraná (UTP), especialista em Marketing e Jornalismo de Internet. Mestranda em Comunicação pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Curitibana, rock n' roll, viciada em futebol de segunda divisão, fã de tecnologia e do Millonarios FC.

Classifique este artigo