17 de October de 2017 6:58:10

Como vem o Batel para Terceirona Paranaense

Após um período de incertezas, a Terceirona do Paranaense vai começar.  E a Associação Atlética Batel está preparada para a competição. Com Marcelo do Ó, Emerson Galon e Solmir Consalter à frente do clube, a Associação Atlética Batel, aos seus 66 anos, tem como objetivo o acesso para Segunda Divisão do Campeonato Paranaense, como conta o gestor técnico da equipe, Marcelo do Ó. “O nosso primeiro objetivo é se classificar entre os quatros. A competição tá bem nivelada, as equipes se reforçaram bem, acredito que vai ser um grande torneio”, completou Marcelo.

O Batel fechou seu elenco com 27 atletas para disputar a competição. Entre eles, nomes conhecidos do futebol paranaense. O gestor técnico do clube, Emerson Galon, falou sobre as contratações. “São atletas de qualidade, dentro da realidade do clube e com o aval do técnico. Acredito que teremos um time competitivo para a briga pelo acesso”.

Relação de atletas:

27 atletas

05 atletas da base (Adir, Baiano, João Murilo, Magnum e Tiago)
03 atletas remanescentes do ano passado (Rocha, Maikon e Sobenko)
03 atletas de avaliação (Caio, Ricardo e Jean)
06 atletas parceria com Iraty (Doni, Dan, Gabriel, Russo, Renan e Pety)
02 atletas Prudentópolis FC (Lucas Lourenço e Josimar)
08 atletas contratados (Anderson, Danillo, Eri Gomes, Guilherme, Heros, Marcelinho Araxá, Marcelo Felber, Marquinhos)

Estreia

O Redação em Campo conversou como o goleiro Doni, que chegou recentemente ao clube depois de disputar a Segundona Paranaense pelo Iraty. O arqueiro, que deve ser o titular no gol, contou sua expectativa para o Campeonato. “A equipe está preparada para o Campeonato. Foram 60 dias de preparação. A expectativa é de fazer uma campanha boa e conseguir o acesso”, Doni.

Para a sua estreia, o Batel terá alguns desfalques importantes. São cinco jogadores, que seriam titulares,  mas que ainda não tiveram os seus nome publicados no BID. O clube trabalha para regularizar a situação dos atletas para a próxima rodada.

Lista de jogadores que não tiveram seus nomes publicados no BID:

Marcelo Felber – zagueiro
Anderson – zagueiro
Rodrigo Marcelino – atacante
Heros – atacante
Ricardo – volante

Foto: arquivo pessoal.

Um desses jogadores que estão fora é o atacante Rodrigo Marcelino, que retornou ao Batel este ano. “É muito bom estar voltando para o Batel. É um clube que eu me sinto bem e me sinto em casa”, falou Rodrigo. Sobre o objetivo da equipe, Marcelino foi objetivo na resposta. “O objetivo do grupo é ser campeão. Temos um elenco bom pra isso. Essa é a nossa expectativa”. O atacante também falou sobre o fato de ficar de fora da estreia. “Fico chateado de ficar de fora da estreia. Estou treinando a algum tempo, estou pronto, mas infelizmente meu nome não saiu no BID”, explicou.

Rodrigo também falou dos seu objetivos indivudais e lembrou da sua artilharia na primeira passagem pelo Batel.”Por ser artilheiro na minha primeira passagem aumenta minha responsabilidade. Vamos trabalhar, mas o objetivo é marcar pelo menos um gol por partida nesta primeira fase”, falou o atacante.

 

Ingressos

O Batel faz sua estreia nesta quinta-feira (12), às 15h30, contra o  REC,  no Estádio Waldomiro Gelinski, em Guarapuava. Os ingressos só serão vendidos no dia do jogo. Crianças Até 10 anos a entrada é livre. Arquibancada: 10,00 (inteira) e 5,00 (meia)* Cadeiras: 20,00 (inteira) e 10,00 (meia)*.

*Mulheres, crianças de 6 a 12 anos, estudantes com carteirinhas 2017, idosos acima de 60 anos e doadores de sangue tem direito a meia-entrada. Lotação máxima do estádio permitida para esta partida de 2 mil pessoas.

Foto: Divulgação Batel

Siga em:
Paranaense Sub-17 se

Estudante de jornalismo na Faculdade Opet. Apaixonado por esportes. Goleiro nos finais de semana. Setorista do Batel FC no @redacaoemcampo.

Classifique este artigo