Cianorte segura pressão, bate Criciúma nos pênaltis e avança na Copa do Brasil

Foi dramático, mas o Cianorte conseguiu a classificação inédita à terceira fase da Copa do Brasil. Nesta quarta-feira (21), o Leão do Vale foi valente, segurou o empate em 1 a 1 com um jogador a menos diante do Criciúma (SC) e forçou a disputa de pênaltis no confronto. Na sequência, João Gabriel voltou a se destacar ao defender uma cobrança e levou o time paranaense adiante na competição nacional.

O próximo adversário do Cianorte na Copa do Brasil será o Internacional (RS). As datas da terceira fase ainda não foram sorteadas, mas o primeiro jogo será com mando da equipe gaúcha. A decisão do confronto deverá ocorrer no Estádio Albino Turbay.

Equipes balançam a rede em falhas adversárias

A semana do Cianorte não foi das melhores. Entre a partida do Leão do Vale diante do Prudentópolis na última quarta-feira (14) e o confronto contra o Criciúma, foram duas baixas. O goleiro Sílvio e o zagueiro Jovany, ambos lesionados, não se recuperaram a tempo.

Quem começou atacando foi o time da casa. Aos 4 minutos, Wallacer encontrou João Paulo na entrada da pequena área. O atacante chutou de primeira, mas mandou para fora. Dois minutos depois, o Tigre voltou a levar perigo. O mesmo João Paulo cobrou falta com veneno, mas a bola passou a poucos centímetros da trave defendida por João Gabriel.

O lance seguinte mostrou que eficiência é tudo no futebol. Nas duas oportunidades anteriores, o Criciúma havia chutado para fora. Na primeira finalização do Leão do Vale, a bola foi mansa para o fundo da rede. Aos 12 minutos, Maikinho fez jogada pela esquerda e rolou para Rafael Carrilho. O volante chutou mascado de fora da área e contou com uma falha estranha do goleiro Luiz para abrir o placar.

O gol desestabilizou os jogadores do Criciúma. Aos 20 minutos, Mailson saiu na cara de João Gabriel, mas perdeu a chance de empatar. Pelos próximos dez minutos, o Tigre encontrou muitas dificuldades para atacar. Contudo, uma falha da defesa visitante recolocou a equipe catarinense na partida. Aos 30 minutos, Elvis fez lançamento rasteiro para o ataque. Dois jogadores do Criciúma estavam na jogada, sendo que João Paulo estava impedido e Mailson não. O primeiro não buscou a bola, enquanto Mailson se aproveitou do pedido de impedimento por parte da zaga do Cianorte e avançou sozinho. Desta vez ele não perdoou e deixou tudo igual no placar.

No fim da primeira etapa, o meia Rafael Xavier precisou ser substituído. Ele voltava de lesão, mas ainda não estava completamente recuperado. A entrada de Richarlyson não surtiu efeito nos poucos minutos restantes, e o Cianorte perdeu muito do poder ofensivo. O Tigre também não arriscou muito e parou na boa marcação da defesa adversária.

Criciúma pressiona, mas boa atuação de João Gabriel salva Cianorte

As equipes não fizeram mudanças no intervalo, e a lentidão dos últimos minutos da primeira etapa continuou no começo do segundo tempo. O Cianorte só foi encontrar uma boa oportunidade aos 13 minutos. Robert Fischer deu grande passe para André Luís, mas o atacante se enrolou para chutar e parou em grande defesa de Luiz.

Tudo piorou para o Leão do Vale aos 23 minutos. O Criciúma recuperou a bola na defesa e fazia transição rápida para o ataque quando Rafael Carrilho derrubou João Paulo. O juiz aplicou o segundo cartão amarelo ao volante e o Cianorte ficou com um jogador a menos.

Mesmo assim, o time paranaense teve grande chance quatro minutos depois. Gerônimo puxou contra-ataque e cruzou para André Luís. O atacante estava livre na área, mas escorregou e perdeu excelente chance. Na sequência do lance, Alex Maranhão fez grande jogada individual e bateu cruzado, obrigando João Gabriel a fazer boa defesa para evitar a virada.

O meia do Tigre entrou inspirado na partida. Cinco minutos depois, o próprio Alex Maranhão recebeu na entrada da área e soltou um foguete, mas a bola foi para fora. A pressão continuou aos 36 minutos. Nino acertou grande cabeçada após cobrança de escanteio e João Gabriel espalmou. No rebote, Élvis até tentou, mas pegou mal e mandou para fora. Um minuto depois, o Criciúma teve a melhor chance da segunda etapa. Após bola rebatida na área, o goleiro João Gabriel fez grande corte, mas a bola sobrou limpa para Élvis. Ele bateu firme para o gol vazio, e Montoya fez milagre em cima da linha para salvar o Leão do Vale.

O drama do time visitante continuou nos minutos finais. Aos 42 minutos, Alex Maranhão cobrou falta com maestria no ângulo, e João Gabriel se esticou todo para segurar o placar. No restante do jogo, o Criciúma até dominou a posse de bola, mas pecou no último passe em seguidas oportunidades e não conseguiu mais levar perigo. O placar igual ao fim da partida levou o confronto para a disputa de pênaltis.

Penalidades máximas

As duas equipes foram bem na disputa de pênaltis. Nas cobranças iniciais, os dois times perderam apenas as segundas tentativas. Nas batidas alternadas, o goleiro João Gabriel brilhou e defendeu a cobrança de Carlos Eduardo. Como Arroyo havia convertido sua cobrança, a defesa colocou o Leão do Vale na terceira fase da Copa do Brasil.

FICHA TÉCNICA
CRICIÚMA 1 (4) X (5) 1 CIANORTE

Criciúma: Luiz; Christian (Carlos Eduardo), Sandro, Nino e Eltinho (Luiz Fernando); Barreto (Alex Maranhão), Douglas Moreira, Wallacer e Elvis; Mailson e João Paulo.
Técnico: Grizzo

Cianorte: João Gabriel; Gerônimo, Montoya, Feliphe Gabriel e Willian Formiga (Arroyo); Sidnei, Rafael Carrilho e Rafael Xavier (Richarlyson); Maikinho, André Luís e Robert Fischer (Murilo).
Técnico: Marcelo Caranhato.

Local: Estádio Heriberto Hülse, em Criciúma-SC
Data/Horário: 21/02/2018, às 20h30
Árbitro: Diego Pombo Lopez (BA)
Assistentes: Marcos Welb Rocha de Amorim (BA) e Edevan de Oliveira Pereira (BA)

Público/Renda: 2.567 total | R$ 43.760,00
Cartões Amarelos: Barreto, Mailson, Elvis e Douglas Moreira (Criciúma). Montoya, Sidnei, Gerônimo, Rafael Carrilho e Feliphe Gabriel (Cianorte).
Cartões Vermelhos: Rafael Carrilho (Cianorte).
Gols: Mailson, aos 30′ do 1º tempo para o Criciúma. Rafael Carrilho, aos 12′ do 1º tempo para o Cianorte.

Foto: Cianorte Oficial

Siga em:
Londrina sai na fren
Prudentópolis aprov

Estudante de Engenharia, fanático por futebol. Encontro nos textos uma forma de desenvolver novas aptidões e acompanhar de perto os bastidores do futebol.

Classifique este artigo