18 de November de 2017 10:15:24

Avante, Fantasma! Operário vence Maranhão e garante vaga na Série C de 2018

A noite desta segunda-feira (14) ficará na memória e no coração dos moradores de Ponta Grossa. No Estádio Germano Krüger, o Operário Ferroviário venceu o Maranhão (MA) por 2 a 1 e conquistou uma vaga na Série C do Brasileiro depois de 24 anos.

Agora, o Alvinegro tentará buscar o título da Série D. O próximo compromisso do Operário será no próximo final de semana, ainda pelo nacional. No Estádio Florestão, em Rio Branco (AC), o Fantasma enfrenta o Atlético-AC pela partida de ida das semifinais da Série D.

Operário domina ações, mas placar não sai do zero na primeira etapa

A torcida do Fantasma fez sua parte. Recepcionou a equipe de uma maneira digna de emocionar até mesmo os torcedores adversários, e isso certamente inflamou os jogadores. Não faltou raça por parte do Operário nos minutos iniciais de jogo.

Apesar disso, a primeira chance foi do Maranhão. Aos 6 minutos, Lucas pegou sobra de escanteio e chutou, mas o goleiro Simão conseguiu fazer a defesa sem maiores problemas. Pelo lado do Fantasma, quem tomava a iniciativa era Lucas Batatinha. O atacante alvinegro teve três boas chances nos primeiros quinze minutos, mas a defesa do Maranhão estava atenta e conseguiu cortar.

O Operário cresceu depois da metade da primeira etapa. Aos 30 minutos, Washington pegou rebote na área  e chutou, mas a bola raspou a trave e saiu para fora. No lance seguinte, boa triangulação no ataque Alvinegro, e a bola sobrou para Athos. O meia bateu forte, de fora da área, mas Rodrigo Ramos fez grande defesa e salvou o Maranhão.

O fim do primeiro tempo passou a ser violento. Aos 38’, Quirino fez falta e levou cartão amarelo. No ataque seguinte, foi a vez de Eloir parar a jogada e ser amarelado. Aos 40 minutos, Peixoto levou falta dura, mas o árbitro manteve os cartões no bolso. O Fantasma até teve boa chance com Athos aos 47’, mas a finalização que veio pela direita foi prontamente cortada por Ramon.

Substituições dão certo, Fantasma vence e garante vaga na Série C

O Operário voltou bem do intervalo. Nos dez primeiros minutos, o Fantasma tomou conta da partida e se manteve com maior posse de bola. Aos 8′, Washington fez bom lançamento para Quirino. O atacante dominou e bateu cruzado, mas Rodrigo Ramos fez a defesa em dois tempos.

A metade da segunda etapa passou a ser de maior estudo por parte de ambas as equipes. O técnico Ruy Scarpino precisou fazer duas alterações em sua equipe. No Operário, Athos deu lugar a Robinho. O meia do Fantasma renovou o ímpeto do meio-campo de sua equipe. Aos 24 minutos, veio o resultado. Lucas Batatinha recebeu passe em profundidade, na cara do gol, e finalizou forte para colocar o Alvinegro à frente do placar.

Aos 35 minutos, o Fantasma teve outra grande chance. Jean Carlo recebeu na esquerda, passou pela marcação e cruzou rasteiro. Schumacher, de letra, finalizou, mas Rodrigo Ramos fez grande defesa e evitou o gol. Um minuto depois, Emerson roubou bola de Peixoto e cruzou rasteiro. Marcelo teve apenas o trabalho de tirar de Simão para empatar.

O Operário queria presentar sua torcida com uma vitória e se lançou ao ataque. Logo na primeira boa chance, o Alvinegro desequilibrou. Jean Carlo recebeu a bola e tocou para Schumacher, que fez um bom trabalho de pivô. O atacante do Fantasma rolou novamente para o próprio Jean Carlo, que bateu no canto e deu novamente a vantagem à equipe da casa.

Após o gol, bastou ao Operário segurar o resultado e fazer a festa com a torcida após o apito final.

FICHA TÉCNICA
OPERÁRIO 2 X 1 MARANHÃO (MA)

Operário: Simão; Danilo Baia, Sosa, Alisson e Peixoto; Chicão, Índio, Athos (Robinho) e Washington; Quirino (Schumacher) e Lucas Batatinha (Jean Carlo).
Técnico: Gerson Gusmão.

Maranhão (MA): Rodrigo Ramos; Michel, Ramon, Yuri e Lucas; Rômulo Ferreira (Marcelo), Sandro, Eloir e Adauto (Igor Marques); Naoh e Gileard (Emerson).
Técnico: Ruy Scarpino.

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR).
Data/Horário: 
14/08/2017, às 21h
Árbitro: 
Vinícius Gonçalves Dias Araújo (SP)
Assistentes: 
Miguel Cataneo Ribeiro da Costa (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)

Público/Renda: 8.627 pagantes | 8,817 total | R$ 212.265,00
Cartões Amarelos: 
Quirino e Lucas Batatinha (Operário). Eloir (Maranhão).
Gols: Lucas Batatinha, aos 24′ e Jean Carlo, aos 40′ do 2º tempo para o Operário. Marcelo, aos 36′ do 2º tempo para o Maranhão.

Foto: José Tramontin/Operário Ferroviário Oficial

Siga em:
Para se recuperar na
Grupos A e C dão in

Estudante de Engenharia, fanático por futebol. Encontro nos textos uma forma de desenvolver novas aptidões e acompanhar de perto os bastidores do futebol.

Classifique este artigo