15 de December de 2017 2:50:03

Atlético-PR empata com Fluminense no Maracanã e segue sem vencer na Série A

Sem vencer no Campeonato Brasileiro, o Atlético-PR foi até o Rio de Janeiro encarar o Fluminense na abertura da quinta rodada. Após abrir o placar, o Furacão não conseguiu manter a vantagem e acabou cedendo o empate ao adversário, fechando o placar em 1 a 1. Com o empate, o Rubro-negro fica com dois pontos na competição e segue na zona de rebaixamento, enquanto que o Flu pulou para terceira posição com dez pontos.

Na próxima rodada, a sexta, o Atlético recebe o Santos na Arena da Baixada. A partida está marcada para às 19h de domingo (11), já o Fluminense enfrenta o Palmeiras no sábado (10) fora de casa.

Furacão abre o placar, mas cede empate

Buscando a primeira vitória na competição, o Atlético logo ficou em vantagem no Maracanã. Aos 7′, Lucho González fez bom passe para Jonathan, que cruzou rasteiro na pequena área e Pablo apareceu para desviar para o fundo da rede. Em vantagem, o Furacão adotou uma tática mais cautelosa, e viu o Flu criar boas chances.

Atrás do empate, o time carioca quase comemorou. Aos 9′, Richarlison teve boa chance de cabeça, mas viu o goleiro Santos praticar excelente defesa. Três minutos depois o arqueiro apareceu outra vez, defendendo o chute de Luiz Fernando.

Pressionando, o Fluminense chegou ao empate aos 32′. Após cobrança de escanteio curta, Gustava Scarpa cruzou na medida para o zagueiro Reginaldo, que de cabeça deixou tudo igual. A partida ficou mais aberta com o gol do Fluminense, porém os dois times não transformaram em oportunidades reais de gol, mantendo assim a igualdade até o intervalo.

Placar não muda, mas Wanderson sai de ambulância

Para a segunda etapa, o técnico Eduardo Baptista voltou com duas alterações no Atlético, Matheus Rossetto e Douglas Coutinho entraram nas vagas de Eduardo Henrique e Eduardo da Silva, respectivamente. As mudanças demoraram a surtir efeito, enquanto isso o Fluminense rondava a área atleticana e chegava com perigo nas bolas cruzadas na área.

Com um time mais veloz, o Furacão apostava nos espaços deixados pelo adversário. Aos 11′, Coutinho fez boa jogada individual e arriscou de fora de área, o chute rasteiro passou bem perto da trave de Julio César. Já aos 30′ a partida de momentos de aflição. Em um ataque do Flu, Renato tentou uma bicicleta na área mas acertou o rosto do zagueiro Wanderson, que precisou sair de ambulância para um hospital da região. O jogo fico paralisado por sete minutos, e a partir desse momento o Atlético ficou com um menos em campo, já que havia feito as três substituições.

Nos minutos finais e com um a mais no gramado, o Fluminense tentou pressionar o Atlético, que tinha na zaga o volante Deivid, improvisado. A equipe carioca não conseguiu passar pelo forte bloqueio defensivo do Furacão, que segurou o placar até o apito final.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 1X1 ATLÉTICO-PR

Fluminense: Júlio César; Lucas (Matheus Alessandro), Reginaldo, Henrique e Léo; Luiz Fernando (Marcos Junior), Wendel e Renato; Gustavo Scarpa, Richarlison (Pedro) e Henrique Dourado.
Técnico: Abel Braga.

Atlético-PR: Santos; Jonathan, Paulo André, Wanderson e Sidcley; Otávio, Eduardo Henrique (Matheus Rossetto) e Lucho González (Deivid); Nikão, Pablo e Eduardo da Silva (Douglas Coutinho).
Técnico: Eduardo Baptista.

Local: Estádio Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/Horário: 06/06/2017 às 20h
Árbitro: Igor Junio Benevenuto (MG)
Assistentes: Márcio Eustaquio Santiago (MG) e Celso Luiz da Silva (MG)

Público/Renda: 13.029 pagantes | 14.843 total | R$ 255.900,00
Cartões amarelos: Léo, Richarlison, Renato (Fluminense); Jonathan, Lucho González, Santos (Atlético-PR)
Gols: Reginaldo aos 32′ do 1º tempo para o Fluminense. Pablo aos 7′ do 1º tempo para o Atlético-PR

Foto: Marco Oliveira/Atlético-PR Oficial.

Siga em:
Para seguir no G4 do
Londrina marca no fi

<p>Formado em Jornalismo e Letras, estou no Redação em Campo desde 2013 e atualmente exerço a função de Coordenador de Jornalismo. Também sou professor de Língua Portuguesa.</p>

Classifique este artigo