Com queda de energia no final, Operário vence Joinville

Na tarde desse domingo (06), o Operário recebeu o Joinville no Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa, em partida válida pela quarta rodada do Brasileiro Série C, e venceu pelo placar de 2 a 0. O Fantasma é líder do Grupo B, com nove pontos.

O Operário volta a jogar no próximo domingo (13), contra o Tombense-MG, em casa, às 16h30. Já o Joinville joga contra Cuiabá-MT, na Arena Joinville, sábado (12), às 19h30.

Em primeiro tempo truncado, Operário e Joinville não saem do zero

O Operário errava muitos passes quando chegava ao ataque e nenhuma das equipes teve chance de gol nos primeiros 15 minutos. O Fantasma tinha mais posse de bola, porém não conseguia desenvolver o jogo. O técnico Gerson Gusmão teve que fazer uma substituição forçada no primeiro tempo, Giancarlo sentiu lesão e Quirino entrou em seu lugar.

Aos 28’, Quirino perdeu a melhor chance do jogo: o atacante estava bem posicionado, porém tentou mais um drible antes do arremate e quando chutou já estava marcado e foi travado. A marcação estava forte, o jogo seguia truncado, com poucas chances de gol.

Aos 35’, Bruno Aguiar salvou o que poderia ser o gol do Fantasma, Robinho chutou forte e o zagueiro do JEC se enfiou na frente para cortar. O goleiro Emerson trabalhou pela primeira vez em chute de Quirino aos 44’.

Operário insiste e leva a vitória no final

O segundo tempo começou com pressão do Operário, disposto a abrir o placar, porém encontrava um Joinville fechado na marcação. Aos 15’, Índio mandou um cruzamento na medida, porém Schumacher não conseguiu empurrar para dentro na segunda trave, no que seria o primeiro gol do Fantasma.

O Fantasma seguia dominando o jogo, com mais posse de bola, mas ainda sem conseguir encontrar uma bola para colocar para dentro. Com o tempo passando, os 3.816 torcedores presentes estavam ficando impacientes com a falta de gols. Aos 37’, em cobrança de falta por Xuxa, Schumacher escorou para Léo mandar para o fundo das redes e abrir o placar. Aos 45′, Dione se posicionou para cobrança de falta, aproveitou que o goleiro Emerson colocou apenas dois na barreira e mandou direto para ampliar e fechar em 2 a 0.

Logo após o gol teve queda de energia e a partida ficou paralisada por 20 minutos, faltando um minuto. O jogo retomou, mas foi encerrado logo em seguida.

FICHA TÉCNICA
OPERÁRIO 2×0 JOINVILLE

Operário: Simão; Léo, Sosa, Alisson e Peixoto; Chicão, Índio e Cleyton; Robinho (Xuxa), Giancarlo (Quirino) e Schumacher (Dione).
Técnico: Gerson Gusmão.

Joinville: Emerson; Jonas, Bruno Aguiar, Emerson Silva e Alex Ruan; Pierre, Michel Schmoller, Breno (Jean Felipe), Davi (Marlyson) e Madson; Rafael Grampola (Jean Lucas).
Técnico: Matheus Costa.

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR)
Data/Horário: 05/05/2018, às 16h30
Árbitro: Ivan da Silva Guimarães Junior (AM)
Assistentes: Uesclei Regison Pereira dos Santos (AM) e Alexsandro Lira de Alexandre (AM)

Público/Renda: 3322 pagantes / 3816 total / R$ 57.850,00
Cartões amarelos: Léo, Cleyton (Operário); Alex Ruan, Madson, Emerson Silva (Joinville)
Gols: Léo aos 37’ e Dione aos 45′ do 2º tempo, para o Operário

Foto: José Tramontin / Operário Oficial

Siga em:
Cianorte vence o Nov
Paranavaí e São Jo

Estudante de jornalismo. Apaixonada por futebol, principalmente o feminino. Também apaixonada por motovelocidade e rugby. Torcedora do Arsenal Women e da Inter de Milão.

Classifique este artigo