22 de August de 2017 1:02:10

Atlético-PR segura pressão do Palmeiras e vence por 1 a 0 em São Paulo

Atlético-PR foi até a capital paulista para enfrentar o Palmeiras e voltou de lá com uma importante vitória, mesmo sofrendo uma intensa pressão praticamente em todo o segundo tempo. Com o resultado, o Furacão chegou a terceira vitória seguida e alcançou 26 pontos e fica na 8ª colocação momentaneamente, a melhor no campeonato até agora. Na próxima rodada, o Atlético-PR recebe o Bahia, no domingo (13), às 19h. Antes disso, visita o Santos, na quinta-feira para decidir uma vaga às quartas de final da Libertadores. 

 

Atlético na vantagem 

Quem começou melhor no jogo foi o Palmeiras, que teve o domínio dos primeiros minutos e pressionando o Atlético na saída de bola. Mas, apesar de se manter no ataque, o time paulista não criou chances de perigo. Já o Furacão se manteve tranquilo e buscando segurar a pressão inicial. Aos poucos o time se soltou. 

Até que aos 18 minutos, veio a recompensa pela paciência rubro-negra, Guilherme cobrou escanteio e Thiago Heleno ganhou a disputa com a zaga palmeirense para abrir o placar. O gol deu ainda mais tranquilidade ao Atlético, que tinha na marcação um dos pontos fortes no jogo, enquanto o Palmeiras abusava da lentidão.  

Na reta final do primeiro tempo, o Palmeiras ensaiou uma pressão, mas o Furacão conseguiu se segurar. No último minuto quase que o Atlético ampliou, Lucho lançou Ederson, que bateu de primeira para a defesa de Fernando Prass. No fim 1 a 0 para o Rubro-Negro. 

 

Pressão do Palmeiras, vitória do Atlético 

O segundo tempo começou a mil, com o Atlético tendo uma grande chance de ampliar o marcador, Guilherme recebeu passe na grande área e bateu forte, obrigando Fernando Prass a fazer uma excelente defesa. Enquanto isso, o Palmeiras seguiu tentando emplacar um bom ataque.  

Aos 11′, o Porco assustou e começou a aparecer a figura de Weverton. No primeiro lance Fabiano cruzou, a bola sobrou para Erik, que chutou, mas foi abafado pelo goleiro do Furacão. Na sequência, aos 13′, Michel Bastos cobrou falta, Antônio Carlos desviou de cabeça e Weverton literalmente voou para fazer a defesa com o braço direito. 

O Palmeiras passou a dominar o jogo, permanecendo bem mais tempo no campo de ataque e fazendo o Atlético só se defender. O jogo ficou nesse ritmo até o fim, o Furacão só se defendeu e o Palmeiras ficou em cima, mas o placar não se alterou e o Furacão conseguiu mais uma vitória. 

 

FICHA TÉCNICA
PALMEIRAS 0 X 1 ATLÉTICO-PR

Palmeiras: Fernando Prass; Fabiano, Edu Dracena, Juninho (Antônio Carlos) e Zé Roberto; Tchê Tchê, Jean e Raphael Veiga (Moisés); Michel Bastos, Borja e Erik (Deyverson).
Técnico: Cuca

Atlético-PR: Weverton; Jonathan, Paulo André, Thiago Heleno e Fabrício; Esteban Pavez, Lucho González (Eduardo Henrique) e Sidcley; Guilherme; Pablo (Nikão) e Éderson (Lucas Fernandes).
Técnico: Fabiano Soares

Local: Arena Palmeiras, São Paulo (SP).
Data/Horário: 06/08/2017, às 16h.
Árbitro: Rodrigo Batista Raposo (DF).
Assistentes: José Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF).  

Público/Renda: 29.778 total/R$ 1.706.659,17
Cartões Amarelos: Michel Bastos (Palmeiras). Guilherme, Paulo André e Fabrício (Atlético-PR)
Gol: Thiago Heleno, aos 18′ do 1º tempo para o Atlético-PR.

.

Siga em:
Paraná Clube perde
Jogando fora de casa
Classifique este artigo