19 de November de 2017 8:38:39

Com falha de Weverton, Atlético é derrotado na Libertadores

O Atlético entrou em campo na noite desta quarta feira (05) na Vila Capanema para disputar as oitavas de final da Libertadores contra o Santos. A novidade no time do técnico Eduardo Baptista foi a presença do jovem lateral direito Gustavo Carcado, a entrada do jogador das categorias de base no time segundo o treinador foi para dar mais fôlego ao time pois o experiente Jonathan sentiu dores e não conseguiu treinar durante a semana.

Com domínio no primeiro tempo e falhas defensivas no segundo, Furacão foi derrotado por 3×2 e no jogo da volta precisa ganhar por dois gols de diferença para avançar na competição. Nikão e Everton marcaram para o rubro negro enquanto Kayke duas vezes e Bruno Henrique balançaram as redes pro Santos.

Bom jogo na Vila

O primeiro tempo da partida foi de bastante qualidade e com poucas faltas, o Furacão começou a comandar as jogadas ofensivas e logo aos seis minutos boa jogada de Sidcley pela esquerda que cruza na área, encontra Lucho que fura mas a bola sobra para Nikão que de primeira deixa o Atlético-PR na frente do placar.

A equipe paranaense manteve a marcação alta e dois minutos depois quase aumentou a vantagem na falta sofrida por Cascardo na direita que Matheus Rosseto levanta na área e Thiago Heleno cabeceia para fora. O Santos buscou os contra ataques até que aos 24 minutos Lucas Lima faz boa enfiada de bola para Kayke que invade a área atleticana e empata a partida na saída do Weverton.

O jogo se manteve aberto, o meia campista Lucas Lima do Santos se destacava na meia cancha e do lado atleticano as boas jogadas de Nikão e Sidcley, mas foi Lucho que quase deixou o time rubro-negro na frente, de fora da área ele arriscou porém o goleiro Vanderlei conseguiu desviar a bola que caprichosamente bate na trave antes de sair na linha de fundo.

Weverton falha e Atlético sofre virada

Pressão alta do Santos faz Rosseto errar na saída de bola, Thiago Maia aproveita e rouba a bola, toca para Kayke mas Weverton sai para o abafa salvando o rubro negro de sofrer a virada. A resposta do Furacão saiu dos pés de Douglas Coutinho que arranca pela esquerda e na entrada de área arremata para a linha de fundo.

O jogo estava equilibrado, com chances para os dois lados mas com domínio da posse de bola do Atlético, porém aos 11 minutos Weverton falha feio no chute de fora da área de Victor Ferraz e deixa a bola escapar, atento no lance Bruno  Henrique empurra pro gol.

O Atlético sentiu muito o gol sofrido, o Santos aproveitou o bom momento recuperou a posse de bola e tirou vantagem vantagem do desequilíbrio emocional do Furacão na Vila. Aos 22 minutos Bruno Henrique faz linda jogada em cima de Cascardo e cruza rasteiro e encontra Kayke na área que de letra amplia ainda mais o placar.

A reação do Atlético saiu dos pés de Ederson, que aproveita bola de Rosseto na grande área e aos 26 minutos diminuiu o placar, e tentou buscar o empate, com Nikão e Pablo, mas a bola na entra na Vila.

FICHA TÉCNICA
ATLÉTICO-PR 2 X 3 SANTOS

Atlético-PR: Weverton; Gustavo Cascardo, Paulo André, Thiago Heleno e Sidcley; Otavio, Matheus Rossetto (Grafite), Lucho González (Pablo), Douglas Coutinho (Carlos Alberto) e Nikão;  Ederson.
Técnico: Eduardo Baptista.

Santos: Vanderlei; Victor Ferraz, Lucas Veríssimo, David Braz e Jean Mota; Thiago Maia, Renato e Lucas Lima (Vecchio); Bruno Henrique, Copete e Kayke (Fabián Noguera)
Técnico: Levir Culpi.

Local: Estádio Vila Capanema, em Curitiba (PR)
Data/Horário: 05/07/2017 às 19h15
Árbitro: Roberto Tomar (CHL)
Assistentes: Marcelo Barraza (CHL) e Claudio Rios (CHL)

Público/Renda: 13.770 total/R$ 243.395,00
Cartões Amarelos: Otávio e Thiago Heleno (Atlético-PR)
Gols: Nikão  aos 6′ do 1º tempo e Ederson aos 26′ do 2º tempo para o Atlético-PR. Kayke aos 24′ do 1º tempo e aos 22′ do 2º e Bruno Henrique aos 11′ do 2º tempo para o Santos.

Foto: Marco Oliveira/Atlético-PR Oficial.

Siga em:
Com promoção de in
Atacante Alemão é

<p>Jornalista, aficionado por esportes, encontrei na profissão um meio de estar mais próximo deste universo.</p>

Classifique este artigo