Atlético-PR é derrotado pelo Fluminense, e acumula oito jogos sem vencer

O Atlético-PR foi ao Rio de Janeiro enfrentar o Fluminense pela sexta rodada da Série A do Campeonato Brasileiro. Para a partida deste domingo, Diniz modificou a equipe colocando Carleto na trinca de zaga, alocando Pavez na ala direita. Mas as mudanças do treinador rubro negro pouco mudou a postura do Furacão.

Com mais um gol contra de Thiago Heleno e com gol de Marcos Júnior, o Fluminense venceu o Atlético-PR por dois a zero. A derrota foi a quinta seguida e com os empates, chega a incríveis oito jogos sem vitória.

Inofensivo e exposto

O Atlético-PR teve grande posse espaço para trabalhar a bola como gosta. O Fluminense dava campo de jogo para o Furacão, e aproveitava os contra ataques para chegar com perigo ao gol de Santos. A primeira chegada foi da equipe de Abel Braga. Aos onze minutos, Jádson arriscou do meio de campo, mas o goleiro atleticano fez firme defesa. Dois minutos depois, Sornoza e Marcos Jr tabelaram e o chute passou perto do gol.

Ainda no primeiro tempo, Fernando Diniz perdeu um jogador. Pavez sentiu lesão muscular e Matheus Rossetto entrou no lugar do chileno. O Atlético-PR saiu ao ataque e tentou em jogadas aéreas dento da área, mas o sistema defensivo tricolour conseguia tranquilamente cortar as tentativas rubro negras. Mais efetivo na partida o Flu saiu na frente aos 23 minutos de jogo. Gilberto e Jadson fizeram boa jogada no meio e o volante arriscou, Santos até defendeu mas no rebote a bola bateu em Thiago Heleno e entrou.

O Furacão até tentou reagir com Pablo que recebeu bom passe dento da área e arriscou, mas a bola foi para fora. Thiago Carleto também arriscou de longe com seu chute forte e acabou assustando Julio Cesar. Mas quem marcou mesmo foi o Fluminense. Jadson ficou com a sobra e encontrou Marcos Júnior entre a zaga rubro negra. O atacante deixou Zé Ivaldo e Thiago Heleno para trás e na saída de Santos mandou de cobertura, ampliando o placar para o tricolor. O Atlético-PR teve mais chances para diminuir, com Carleto na bola parada e Renan Lodi aproveitando bom passe de Guilherme, mas os laterais esquerdos Furacão não aproveitaram as oportunidades.

Sem criatividade

Atrás no placar Diniz mexeu novamente na equipe. No intervalo o treinador sacou o zagueiro Zé Ivaldo e colocou Ribamar no ataque. A primeira chega da segunda etapa foi do Fluminense, Sornoza toca para Gilberto e o lateral arriscou, mas Santos fez firme defesa.

Com uma boa vantagem, o Fluminense voltou a fazer sua tática inicial, dar campo para o Atlético-PR trocar passes e buscava sair no contra ataque. Com mais espaço no gramado, o meia atleticano ganhou cancha para trabalhar suas jogadas. Aos 24 minutos, Guilherme arriscou mas o chute não foi na direção na meta defendida por Julio Cesar. A última troca na equipe atleticana foi a saída de Rosseto para entrada de Bill, o atacante artilheiro da terceira divisão paulistana pelo Capivariano estreou no Furacão. Em seu primeiro lance, Bill ficou cara a cara com Julio Cesar, mas o goleiro tricolor fez boa defesa.

Em mais um jogo abaixo do esperado, o Atlético-PR segue sem vencer fora de casa, e acumulando a quinta derrota seguida. Com a derrota o rubro negro caiu para a 16ª posição na tabela, e dependendo do resultado do jogo entre Internacional e Chapecoense pode entrar no Z-4 ainda nesta rodada. Na próxima rodada o Furacão terá o clássico contra o Paraná Clube na Vila Capanema.

FICHA TÉCNICA
FLUMINENSE 2X0 ATLÉTICO-PR

Fluminense: Julio Cesar; Gilberto, Gum, Renato Chaves e Marlon; Richard, Jádson, Luan Peres e Sornoza (Douglas); Pedro (João Carlos) e Marcos Jr (Matheus Alessandro).
Técnico: Abel Braga

Atlético-PR: Santos; Zé Ivaldo, Thiago Heleno e Carleto; Pavez (Matheus Rossetto) (Bill), Lucho, Camacho e Renan Lodi; Guilherme, Raphael Veiga e Pablo.
Técnico: Fernando Diniz

Local: Maracanã, no Rio de Janeiro (RJ)
Data/Horário: 20/05/2018 às 19h00
Árbitro: Igor Junio Benevenuto de Oliveira (MG)
Assistentes: Felipe Alan Costa de Oliveira (MG) e Ricardo Junio de Souza (MG)

Público|Renda: 9.172 (total) 8.364 (pagante)| R$ 238.835,00
Cartão amarelo: Matheus Alessandro (Fluminense); Lucho e Matheus Rossetto (Atlético-PR)
Gol: Thiago Heleno contra aos 23′ e Marcos Júnior aos 35′ do 1º tempo para o Fluminense.

Foto: Miguel Locatelli/Atlético Paranaense Oficial.

Siga em:
Maringá FC vence o
Maringá FC vence e

Formado em jornalismo pela Uninter em 2014, com especialização em assessoria e gestão da Comunicação pela Positivo em 2016, repórter do Redação em Campo desde 2017, setorista do Atlético-PR e C.E União.

Classifique este artigo