Coritiba sofre virada nos instantes finais em Chapecó e é rebaixado para a Série B

O Coritiba entrou em campo na tarde deste domingo (3) precisando de uma vitória nesta 38ª e última rodada do Campeonato Brasileiro da Série A para permanecer na elite do futebol brasileiro. O Coxa enfrentou a Chapecoense que tinha como objetivo a pré-Libertadores. Num jogo que reservou emoções para o final na Arena Condá em Chapecó, o Coritiba saiu na frente com gol de Kleber, mas sofreu a virada no apagar das luzes, aos 49 minutos do 2º tempo com gol de Tulio de Melo. Final 2 a 1.

O Verdão do oeste catarinense cumpriu seu objetivo, terminando em 8º lugar com 54 pontos, enquanto o Coxa, na 17ª colocação com 43 pontos está rebaixado para a Série B.

Equilíbrio e tudo igual no placar

A bola rolou na Arena Condá e aos 3 minutos, o Coritiba teve oportunidade em cobrança de falta. Após a cobrança, o ataque coxa-branca desviou, mas a arbitragem sinalizou posição irregular. Na sequência, a equipe catarinense desceu em velocidade com Apodi. Ele acabou derrubado por Thiago Carleto. Falta cobrada por Reinaldo e a primeira grande defesa do goleiro Wilson que se esticou todo para afastar o perigo.

Nos primeiros minutos, as equipes partiram pro ataque, mas logo o jogo ficou concentrado no meio de campo, sem muitas opções. Foi quando aos 13 minutos, Kleber recebeu, dominou, mandou pro gol e a bola foi parar no fundo das redes. Coritiba em vantagem, com um belo gol na Arena Condá.

A Chapecoense chegou com perigo aos 17 minutos após escanteio cobrado fechado, o goleiro Wilson mais uma vez se esticou para a defesa afastando o perigo. Aos 23 minutos, falta frontal para a Chape. Artur cobrou com chute forte e o arqueiro Wilson tirou com a ponta do dedo para escanteio. Quatro minutos depois, Reinaldo arriscou de fora da área e a bola passou raspando o travessão. O jogo seguia com movimentação. E aos 39 minutos, Elicarlos talvez, numa tentativa de cruzamento, acabou pegando o goleiro Wilson adiantado e a bola pegou um efeito e foi pra dentro do gol. Tudo igual, 1 a 1.

Ao final do primeiro tempo houve ainda uma chance para cada lado, mas o placar ficou em igualdade.

Chapecoense vira e rebaixa o Coritiba

Para a segunda etapa apenas uma substituição. O técnico Marcelo Oliveira sacou Daniel para entrada de Iago Dias. E no apito do árbitro, o Coritiba foi rápido, Rildo passou para Kleber, porém, os jogadores não conseguiram dar sequência na jogada. Aos 5 minutos, boa chegada coxa-branca, Kleber arrisca de dentro da área, mas a bola explode na defesa da Chape.

O resultado de empate neste momento já não servia para ambas as equipes e quando o Sport abriu o placar com o Corinthians, a situação para o Coritiba ficou ruim, pois estava sendo rebaixado. Para a Chape, o sonho da Libertadores também ficava distante com o resultado.

Aos 12 minutos boa tentativa da Chapecoense. João Pedro sai pela direita, arriscou o cruzamento, mas a defesa do Coxa cortou, Apodi apareceu para tentar mandar novamente pra área, mas não conseguiu concluir. Mas foi aos 25 minutos que a equipe da casa começou a exercer pressão. E o goleiro Wilson teve papel fundamental na defesa de três escanteios seguidos.

O tempo ia passando, a tensão aumentando e também o cansaço. Mesmo com as substituições o panorama do jogo não mudou e eram poucas as oportunidades criadas. Com cinco minutos de acréscimos, a Chapecoense quase ampliou com Apodi. Ele chutou de longe, a bola bateu no travessão e foi quase pra dentro do gol. E aos 49 minutos, a Chape conquistou a virada, após jogada entre Apodi e Tulio de Melo, a zaga do Coritiba deu bobeira, e a bola foi para o gol. Final em 2 a 1 para a Chapecoense garantindo a equipe catarinense na fase pré-Libertadores e decretando o rebaixamento do Coxa.

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 2 X 1 CORITIBA

Chapecoense: Jandrei; Apodi, Douglas Grolli, Fabrício Bruno e Reinaldo; João Pedro (Nadson), Moisés Ribeiro, Elicarlos (Rodrigo Pelezinho) e Canteros; Arthur Caike e Wellington Paulista (Tulio de Melo).
Técnico: Gilson Kleina.

Coritiba: Wilson; Léo (Keirrison), Thalisson Kelven, Cléber Reis e Thiago Carleto; Jonas, Vitor Carvalho (Anderson), Tiago Real e Daniel (Iago Dias); Rildo e Kleber.
Técnico: Marcelo Oliveira.

Local: Arena Condá, em Chapecó-SC.
Data/Horário: 03/12/2017, às 17h.
Arbitro: Luís Flávio de Oliveira (FIFA-SP).
Assistentes: Danilo Ricado Simon Manos (FIFA-SP) e Alex Ang Ribeiro (SP).

Público/Renda: 12.913 total/ R$ 346.930,00
Cartões Amarelos: João Pedro, Fabrício Bruno, Reinaldo (Chapecoense). Thiago Carleto, Jonas (Coritiba).
Gols: Elicarlos aos 39′ do 1º tempo, Tulio de Melo aos 49′ do 2º tempo para a Chapecoense. Kleber aos 13′ do 1º tempo para o Coritiba.

Foto: Coritiba Oficial

Siga em:
Sem Weverton, Atlét
Campeonato Regional

CEO & Founder do Redação em Campo. Jornalista pela Universidade Tuiuti do Paraná (UTP), especialista em Marketing pela PUC-PR e Internet Journalism (London School of Journalism). Mestranda em Comunicação pela Universidade Federal do Paraná (UFPR). Atualmente, professora nos cursos de Comunicação da Universidade Tuiuti do Paraná. Curitibana, rock n' roll, viciada em futebol de segunda divisão, fã de tecnologia e do Millonarios FC.

Classifique este artigo