28 de April de 2017 6:51:48

COPEL pode fazer investimento no Estádio do Café

Na semana passada, se reuniram em Curitiba (PR), o presidente da Assembléia Legislativa do Paraná, Ademar Traiano (PSDB), o Deputado Estadual, Cobra Repórter (PSD) e o vereador de Londrina, Felipe Prochet (PSD), buscando melhorias para o Estádio do Café. Entre os assuntos discutidos, foi feito um pedido de emenda parlamentar para conseguir a instalação de um placar eletrônico na praça esportiva. Na mesma viagem, o vereador Felipe Prochet confirmou uma reunião com o presidente da COPEL (Companhia Paranaense de Energia), Antônio Sérgio de Souza Guetter, para discutir sobre a iluminação do Estádio do Café. “Acredito que será feito uma avaliação em conjunto com a COPEL, para fazer o projeto de troca da iluminação do Estádio do Café, que é um problema que com certeza teremos daqui há um ano”, falou Felipe Prochet.

A iluminação do Estádio do Café é a mesma desde a sua inauguração, em 1976 e nos últimos anos acarretou vários problemas durante os jogos do Londrina. O primeiro aconteceu em 2014, em partida válida pela Copa do Brasil, contra o Criciúma, quando todas as torres se apagaram no intervalo da partida. Em 2016, uma série de problemas, onde o clube alviceleste chegou a ser julgado pelo STJD, por vários apagões em partidas de nível nacional. O primeiro problema aconteceu contra o Cruzeiro, em jogo da Copa do Brasil; depois na partida válida pela Série B contra o Náutico e por fim, dois apagões no jogo contra o Paraná Clube, também pela Segunda Divisão nacional.

Futuro CT do Londrina Esporte Clube

Após a quitação de dívidas em que o Londrina ainda tem, um dos primeiros passos seria a construção de um CT para o clube do Londrina, já que o CT da SM Sports é de propriedade de Sérgio Malucelli. O vereador Felipe Prochet, quando era presidente do Londrina fez um projeto do um centro de treinamento para o clube, que fica na região do Distrito de Espírito Santo. O terreno é de propriedade da Prefeitura de Londrina e já foi feita uma consulta para a troca de terrenos com o clube alviceleste. “Aqui dentro da Câmara dos Vereadores nós fizemos um requerimento da área pretendida pelo Londrina, o município já indicou que não tem nenhum projeto pela área, agora estamos aguardando que o Londrina faça a avaliação do seu terreno e faça a proposta para a Prefeitura. Conversei com o Getúlio Castilho [vice-presidente do Londrina] e nesta semana ele fará o levantamento das áreas que o clube pretende ofertar”, enfatizou Prochet.

A área em que o Londrina pretende trocar faz parte da antiga sede campestre do clube, dentro do terreno que ainda é de propriedade do clube alviceleste, existe uma rua que liga dois bairros, que ainda é de terra e a Prefeitura tem interesse no local. O terreno pleiteado pelo Londrina fica no Distrito de Espírito Santo, aproximadamente 12 km do centro da cidade.

Siga em:
Foz Cataratas/Coriti
Estádio do Café po

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo