Com seis finais pela frente, Londrina entra na briga pelo acesso

Vivo dentro da briga pelo acesso principalmente após derrotar o Sampaio Corrêa, fora de casa, no último sábado (22), o Londrina terá seis finais pela frente até o término do Campeonato Brasileiro da Série B. O Tubarão está a quatro pontos do 4º colocado e a seis pontos do vice-líder, tendo nas duas próximas rodadas adversários que estão a sua frente. Nesta sexta-feira (26), o quinto colocado Vila Nova virá até o Estádio do Café.

O técnico Roberto Fonseca precisou de apenas 13 jogos no comando do Alviceleste para conseguir a primeira vitória após sair atrás do placar, feito que os dois últimos técnicos não conseguiram e Cláudio Tencati demorou três anos para conseguir. Com mais esse atributo somado com a boa campanha do 2º turno, Fonseca falou sobre o embalo que a equipe tem nessa reta final. “Nós estamos crescendo em um momento importante, estamos a sete partidas sem perder, quatro fora de casa, isso é o principal, quando você tem esse aproveitamento fora de casa e consegue ser forte dentro de casa, esse é um sinônimo de chegada. Nós precisamos, contamos com nosso torcedor que possa fazer um ambiente de decisão, como realmente vai ser essa partida na sexta-feira (26)”, afirmou o treinador Alviceleste.

Com o embalo nessa reta final e a virada no último jogo, Roberto Fonseca destaca situações que fazem o time estar brigando pelo acesso neste momento. “É um time rápido na frente que a gente tem, é um time que não se abateu, a gente não tinha tido essa experiência ainda de ter saído atrás do marcador e virar fora de casa, então são itens que a gente têm crescido na competição, ganhar jogos importantes, clássicos regionais, ganhar jogos de virada, conseguir dentro de casa ter um sequência boa, acredito que o Londrina têm vivido uma experiência única na competição, então esse é o momento de fazermos uma semana com clima de decisão, jogadores, torcida, imprensa, para que a gente possa quem sabe dar uma sequência e uma entrada de vez na briga por uma classificação”, enfatizou Fonseca.

Nesta temporada até por tudo que viveu, trocas de comando e campanha ruim no estadual, Copa do Brasil e 1º turno da Série B, o torcedor ficou distante da equipe. Para o comandante do Londrina, esse é o momento do torcedor estar junto com o time. “Acho que esse é o momento, nós não podemos cobrar daqueles que lá estão indo, eles estão apoiando, fazia um tempo que não via eles comparecendo e torcendo do começo até o final, mas agora aqueles que não acreditavam, aqueles que ficaram apenas no sofá assistindo, essa é a hora, a equipe e jogadores estão fazendo por merecer [o apoio das arquibancadas], então acho que esse é o momento, temos que comprar essa ideia que em 2018 ainda dá”, finalizou o treinador do Tubarão.

Para encarar o Vila Nova, nesta sexta-feira (26), às 19h15, no Estádio do Café, Fonseca contará com a volta do zagueiro Dirceu e do atacante Dagoberto, que cumpriram suspensão automática. Mesmo não sendo titular, o treinador não terá Jô por receber o terceiro cartão amarelo.

Foto: Lucas Almeida/ Sampaio Corrêa Oficial.

Siga em:
Na estreia de Dado C
Arbitral define mesm

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo