25 de July de 2017 8:48:50

Com placar construído no primeiro tempo, Atlético empata com Chapecoense na Arena Condá

Atlético

Atlético e Chapecoense abriram a rodada de domingo do Campeonato Brasileiro e saíram empatados de campo. O  placar de 1 a 1 acabou não sendo bom para ambos. Tanto Atlético, quanto Chapecoense, ficam com 15 pontos, em 13º e 14º na tabela, respectivamente, pelo menos até o fim da rodada, que termina nesta segunda-feira (10). Na próxima rodada, o Furacão recebe o Cruzeiro, na quarta (12), às 21h45.

 

Início matador sucedido por pressão do time da casa

Jogo no domingo de manhã normalmente deixa o torcedor meio sonolento, mas no caso de Chapecoense e Atlético o torcedor acordou de uma vez só. Isso porque logo aos 2 minutos o Furacão abriu o placar, Sidcley recebeu a bola de Jonathan, dominou no peito, deixou Seijas na saudade com um belo corte e chutou com muita categoria de pé direito no canto de Jandrei.

O gol poderia ter dado tranquilidade ao Atlético para administrar o jogo, mas, ao contrário disso, trouxe a Chapecoense para cima da sua defesa. Por isso, o time catarinense passou a exercer pressão. Não demorou muito para o empate, Reinaldo cobrou uma falta da direita, Sidcley afastou parcialmente de cabeça, mas Lucas Marques pegou o rebote com uma bomba de fora e acertou o cantinho da meta defendida por Weverton.

Após o empate, a Chapecoense continuou exercendo pressão, principalmente pelo lado direito de ataque com Apodi. Mas o Furacão conseguiu segurar o ímpeto da Chape até o fim do primeiro tempo e levou o empate para o intervalo.

 

Maior equilíbrio e placar empatado até o fim

Na segunda etapa o jogo ficou mais equilibrado, embora a Chapecoense continuasse a criar chances, o Atlético também passou a incomodar mais o time catarinense, principalmente com Nikão, um dos melhores jogadores rubro-negros em campo.

O Atlético teve uma excelente chance de ficar na frente novamente aos 25′ quando Douglas Coutinho arrancou pela esquerda e partiu sozinho em direção ao gol, mas na hora de concluir, chutou em cima do goleiro Jandrei.

Depois disso, foram criadas poucas chances efetivas de gol, mas o jogo seguiu movimentado e bem mais equilibrado do na primeira etapa. Portanto, o empate acabou se tornando o resultado mais justo para o jogo. No fim do jogo, a Chapecoense ainda teve a chance de matar o jogo, Lourency recebeu na esquerda e chutou cruzado, a bola desviou no meio do caminho e saiu em escanteio. Mas, o placar foi mesmo de 1 a 1.

 

FICHA TÉCNICA
CHAPECOENSE 1 1 ATLÉTICO-PR

Chapecoense: Jandrei; Apodi (Moisés Ribeiro), Douglas Grolli, Victor Ramos e Reinaldo; Andrei, Girotto, Lucas Mineiro (Lourency), Lucas Marques e Seijas (Luiz Antônio); Arthur e Wellington Paulista.
Técnico: Vinicius Eutrópio

Atlético-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Otávio, Matheus Rossetto (Eduardo Henrique) e Lucho González (Bruno Guimarães); Nikão, Douglas Coutinho (Nicolas) e Ederson.
Técnico: Eduardo Baptista

Local: Arena Condá, em Chapecó (SC)
Data/Horário: 09/07/2017 às 11h
Árbitro: Caio Max Augusto Vieira (RN)
Assistentes: Flavio Gomes Barroca (RN) e Vinicius Melo de Lima (RN)

Público/Renda: 9.689 total/R$ 220.290
Cartões Amarelos: Victor Ramos (Chapecoense). Paulo André, Lucho González e Jonathan (Atlético-PR)
Gols: Lucas Marques, aos 16′ do 1º tempo para a Chapecoense. Sidcley, a 1′ do 1º tempo para o Atlético-PR.

 

Foto: Twitter Oficial Chapecoense

.

Siga em:
Com dois de Quirino,
No retorno ao Couto
Classifique este artigo