Atlético-PR vence de novo o Fluminense, no Maracanã, e se classifica para final da Sulamericana

Na partida de volta da semifinal da Copa Sulamericana, o Atlético-PR enfrentou a equipe do Fluminense, no Estádio do Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ). A partida de ida em Curitiba, o Furacão venceu por 2 a 0 e foi com boa vantagem para o confronto. Na partida desta quarta-feira (28), o Atlético-PR repetiu o placar e venceu novamente o Fluminense por 2 a 0. Os gols atleticanos foram marcados por Nikão e Bruno Guimarães.

O Furacão está classificado para a final da Copa Sulamericana e agora aguarda o vencedor do duelo entre Junior de Barranquila-COL e Santa Fé-COL, que jogam amanhã (29). O Atlético-PR volta a campo já neste domingo (2), onde enfrenta o Flamengo, fora de casa, o rubro negro paranaense ainda uma vaga no G6 do Campeonato Brasileiro. Já o Fluminense encara o América-MG, em casa, em duelo direto contra o rebaixamento.

Atlético-PR esfria a torcida do Fluminense

A partida começou quente com a torcida do Fluminense empurrando o time para conseguir uma virada. Mas no primeiro lance de perigo da partida, o Furacão fez o gol, aos 5 minutos, Marcelo Cirino cruzou da esquerda e encontrou Nikão no segundo pau, que finalizou de primeira, mandando para o fundo das redes do goleiro Júlio César. Os donos da casa foram chegar ao ataque aos 9 minutos, após rebote da defesa do Atlético-PR, Ayrton Lucas ficou com a sobra e finalizou para o gol, porém a bola acabou indo longe do gol.

Atrás no placar, o Fluminense foi para o ataque, aos 17 minutos, Luciano recebeu dentro da área e finalizou, a defesa do Furacão bloqueou o chute, gerando escanteio para o tricolor carioca. Na sequência, o Fluminense cobra o escanteio, e a bola sobra para Digão, que não consegue alcançar a bola para cabecear. A pressão continuou, Luciano recebeu de novo dentro da área, mas acabou finalizando mal e jogando a bola para linha de fundo.

O tricolor carioca até criava boas chances, mas pecava no momento de finalização e de conclusão do lance. Os donos da casa tinha boa parte da posse de bola, mas ficavam tocando sem conseguir criar uma oportunidade para dificultar o goleiro Santos. No final da primeira etapa, o Furacão quase marcou o segundo, Lucho González recebeu e finalizou para o gol, Júlio César fez grande defesa, mas o assistente já havia marcado impedimento.

Furacão amplia vantagem se garante na final

A segunda etapa começou parecida com o final do primeiro tempo, com o Fluminense com maior posse de bola, mas não conseguia chegar perto da área atleticana. Quando conseguia furar o bloqueio, não conseguia levava sorte, aos 7 minutos, Richard lançou para Luciano, o atacante do Fluminense dominou, tirou do goleiro Santos e na hora da finalização o zagueiro Thiago Heleno afastou para longe, mas o assistente assinalou impedimento.

O Atlético-PR se defendia bem e esperava para armar o contra-ataque, aos 9 minutos, o Furacão ampliou sua vantagem no duelo, após rápido contra-ataque puxado por Nikão, o atacante passou para Marcelo Cirino, que foi até a linha de fundo e cruzou para área e encontrou Bruno Guimarães, que finalizou sem chances para o goleiro Júlio César. Os visitantes continuaram chegando com perigo, agora aos 20 minutos, Nikão cruza rasteiro, Pablo faz o corta a luz e a bola sobra livre para Raphael Veiga, mas o meia rubro negro acabou isolando a bola.

Com a partida praticamente decidida, o Atlético-PR apenas administrava a partida, se defendia e se armava para encaixar outro contra-ataque para ampliar a vantagem, já o Fluminense ia para o ataque, sem muita organização para buscar seu gol de honra na partida. O Furacão encaixou alguns bons contra-ataques no final, mas não conseguiu ampliar a vantagem, o Fluminense tentou, mas sem sucesso.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 0 X 2 ATLÉTICO-PR

Fluminense: Júlio César, Paulo Ricardo(Léo), Gum(Dodi) e Digão; Richard, Jadson, Ayrton Lucas e Sornoza; Marcos Júnior(Everaldo), Luciano e Júnior Dutra.
Técnico: Marcelo Oliveira

Atlético-PR: Santos, Jonathan, Léo Pereira, Thiago Heleno e Renan Lodi; Lucho González(Wellington), Bruno Guimarães e Raphael Veiga; Marcelo Cirino(Rony), Nikão e Pablo.
Técnico: Tiago Nunes

Local: Estádio no Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/Horário: 28/11/2018 às 21h45
Árbitro: Julio Bascunan (Chile)
Assistentes: Christian Schiemann (Chile) e Jose Retamal (Chile)

Público/Renda: 37.208 pagantes/35.451 total/R$ 1.286, 580,00
Cartões amarelos: Gum (Fluminense).
Gols: Nikão aos 5′ do 1º tempo e Bruno Guimarães aos 9′ do 2º tempo para o Atlético-PR .

Foto: Miguel Locatelli/Atlético-PR Oficial 

Siga em:
Com turnos opostos,
Cascavel CR anuncia

Formado em Jornalismo pela Unopar em 2015. Apaixonado por esporte e ainda mais pelo futebol, costumo acompanhar outros esportes como futsal, vôlei e também basquete. E adoro falar desse esporte tão apaixonante que é o futebol.

Classifique este artigo