Clubes paranaenses estreiam no Brasileiro com impressões distintas

Neste final de semana ocorreram as estreias de cinco clubes paranaenses nas três principais divisões do futebol brasileiro. Atlético Paranaense e Paraná Clube, na Série A; Coritiba e Londrina, pela Série B; e o Operário, na Série C. A impressão deixada por eles nesta primeira rodada foi de evolução e preocupação. Furacão, Tubarão e Fantasma, deixaram suas torcidas otimistas do que esperar de 2018; Já Tricolor e Coxa colocaram uma dúvida na cabeça do torcedor. Lembrando que neste próximo final de semana, acontecem as estreias de Prudentópolis, Maringá e Cianorte pela Série D.

O Furacão surpreendeu a todos, uma estreia avassaladora contra a Chapecoense, na Arena, para consolidar o estilo de Fernando Diniz, de um futebol sendo trabalhado de forma diferente. A surpresa não foi só pelo placar de 5 a 1, mas de como atuou o Atlético, com jogadores poupados, volantes trabalhando como zagueiros e de uma movimentação constante. Na Série B, a estreia do Londrina também agradou o seu torcedor, apesar da vitória magra por 1 a 0 contra o Boa Esporte, o Tubarão dominou toda a partida e o técnico Marquinhos Santos testou algumas variações táticas durante o jogo para furar a defesa adversária. A estrela de Dagoberto na estreia, mostra que o Alviceleste pode neste ano alcançar o seu grande objetivo. Na Série C, o Fantasma também garantiu os três pontos, num jogo que dominou o adversário, fez 1 a 0 no Volta Redonda, com muitos jogadores sendo guardados para a disputa da Divisão de Acesso do estadual. Foram pelo menos quatro alterações, porém, que não fizeram o Operário perder qualidade.

Por outro lado, Paraná Clube e Coritiba não tiveram o mesmo sucesso que Atlético, Londrina e Operário. O Paraná voltou para Curitiba com uma derrota por 1 a 0 diante do São Paulo, no Morumbi. O torcedor paranista ficou muito preocupado principalmente pelo primeiro tempo da equipe, mas viram alguma evolução na segunda etapa. O técnico Rogério Micale vai precisar corrigir o setor ofensivo do Tricolor, onde a equipe chega ao último terço do campo, porém, não finaliza com qualidade. O Coxa já atuou pela segunda rodada e tem uma derrota e uma vitória nesta Série B. Junto com Ponte Preta e Goiás, o Alviverde é colocado como um dos candidatos a acesso, mas precisa mostrar isso dentro de campo. O time não terminou bem o estadual e começou com uma derrota para o Sampaio Corrêa, pela Segunda Divisão, onde a equipe não fez uma boa jornada. Contra o Atlético Goianiense, pela 2ª rodada, novamente não mostrou um bom futebol, mas garantiu os três pontos diante do seu torcedor. A mudança no comandante técnico pode fazer está equipe evoluir ao longo das rodadas.

A próxima rodada pode consolidar o bom momento de Atlético, Londrina e Operário, além de uma evolução do Paraná Clube. O Furacão irá visitar o Grêmio, em Porto Alegre (RS), que segundo a imprensa brasileira é o time como o futebol mais bonito do Brasil. Uma chance de Fernando Diniz tirar qualquer dúvida da cabeça dos torcedores. O Tubarão enfrenta o Paysandu, em Belém (PA), para confirmar a boa forma com Marquinhos Santos. Em meio a jogos da Segunda Divisão do Paranaense, o Operário poderá além de buscar um bom resultado contra o Ypiranga, em Erechim (RS), comemorar a volta a primeira divisão estadual. O Tricolor vai enfrentar o atual campeão brasileiro, o Corinthians, na volta a Vila Capanema em um jogo de Série A, o momento da torcida empurrar o time em busca da recuperação no Brasileirão. Para o Coritiba, a chegada de Eduardo Baptista pode resultar em um novo momento para o clube, mas o torcedor está insatisfeito com o que viu até agora em 2018.

 

Foto: Robson Vilela/Redação em Campo

Siga em:
Rogério Micale dest
Atlético-PR pronto

Jornalista, formado na Unopar em 2015. Nasci e moro em Londrina. Apaixonado por esportes. Gosto de praticar aquele futebolzinho de final de semana. Futebol não é apenas um esporte, mas sim uma forma de viver.

Classifique este artigo