CE União não conseguiu evitar o rebaixamento e voltará para Segundona

Com várias baixas ao longo do Paranaense 2018, o CE União não conseguiu se firmar no campeonato e voltará para a Segundona na próxima temporada. Wellington Monteiro, capitão da equipe, reincidiu com o Azulão e voltou ao futebol gaúcho. Tiago Maringá o artilheiro do time beltronense foi dispensado pela diretoria, ainda no primeiro turno.

Um dos pontos fortes da equipe de Ivair Cenci, a defesa não teve o mesmo rendimento neste estadual. Destaque da campanha da Divisão de Acesso, Matheus Fornazzari perdeu espaço no elenco, e o CE União não pode abusar das jogadas aéreas.

Apesar da arrancada na fase final, o Azulão não conseguiu evitar o rebaixamento. Jogando contra o já rebaixado Prudentópolis, o CE União até saiu na frente, mas sofreu a virada no Newton Agibert.

Em sua rede sociail, Felipe Virgulino, não escondeu seus sentimentos, “É com muita tristeza que terminamos o paranaense 2018, depois de duas conquistas importantes, hoje ainda meio atordoado com o golpe, fica apenas o sentimento de frustração. Um clube sério e honesto não deveria passar por essa situação, mas que continue porque o futebol permanece vivo em Beltrão”, lamentou o zagueiro.

Aposentadoria e novo presidente no CE União

Na reta final do Paranaense, o CE União elegeu um novo presidente e novos diretores. Em conversa com o Redação em Campo, o técnico Ivair Cenci, ainda não definiu seu futuro no futebol. Mesmo eleito como um dos conselheiros do clube o “rei dos acessos” cogita encerrar suas atividades como dirigente e treinador.

A nova diretoria assume no início de maio. E o presidente eleito Otávio Muniz, o Tavico, em comunicado a imprensa destacou suas intenções em fazer do CE União uma equipe forte.

“É um dia muito triste para mim e minha família, mas tudo em minha vida está nas mãos de Deus. Se Ele desejou que fosse desta forma, amém! Temos muito que nos orgulhar enquanto diretoria do que fizemos com o União. Não iremos desistir, temos sonhos pra sonharmos juntos, que é ver o clube grande. Nos unamos neste momento mais e mais e vamos tirar lições pra nossas vidas com as derrotas que acontecem. Elas nos mostram e ensinam muito.”, disse o futuro presidente Otávio Muniz.

Com a posse do novo presidente e diretores, o Azulão irá decidir se participará ou não da Taça FPF Sub-23. O campeonato organizado pela Federação Paranaense de Futebol dá ao campeão uma vaga na Série D do ano que vem.

Foto: Adolfo Pegoraro/ JdB

Siga em:
Atlético faz 2 a 0
Após derrota, acess

Formado em jornalismo pela Uninter em 2014, com especialização em assessoria e gestão da Comunicação pela Positivo em 2016, repórter do Redação em Campo desde 2017, setorista do Atlético-PR e C.E União.

Classifique este artigo